Blizzard qual a lógica?

Geral
Limite de Postagens:
Rhastion qual a lógica

Colocar Nemesis, Goldrin, Ursin, Warsong e Gurubashi juntos vai dar problema de novo. Todos servers lotados de brasileiros para 1 unico?

Pq nao abre inicialmente só para Warsong, Nemesis para o novo. 2 dias depois abre do Goldrin para o Nemesis por exemplo

Veja isso é só um exemplo. A lógica de voces gerará problema novamente

Abraços
HEHEHHEHEHEHHE você tá querendo lógica...
Estou querendo uma solucão definitiva deixar a comunidade se auto ajustar é utópico. Organização é necessária e mais uma vez não estou vendo isto. Lamentável. Rhastion explica qual a lógica por favor
Queria saber se pretendem liberar transfer para o Nemesis caso muita gente saia de lá, já que transferir de cabeça para esse server nao me parece boa ideia.... mas ficar à espera liberar o Nemesis e depois não abrirem o transfer vai prejudicar. Rhastion podem comentar algo sobre reabrir transfer pro Nemesis (pelo menos para pessoal das guilds que já estao la)?
Sua lógica está errada. Não tem sentido no que você falou.

FAvor, deixar o tópico cair.
Por essas e outras a minha guilda vai ficar quietinha no Nemesis esperando pra ver o que dá, pra depois trazer os 3 que estão em outros servidores.
Isso vai dar certo, por que agora o pessoal vai ter tempo de escolher entre os dois reinos. Eu acho...

E talvez futuramente... abram novamente transferências para o Nemesis.
Por mim tanto faz, desde que eu volte a jogar com minha irmã, amigos. :)
Simples, muitos não vão sair do nemesis nem do goldrin, mesmo pq esses realms em breve se estabilizarão e aceitarão transfer gratuitas novamente.

Só vai um % baixo dos realms brasileiros, e apenas 3 realms US estão disponíveis, diferente dos 11 como eram antes. Muita diferença...
Todas guildas estão quebradas. Todos estão achando que será a última chance de se reunir. Será natural a correria novamente para o novo server

Junto com essa informação ao menos precisa-se da abertura do Nemesis novamente. Do jeito que está novamente dará problema.
Procure não colocar o nome do CM no título.
Logo esse post será bloqueado.
14/12/2011 18:23Citação de Kveldulf
Queria saber se pretendem liberar transfer para o Nemesis caso muita gente saia de lá,


Sim, claro, ainda há muitos reinos não contemplados e a Blizzard não vai deixá-los esquecidos e nem o reino vazio sem precisar, só q tb não vai poder fazer tudo se resolver em poucos dias, mas vai tudo se resolver aos poucos. Só fiquem atentos às suas necessidades e o q a Blizzard oferece no momento.

Por exemplo, se vc está feliz no Nemesis, não tá separado de ninguém nem nada, continue no Nemesis! Se seu reino não está na lista atual e vc tem amigos no Nemesis, não peça para eles se repartirem ainda mais, esperem no Nemesis etc.
Impressionante... não aprende com os erros. Novamente server dando disconnect por Brasileiros criando chars e roubando nicks. Lamentável!

AVISAMOS e NOVAMENTE estão errando! Lamentável
Rhastion qual a lógica

Colocar Nemesis, Goldrin, Ursin, Warsong e Gurubashi juntos vai dar problema de novo. Todos servers lotados de brasileiros para 1 unico?

Pq nao abre inicialmente só para Warsong, Nemesis para o novo. 2 dias depois abre do Goldrin para o Nemesis por exemplo

Veja isso é só um exemplo. A lógica de voces gerará problema novamente

Abraços


O Warsong e o Gurubashi cabem num único reino. O Ursin tem poucos players brasileiros. A idéia é colocar esses 3 no Azralon.
O Warsong era um servidor Full. Gurubashi também. Não acho que ambos em 1 caberão
14/12/2011 19:03Citação de Furazöio
O Warsong era um servidor Full. Gurubashi também. Não acho que ambos em 1 caberão


Mas eu imagino que seja possível que caibam, pois a população de ambos servers era mista. Portanto, com Warsong e Gurubashi no mesmo lugar, eu esperaria um servidor um pouco mais cheio que o Warsong estava antes dos transfers, porém com maior equilíbrio Horda x Aliança. Seria, inclusive, bastante benéfico para o Azralon essa junção. Espero que os players do Warsong e Gurubashi que estão no Nemesis migrem para o Azralon.

Junte-se à conversa