Reclamação pelo desrespeito e falta de consideração aos clientes

Geral
Limite de Postagens:
Anterior 1 19 20 21 25 Próxima
Li 3 posts e em resumo esses fanáticos religiosos só tem merda na cabeça!
PQP

Vocês estão discutindo religião e abordando conceitos como estado laico, tudo por causa de uma tradução.

Estão precisando achar algo pra fazer, sério, sua incrível discussão aqui não irá fazer ninguém mudar de opinião e muito menos mudar algo.

Daqui a 2 meses, ninguém lembrará deste tópico.


Acho que a questão aqui é da liberdade ou da falta dela. A mudança do nome só é o pano de fundo.

A discussão é se as pessoas tem liberdade total, ou apenas se ela concordar comigo. A Blizzard deve agradar todos os clientes ou só os que eu gosto. Só meus amiguinhos. Se só quem eu gosto tem liberdade, então vamos começar uma caça às bruxas, em menor escala, ou um novo Auschwitz (é assim que se escreve? seilá).

Os dois lados da discussão (religiosos ou ateus) estão fazendo demandas em relação ao jogo, então nada mais justo que a gente avaliar na comunidade a motivação, nem sempre a mais santa, dos dois lados.
Postei diversas vezes neste tópico, entendo e respeito quem gostou da mudança e tambem entendo e respeito quem não gostou, e não estou "em cima do muro" não, em posts anteriores ja comentei que não me importo com a mudança, porem não concordo com ela, mas enfim essa é minha opnião, cada um pode ter a sua...

Porem é triste ver posts do tipo:

"o OP é fresco"
"tanto mimimi por uma mudança boba"
"As pessoas não tem o que fazer e ficam discutindo por causa de uma tradução"
"quem errou foi o tradutor"
"parem de frescura"
"daqui a x tempo ninguem vai lembrar disso"

E coisas do tipo...

Será que essas pessoas não leram o tópico?
Simplesmente não entendem a discussão?
Será que não perceberam que a troca do nome foi apenas o estopim, e que a discussão é muito mais profunda?
Não perceberam que a discussão real leva em conta liberdade de expressão, motivação religiosa, blizzard e até mesmo a lei?

E pela milhonésima vez:
O world of warcraft foi LOCALIZADO E NÃO TRADUZIDO!!!!!

Em uma tradução você simplesmente passa para a lingua alvo todo o texto/fala e pronto, não é permitido mudar significado!

Em uma localização, há uma grande liberdade para mudanças diversas, envolvendo a cultura e costumes do pais alvo, incluindo girias, ditados e tudo mais!
e tu acha que 90% das pessoas que passou por aki vai ler algo? a maiora le um treco aqui e ali e pronto ja formou sua opinaio sendo q nao sabe nem da metade do que se esta sendo discutido
10/12/2012 20:05Citação de Redtalon
A maneira como os ateus nessa questão trataram o problema pra mim mostram que o ateísmo hoje pode não ser um religião, mas tem sim, uma postura religiosa.


Pelo amor dos meus filhinhos que eu não tenho! Ateísmo não é religião. Não importa o quanto as pessoas berrem, gritem, esperneiem, continua não sendo religião, muito menos postura religiosa.

Tola e fútil? Mania de perseguição? Mimimi? Argumentos como esses não acrescentam em nada à discussão - eles são subjetivos, ataques pessoais e falhos. A lógica, o raciocínio, a boa argumentação são a base para se expressar idéias.

O jogo é permeado de ofensas a religiões, por que você considera uma e desconsidera todas as outras? Quer outro exemplo?

Shivarra - referência a Shiva, deus hindu, um dos que formam a trindade hinduísta, a Trimúrti, junto com Brama e Vixnu. Shiva é a transformação, o renovador, o destruidor - destrói para construir algo novo, é a renovação. Procure imagens sobre Shiva Flamejante ou Nataraja e compare com a imagem do mob do jogo. Associar um deus a uma espécie de demônio, com apelo erótico, pertencente a uma exército que quer destruir tudo, é ofensivo, é uma falta de consideração com aqueles que acreditam em Shiva - um dos mais poderosos deuses do panteão hinduísta.

@Masoch

No seu post, você acabou simplificando a questão do estado laico. Simplificações e generalizações são perigosas, o que você como uma pessoa inteligente e que sabe ler, com certeza consegue apreender. Elas podem levar a argumentações falhas, a acusações infundadas, a "indiretas" em frases atribuído idéias e conceitos, que não estão expressos.

E você está certíssimo ao citar os trechos da Constituição o que infelizmente não altera o fato de que muitos não compreendem a totalidade do direito expresso nestes artigos. A liberdade de crença é assegurada a todos, como também a "neutralidade" do Estado diante de questões religiosas - o que não acontece na prática. É so olhar os argumentos utilizados para a não aprovação de alguns direitos civis como o casamento "civil" entre homosssexuais e o aborto.

E você, talvez sem querer, abordou um ponto importantíssimo no seu tópico:

A mesma lei obrigaria a Blizzard a retirar esse conteúdo se alguem assim pedisse.


É exatamente isso que preocupa muitos que postaram nesta "thread". É esse o resultado aberto pelo precedente da alteração do nome da conquista. Você acertou em cheio ao basear sua argumentação nos artigos da constituição.

Vamos fazer um experiência, me acompanhe um pouquinho. Olhe para o jogo, as histórias, os personagens, os mitos e lendas presentes nas raças de Azeroth. Agora, lembre-se de argumentos religiosos que são divulgados ao nosso redor. Pense no que certos grupos religiosos acreditam e defendem, nas "afrontas" que eles dizem que são cometidas contra Deus e a família. Olhe o jogo novamente. Tenho certeza que você entendeu agora o quanto do jogo deveria ser mudado.

Só mais uma coisa, no final você pisou na bola - "Eu expresso a opinião da lei" foi forçado. Leis não tem opiniões ou ponto de vista. E você não precisa desse tipo de argumento para defender suas idéias.
Sobre Estado Laico, onde está vagamente declarado que uma empresa precise ser laica?

A mesma lei obrigaria a Blizzard a retirar esse conteúdo se alguem assim pedisse.

É exatamente isso que preocupa muitos que postaram nesta "thread". É esse o resultado aberto pelo precedente da alteração do nome da conquista. Você acertou em cheio ao basear sua argumentação nos artigos da constituição.


Exatamente isso que estou falando. Atender a uma demanda religiosa abre um precedente de outras demandas religiosas serem atendidas, se assim não for feito é "protecionismo" àquela demanda primeira. Não adianta vir o Rhastion negar, dizendo que não há precedente aberto, talvez tentando a artimanha argumentativa dos nossos últimos presidentes que negam o óbvio.

Fizeram a cagada de mudar, agora tem que aguentar as reclamações de quem discorda, e tem a dever moral de mudar sempre que algum religioso se sentir ofendido por qualquer coisa NUM MUNDO DE FANTASIA? Ou vão voltar a ser imparcial a atender as demandas "religiosas" dos ateístas também?

Bom senso passa longe...
E você, talvez sem querer, abordou um ponto importantíssimo no seu tópico:

A mesma lei obrigaria a Blizzard a retirar esse conteúdo se alguem assim pedisse.

É exatamente isso que preocupa muitos que postaram nesta "thread". É esse o resultado aberto pelo precedente da alteração do nome da conquista. Você acertou em cheio ao basear sua argumentação nos artigos da constituição.


A enorme diferença que muita gente não está vendo é que todos os exemplos dados nesse tópico são "ofensas" ou não concordâncias com os preceitos religiosos, enquanto que o nome antigo da conquista era uma ofensa ao religioso, à pessoa. Isso é muito pior que oferecer um mundo fictício em que sua religião não existe. A ofensa à pessoa nem precisa ser religiosa pra merecer ser retirada.

Então todo esse precedente que todos estão temendo não existe porque mesmo se vocês não conseguem ver a diferença, aposto que a empresa consegue, então ninguém vai mudar o jogo porque ele contradiz ou mesmo possivelmente ofende uma religião, só se ofender a pessoa.
Rhastion, espero que ainda esteja acompanhando o tópico, já que vamos partir para o caminho da coerencia e lógica ( o que me parece ser o mais apropriado) acho bom fazer as seguintes considerações.

De acordo com sua propria palavra a remoção foi feita pra torrnar a politica do jogo mais "neutra", correto?

Se assim é o pensamento, a intenção foi mal elaborada ou nao é realmente isto que foi considerado, vejamos porque. O Brasil é um estado laico, e isto quer dizer literalmente que nao possui religiao definida. É elementar que o título do achievement nao foi feito com o intuito de ofender nenhum credo e por este fato também nao o deveria ser alterado, sob qualquuer alegação, uma vez que tentar reforçar a "neutralidade" foi causa a um ato que evidentemennte levou em conta um credo especifico, tanto foi que por esta razao foi alterado para preservar a "neutralidade".
Assim como o Brasil o Estados Unidos tambe´m tem diversidade religiosa e cito um comediante que sempre desdenhou de forma jocosa do cristianismo (vide as otimas performances de George Carlin) e apesar do mesmo ter sido alvo de várias criticas nunca foi inibido de fazer seu trabalho humorístico dentor de sue pais o qual aceita a presença de diversidade religiosa.
O que quuero dizer é que, apesar de nao significar nada na nossa vida cotidiana fica uma sensação de pesar em ver que a empresa ter decidido necessário alterar algo em seu produto devido a evitar, mesmo que seja pra gerar uma maior sensação de "neutralidade" em relação a uma crença religiosa em seu mundo virtual, que teoricamente é despreendido destes conceitos.
Acho que desta vez, e reforço, especificamente desta vez, a equipe deixou passar batido que o universo do wow é despido de qualquer tendecia religiosa seja em frases, lugares, imagens e tudo que engloba o jogo. E porrtanto a modificação em si nao teria sentido visto que ela nao tem nada de referencia a qualquer crença.
Bom pelo menos sacho que este é o ponto de vista mais salutar que eu posso vislumbrar, apesar de poder estar enganado.

um abraço a equipe

A enorme diferença que muita gente não está vendo é que todos os exemplos dados nesse tópico são "ofensas" ou não concordâncias com os preceitos religiosos, enquanto que o nome antigo da conquista era uma ofensa ao religioso, à pessoa. Isso é muito pior que oferecer um mundo fictício em que sua religião não existe. A ofensa à pessoa nem precisa ser religiosa pra merecer ser retirada.

Então todo esse precedente que todos estão temendo não existe porque mesmo se vocês não conseguem ver a diferença, aposto que a empresa consegue, então ninguém vai mudar o jogo porque ele contradiz ou mesmo possivelmente ofende uma religião, só se ofender a pessoa.


Como assim o nome original da conquista é uma ofensa à pessoa e não à religião? A religião é o pretenso motivo da "ofensa". É a religião e não uma pessoa que tem um dogma. Leia os tópicos que deram origem a isso tudo, links no primeiro post desta thread.

Muita gente não percebeu a diferença porque ela não existe. Não foi por ofensa à pessoa que a Blizzard renomeou a conquista.
A diferença é que você não está dizendo "a sua religião não existe" ou "esse elemento da sua religião é retratado no meu jogo de forma distorcida". A conquista chamava a pessoa de fraco. Não a religião. A pessoa.
12/12/2012 22:00Citação de Khaila
A diferença é que você não está dizendo "a sua religião não existe" ou "esse elemento da sua religião é retratado no meu jogo de forma distorcida". A conquista chamava a pessoa de fraco. Não a religião. A pessoa.


A pessoa ser chamada de fraco não foi o motivo da mudança e muito menos a razão desta thread ter sido criada. A religião sim.

A "ofensa" foi que alguns consideraram como tal chamar de fraco quem respeita o sábado como o dia dedicado ao senhor - cristãos sabáticos e judeus. Não é a pessoa, é o dogma, a religião.

Motivos religiosos originaram essa lambança. Isso ficou bem claro no pedido e no blue post na primeira thread, na de agradecimento e no post do Rhastion nesta thread aqui.

E o tópico da discussão não é se essa crença - respeitar o sábado - está certo ou errada. E sim, o fato de que - a Blizzard, pela primeira vez, alterou um aspecto do jogo por motivos religiosos, abrindo o precedente para que qualquer ofensa religiosa seja a base para pedidos de novas mudanças.
Querer fazer argumentação contra religiosos em grande maioria é uma total perda de tempo, só muito me entristece a blizz atender a um pedido desses, pois é sim uma pequena minoria em game.

Sempre fazendo um discurso que pela minoria não vamos mexer, não nerf ou buff a nenhuma classe pq é minoria pedindo, e dai vem uma atitude dessas. Eu nem conhecia o fato, não alterou em nada o meu jogo, mas achei ridículo tal atitude da blizz.
12/12/2012 22:29Citação de Domitilla
A diferença é que você não está dizendo "a sua religião não existe" ou "esse elemento da sua religião é retratado no meu jogo de forma distorcida". A conquista chamava a pessoa de fraco. Não a religião. A pessoa.


A pessoa ser chamada de fraco não foi o motivo da mudança e muito menos a razão desta thread ter sido criada. A religião sim.
Mais uma vez:

Uma pessoa que faz A é ridícula.

Ideia A é ridícula.

Mesmo que uma pessoa faça A por razões religiosas as duas frases são diferentes.

Não entendo a insistência de alguns em dizer "fato" enquanto contrariam o que foi dito pelo CM. O mesmo diz que não é precedente, algumas pessoas explicam uma lógica que permite que entendamos pq não seria um precedente... mas o resto fica ignorando os fatos realmente apresentados e inventando sua própria interpretação.
A pessoa ser chamada de fraco não foi o motivo da mudança e muito menos a razão desta thread ter sido criada. A religião sim.


Discordo. Se a conquista pudesse ser associada a um grupo de pessoas por motivo não religioso, ela também seria mudada. Time de futebol, nacionalidade... Se ofendesse a pessoa por qualquer motivo, a reclamação seria válida.

A religião pode ter sido a razão porque esse tópico foi criado, mas não a razão de a conquista ter sido mudada.
Mais uma vez:

Uma pessoa que faz A é ridícula.

Ideia A é ridícula.

Mesmo que uma pessoa faça A por razões religiosas as duas frases são diferentes.

Não entendo a insistência de alguns em dizer "fato" enquanto contrariam o que foi dito pelo CM. O mesmo diz que não é precedente, algumas pessoas explicam uma lógica que permite que entendamos pq não seria um precedente... mas o resto fica ignorando os fatos realmente apresentados e inventando sua própria interpretação.


As duas orações podem ser diferentes, mas A continua sendo ridícula, e a pessoa que faz A também. E se a pessoa faz A, já exposto como ridícula, por causa da religião, a religião também é ridícula, já que ela exige uma ação ridícula. A leva a B, B leva a C - raciocínio lógico.

Para ficar mais claro e exagerando bem... Vamos supor que a uma religião mande cortar a cabeça de todos os recém nascidos. O praticante dessa religião, bom seguidor dos preceitos religiosos, corta a cabeça de todos os recém nascidos. Ele é um infanticida. Podemos dizer que a religião é infanticida também.

O que o CM diz não é verdade universal, se argumentação dele foi falha, nós não temos que justificar a fala dele com argumentos igualmente falhos e aplicar como algo que não pode ser questionado. Duvido que tenha sido essa a intenção dele.

http://pt.wiktionary.org/wiki/precedente

Precedente: substantivo masculino - fato que permite entender um outro fato análogo e posterior; decisão ou modo de agir que serve de referência para um caso parecido; exemplo
fato ou ato anterior invocado como justificação ou pretexto para se agir da mesma forma.


Discordo. Se a conquista pudesse ser associada a um grupo de pessoas por motivo não religioso, ela também seria mudada. Time de futebol, nacionalidade... Se ofendesse a pessoa por qualquer motivo, a reclamação seria válida.

A religião pode ter sido a razão porque esse tópico foi criado, mas não a razão de a conquista ter sido mudada.


Foi.

http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/6794211920

ate quando teremos que conviver com uma conquista que fere os direitos assegurados em qualquer constituição de qualquer pais do mundo o direito de ter sua escolha religiosa respeitada vejo meus direitos serem ultrajados e humilhados todos os dias com uma conquista odiosa e um titulo que zomba do que ele realmente representa venho aqui manifestar repudio e pedir encarecidamente que os desenvolvedores revejam esse ultraje e uma tremenda falta de respeito com um ser criador mantenedor onde só ha salvação vindo dele sei que muitas pessoas aqui não acreditam mas o fato de não se acreditar em uma coisa não significa que ela não exista então por respeito a mim e a toda uma nação reveja essa odiosidade que é a conquista DESCANSAR NO SÁBADO E PARA OS FRACOS E TIREM TAMBÉM O TITULO SABÁTICO POIS NÃO CONDIZ COM A VERDADE vocês estão humilhando um povo que sofreu com holocausto que sofre ate hoje com guerras


http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/6794211920?page=13#258

(Resposta do CM)

A questão foi enviada para nossa equipe de tradução a fim de ser considerada uma alteração no texto da conquista e no título em um patch futuro.


Obrigado pelo feedback.
http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/7200062325

venho aqui agradecer a BLIZZ e a todos que compõe o quadro de programadores,tradutores,etc pela alteração da conquista DESCANSAR NO SÁBADO É PARA OS FRACOS gostaria de manifestar publicamente cada vez mais minha admiração e respeito por essa empresa séria que realmente se importa com seus clientes fazendo o possível dentre o impossível para agradar a todos. essa atitude só vem a aumentar cada vez mais a credibilidade e o respeito com seus clientes obrigado mais uma vez a todos. o santo dia do CRIADOR foi respeitado essa vitoria pertence somente a ele
Mais uma vez:

Uma pessoa que faz A é ridícula.

Ideia A é ridícula.

Mesmo que uma pessoa faça A por razões religiosas as duas frases são diferentes.

Não entendo a insistência de alguns em dizer "fato" enquanto contrariam o que foi dito pelo CM. O mesmo diz que não é precedente, algumas pessoas explicam uma lógica que permite que entendamos pq não seria um precedente... mas o resto fica ignorando os fatos realmente apresentados e inventando sua própria interpretação.


As duas orações podem ser diferentes, mas A continua sendo ridícula, e a pessoa que faz A também. E se a pessoa faz A, já exposto como ridícula, por causa da religião, a religião também é ridícula, já que ela exige uma ação ridícula. A leva a B, B leva a C - raciocínio lógico.
Vc evitou a analogia importante. O improtante não é se A é ou não ridículo (como aliás acho que vc também já disse). O importante é que independente da origem de A, uma oração cria uma igualdade entre "pessoas" e "fracos". Uma frase insulta uma pessoa, outra insulta a religião.

Se vc entender assim a analogia verá pq não é um precedente para mudar qualquer coisa.
Nada aí diz que a mudança foi por ofender a religião. O pedido da mudança foi por razão religiosa, mas ninguém da Blizz disse que mudou porque o rapaz pediu. Do meu ponto de vista, o pedido (muito mal formulado) trouxe a tona o problema que a Blizz reconheceu ser um problema por ser ofensivo à pessoa que segue a religião.

Você pode ver conspiração em tudo que a Blizz faz, mas tem uma razão mais do que razoável para ter havido essa mudança. O fato da Blizz nunca ter mudado todos os inúmeros exemplos de como o jogo vai contra as diversas religiões, mas mudou o único exemplo em que o jogo ofendia a pessoa que segue uma religião deveria ser evidência suficiente para você deixar o chapéu de papel alumínio de lado e seguir em frente.
Não evitei não, continua sendo motivo religioso.

<.<

>.>

Chapéu de Alumínio?! Teoria da Conspiração?! Ofensas pessoais agora?

Chega, desisto! Seguindo em frente...

E ofensa por ofensa... Não sei porquê me deu uma vontade de ler a Bíblia, o Novo Testamento, em especial a parábola dos porcos.
12/12/2012 23:42Citação de Domitilla
Não evitei não, continua sendo motivo religioso.
Então façamos a seguinte hipotética:

Eu reclamo de uma frase por razão B. No meu post eu uso palavrão, xingo todo mundo, faço mais do que o suficiente pro tópico ser fechado.

O tópico chega a 30 páginas e é fechado.

A reclamação é investigada e descobrem C.

Na próxima atualização a frase está diferente.

Você pode chegar a uma conclusão baseado nisso sobre qual das duaz razões, B ou C, foi determinante na decisão? Ou vc tem dados insuficientes?
Post do Rhastion, nesta thread:

É uma redundância dizer isso já que qualquer decisão que for tomada irá agradar alguns e desagradar alguns outros. Além disso, o título do tópico está um pouco incoerente com a realidade, já que a mudança em destaque foi feita justamente devido a uma consideração levantada por clientes. Não generalize as coisas.

Porém, vale lembrar que em termos gerais, a mudança foi feita por um motivo que foi considerado plausível. Vamos tomar cuidado com as correlações que não tem muito a ver com a realidade. Se pensarmos bem, qualquer situação/texto/argumento pode ser desvirtuado e interpretado de uma forma que pode ser considerado ofensivo para um grupo X ou Y.


... já que a mudança em destaque foi feita justamente devido a uma consideração levantada por clientes...


Consideração essa referida em meu post anterior.

http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/6794211920

Lógica: A leva a B que leva a C.

Junte-se à conversa