Medo de falar com as pessoas, mais alguém?

Geral
Anterior 1 8 9 10 Próxima
19/02/2013 19:42Citação de Skeith
Entretanto, sou péssimo para arranjar assunto para conversa. Se eu não conheço a pessoa, então a chande de eu entrar mudo no ambiente onde ela se encontra (sei lá, uma sala de espera para o dentista) e sair calado são absurdamente gigantes. E se ela vier com assunto de sei lá... tipo, "viu o filme do AtorX?", literalmente f****, porque eu não sei quem é o AtorX, posso até ter visto o filme, mas eu não ligo para os atores (tenho que ter visto ele múltiplas vezes para pensar em saber o nome). Programas da TV? Não vejo nenhum, minha TV à cabo é um enfeite (a TV aberta é um esgoto gigante). Pego tudo que me interessa pela internet e compro alguns BDs. Notícias eu leio em revistas/jornais/sites.

É realmente difícil para eu puxar assunto também, ainda mais quando a pessoa não compartilha nenhum interesse meu. Não gosto de generalizações, mas brasileiro gosta de falar de coisas bestas e fúteis. E são esses mesmos brasileiros que passam o dia todo no Facebook, mostrando a todos o quão inteligentes são por saber que políticos são corruptos.

Tinha uma vez que eu estava em viagem, e no hotel onde eu estava tinham 4 computadores que eram livres para o uso dos hóspedes. Eu não havia levado o notebook nessa viagem, então eu fui lá para falar com alguns amigos, dizer como a viagem ia, etc. Eis que chega um cara, aparentando entre 25 e 35 anos. Ele pediu pra usar, beleza, eu falei que só ia me despedir pra galera e liberar o uso do pc pra ele.

Nesse meio tempo, ele me vira e diz "Quem que você acha que vai sair na Fazenda?" aí eu simplesmente não soube o que dizer, eu não queria ser grosso. Ele se ligou e disse "Ah, você não assiste A Fazenda, né?" e eu afirmei. E um menino de 16 anos foi taxado de antiquado por não assistir um reality show que não te trás nada de bom...
Notmad, vou te contar meu segredo em relação as novelas.
Não as vejo, mas é só ver as chamadas na programação, e ficar cinco minutos numa fila em caixa de supermercado, vendo as capas de revista da semana, e você saberá tudo o que precisa saber sobre qualquer novela, global ou não.
Além do mais, novela tem um fiapo de trama que não muda nunca: Mocinha conhece Mocinho, se apaixonam, alguém quer separa-los (escolha entre ex-companheiros raivosos, pais autoritários, mães dominadoras...), alguém consegue separá-los, eles vagam sofrendo pelos capítulos, até que se encontram novamente e ficam juntos. Casando no último capítulo, claro.

Já BBB e Fazenda não me desce. O 1º BBB até acompanhei mais ou menos, e já foi o suficiente.
Ver um bando de desocupados armando intrigas entre si não tem nada de interessante.
Prefiro realitys de competição, como o Project Runway, pois cada competidor está ali mostrando seu próprio trabalho, não tem gente tentando derrubar os outros.
Vence quem tem talento, ou sabe interpretar melhor a proposta de cada desafio.

Prefiro séries. Também têm seus vícios, suas redundâncias, mas é uma hora por dia, uma vez por semana, bem menos arrastado do que novelas. Não me tirem meu NCIS nem meu Once Upon a Time, que eu choro.
E creio ter entendido o final de Lost. E gostei dele (agora, sei que vou apanhar)
=D
Então Analieu, eu acho que pra tudo tem uma excessão.

Uma coisa é uma pessoa, que passa o dia todo esperando pra ver a novela e não faz nada da vida.

Outra é uma pessoa que sai às 08:00 de casa, volta às 20:00 e a única coisa que quer fazer é descansar. Eu acho que uma pessoa dessa não merece ter alguém julgando suas escolhas.

Novela é fútil? Sim. Acrescenta algo? 95% das vezes não. Mas é um passatempo, assim como a maioria das séries que eu assisto.
19/02/2013 19:08Citação de Notmad
Algumas pessoas do fórum são como eu citei acima, e eu gostaria muito de um dia poder conhecê-los. Kick, Waan, Karýn, Kar, Máxima, Analieu, Ferronegrão, Chequer, Driver...


nhaaammm *.* Aparece la no RC da Sapphire pra gente falar idiotisses e dar risada :D

Notmad, vou te contar meu segredo em relação as novelas.
Não as vejo, mas é só ver as chamadas na programação, e ficar cinco minutos numa fila em caixa de supermercado, vendo as capas de revista da semana, e você saberá tudo o que precisa saber sobre qualquer novela, global ou não.
Além do mais, novela tem um fiapo de trama que não muda nunca: Mocinha conhece Mocinho, se apaixonam, alguém quer separa-los (escolha entre ex-companheiros raivosos, pais autoritários, mães dominadoras...), alguém consegue separá-los, eles vagam sofrendo pelos capítulos, até que se encontram novamente e ficam juntos. Casando no último capítulo, claro.


Por isso que eu só assistia novelas mexicanas!! Acredita que uma vez eu vi uma novela que a personagem principal era má!!!! Melhor novela de todas.

19/02/2013 20:38Citação de Analieu
Já BBB e Fazenda não me desce. O 1º BBB até acompanhei mais ou menos, e já foi o suficiente.


Eu assisti o BBB10
#prontofalei #forçaehonra #douradocampeão

xD
-Allan

Larga mão de ser mentiroso, você fala desembestadamente HAhHAhHAHAHHA
"( sim ainda julgo o conhecimento da pessoa no jogo pelo numero de conquista hahaa )"
Então eu que te ensinei a jogar não sei de nada? =/

-Neves
Se eu te topo nessas montanhas de Azeroth, te healo full seu lindo XD HAhHAHAhHAhHAHA


Não entendi nada... O que eu quis dizer é que não fico me contendo ao falar as coisas na net, não dou a mínima para o que pensam de mim sobre o que eu falo aqui.

E eu não sei quem é você! E sim eu não tenho conquista, não tenho char mais forte do que este Draenei aqui da imagem e sou melhor do que você!
Para mim, assistir BBB é o cúmulo do fútil. É a prova de que você sofreu morte cerebral. Pode doar os órgãos.

Vai assistir um desenho voltado para crianças de 3 anos que é mais interessante.
-Julgamento

Na verdade quem não entendeu nada fui eu.
Mas vou tentar te esclarecer pra você, Novinha (Allan) é um parceiro da minha guild, 'conheço' ele a algum tempo já, sempre brincamos...Achei engraçado ele falar que julga o conhecimento de um player pela quantidade de achieves...Essa é minha segunda conta, tudo que eu tive vontade de farmar pra acumular pontos de conquistas ficou pra traz, eu não tenho o mesmo animo de fazer 2x a mesma coisa, dai, fica nisso...
Disse isso sobre conquistar como um exemplo pra ele, eu tenho 5k e um pouquinho de achievs e jogo a muito tempo, não sei de tudo mas sei o suficiente pra ensinar alguém...numero de conquistas não quer dizer nada sobre o que você sabe ou deixa de saber, se você não percebeu, eu fui irônica com ele ^^
Para mim, assistir BBB é o cúmulo do fútil. É a prova de que você sofreu morte cerebral. Pode doar os órgãos.

Vai assistir um desenho voltado para crianças de 3 anos que é mais interessante.


BBB é ótimo assistir para ver o quão idiota é o ser humano e seu comportamento tão simplista e boçal. Como o Brasileiro médio se espelhe e age em pessoas totalmente aleatórias que refletem em partes uma cultura e comunidade.

Mas não recomendo assistir por essa razão pois por horas prolongadas e sem cuidado pode trazer atrofiação do cérebro.
Cara to vendo que tem bastante gente aqui que tem esse problema de se socializar.

Porque vocês não criam uma sala em TS, RC e etc. e fazem umas Random BG juntos, uma Ulduar (que é só senta o dedo nos Boss) e que se f**** se vocês ganham ou não, se você joga bem ou não, não precisa ter vergonha de acabar não entendendo uma mecânica ou não ser bom em PvP. Apenas se divirtam...

Tipo o RC da Karyn..

Esses dias eu entrei numa Random BG com uma premade do Kel'thuzad (saudades desse realm) não saímos da sala inicial. A P***ria rolo solta :) .
Tópico interessante, o OP trouxe à baila uma peculiaridade inerente a muitos de nós. Entendo esse problema. Sempre fui a garota do canto, a que senta e abre um livro ao invés de ficar tagarelando com uma dúzia de pessoas. Não tenho o hábito de chegar e puxar assunto com desconhecidos. Entretanto, se qualquer um vier falar comigo, recebo muito bem.

Como o Skeith mencionou, também sou terrível para conseguir assunto com alguém que não conheço muito bem. Depois de poucos minutos de conversas triviais, o silêncio começa a habitar o lugar. Admiro as pessoas que têm a habilidade de sempre tirar assunto sabe-se lá de onde.

O Hikz deu a ideia de jogarmos RPG, com argumentos muito sólidos, que reitero. =) O problema é que, apesar de jogar RPG desde guriazinha, tudo sempre aconteceu entre amigos e família. É só aparecer alguém diferente na mesa que fico muito mais retraída. E quanto a mestrar/narrar as aventuras, a timidez maltrata mais, mesmo quando se trata de conhecidos. Para completar, se a mesa consistir em mais de três pessoas, passo a “mestrar” com o rosto quente, lol. Mas sim, é uma boa dica, a gente melhora a desenvoltura ao falar e aprende a se entrosar mais com os amigos.

No WoW, sempre joguei com pessoas próximas, então por muito tempo não cheguei a precisar sentir na pele o que o Kick expôs. Acontece que agora, 90% das pessoas que jogavam comigo deixaram o jogo. Minha guida é de fantasmas. O namorado loga muito esporadicamente, então minha atividade se resume ao que uma pessoa consegue fazer no WoW sozinha. ;p

Enfim, acho que a solução mesmo é fazer. Fecha os olhos e vai. Também não dá para se prejudicar por causa da timidez. Acho válido também, como muitos mencionaram aqui, procurar a ajuda de um especialista, quando o problema vai além de um mero acanhamento.
-Simbelmynë

Me sinto muito parecida com você, em quase tudo que você descreveu...
Na verdade eu consigo facilmente puxar 'conversa' com alguém no wow, sendo em chat, me sinto livre e digo ate muitas abobrinhas, só depois penso um pouco e percebo que falei de mais xD
Já pra interagir com pessoas que eu não conheço, e ate mesmo com pessoas que já fui muito amiga na vida real, é complicado e difícil pra min, eu fico sem papo, sem assunto, sem rumo e com um certo receio do que conversar...Exemplo disso foi hoje, meu primeiro dia de treino na academia, o instrutor foi me passando os exercícios e eu simplesmente fui fazendo, as únicas coisas que eu falei com ele foram:-pronto terminei e um bom dia quando sai...Durante meu treino, tinha uma mulher que tentou puxar assunto comigo, e eu me senti meio sem saber o que dizer pra ela, o que eu iria conversar com alguém que possivelmente não tem nada em comum comigo? eu não vejo tv, eu não saio pra festas, eu não curto essas musicas 'convencionais'...Eu só respondi o que ela perguntou e não acrescentei mais nada a possível conversa...

Quando saio de casa, me vejo pensando nas coisas que estão aqui, no meu jogo, nos meus livros...e sinto uma vontade incontrolável de voltar logo pra casa...
Para mim, assistir BBB é o cúmulo do fútil. É a prova de que você sofreu morte cerebral. Pode doar os órgãos.

Vai assistir um desenho voltado para crianças de 3 anos que é mais interessante.

Acho que a única carreira que possa se importar com qualquer reality show seria a Psicologia, para estudar como o ser humano age sob observação, sabendo que qualquer atitude pode causar algo ruim para você (no caso, ser eliminado do programa).
20/02/2013 12:52Citação de Notmad
Acho que a única carreira que possa se importar com qualquer reality show seria a Psicologia, para estudar como o ser humano age sob observação, sabendo que qualquer atitude pode causar algo ruim para você (no caso, ser eliminado do programa).


Eh bem interessante observar isso msm. Principalmente a questão da manipulação e contradições. São raros, mas as vezes tem pessoas mto inteligentes no BBB, tipo o Jean Massumi. Faz mto tempo que nao vejo nem TV, mas qnd eu era adolescente passava grande parte do dia entre tv, video game, jogos online.
Bom estou escrevendo esse tópico pra ver se mais alguém sofre do problema que estou passando... Que não é novo.

Tudo começou ainda na LK, eu fiquei meio tímido em me comunicar em tempo real com as pessoas. Então desde esse tempo eu nunca mais montei uma raid com pessoas que não fossem meus amigos e nunca fui muito de entrar em contato direto com outras pessoas, a menos que eu estivesse muito noiado.

Ultimamente eu estou frustrado pois estou com vergonha de montar um grupo pra farmar meu set T11 Heroic. Sim, vergonha de postar no trade, de juntar o povo no TS/Skype e conversar com eles.

A verdade é, por mais tosco que isso possa parecer, eu sou tímido. Se alguém chegar pra conversar comigo, eu vou falar. Se alguém me chamar pra um grupo pra fazer alguma coisa, eu vou falar e tal. Mas eu correr atras e falar com as pessoas... Not...

Nem no TS da guilda eu fico muito tempo, por não conhecer ninguém e não conseguir chegar do nada pra bater um papo.

Gostaria de saber de vocês, só eu que ando "socially awkward" ultimamente ao ponto de nem conseguir fazer as coisas, ou tem mais alguém ai assim?

É muito ruim não conseguir ser ativo socialmente em um jogo social. O fórum é o único lugar que eu consigo defecar pela boca livremente, talvez por não ser em tempo real ou não ser conversando...


No início quando comecei a jogar wow eu era assim já que eu nunca havia precisado me comunicar por voz com outras pessoas na net, eu não curto ficar conversando muito com o pessoal do jogo e tal, em raide eu falo só o necessário e skype eu converso com as pessoas que conheço na real, só que pra tu não conseguir juntar gente pra fazer tuas coisas é estranho o.o mas tu não precisa postar no trade, quando o povo está pugando manda um sussurro e acho que ninguém vai te obrigar a falar muita coisa na raide.

Abraço e boa sorte com teu set titio.
Eu iria posta sobre o assunto ai li na ultima pagina nego discutindo sobre BBB e desisti agora vou volta a ver bob esponja enquanto jogo wow, faleus.
20/02/2013 14:08Citação de Elíot
Eu iria posta sobre o assunto ai li na ultima pagina nego discutindo sobre BBB e desisti agora vou volta a ver bob esponja enquanto jogo wow, faleus.


E cara, também pensei o mesmo
20/02/2013 12:24Citação de Tricër
Já pra interagir com pessoas que eu não conheço, e ate mesmo com pessoas que já fui muito amiga na vida real, é complicado e difícil pra min, eu fico sem papo, sem assunto, sem rumo e com um certo receio do que conversar...Exemplo disso foi hoje, meu primeiro dia de treino na academia, o instrutor foi me passando os exercícios e eu simplesmente fui fazendo, as únicas coisas que eu falei com ele foram:-pronto terminei e um bom dia quando sai...Durante meu treino, tinha uma mulher que tentou puxar assunto comigo, e eu me senti meio sem saber o que dizer pra ela, o que eu iria conversar com alguém que possivelmente não tem nada em comum comigo? eu não vejo tv, eu não saio pra festas, eu não curto essas musicas 'convencionais'...Eu só respondi o que ela perguntou e não acrescentei mais nada a possível conversa...


Entendo o que quer dizer. Comigo funciona mais ou menos da mesma forma. Sou educada, então sempre cumprimento as pessoas quando chego a um lugar. Depois disso, no entanto, fico lá, quietinha, no meu canto. Nesse caso, nem tenho a necessidade de puxar conversa e ficar falando. Há certo conforto no silêncio. O problema é que as convenções sociais fazem com que sintamos certo constrangimento ao praticar essa quietude. Aí começa a tortura: “Eu deveria falar algo”.

É difícil, né? Assim como você, também não gosto de noitada, não gosto das tais "músicas convencionais" e não sou muito de TV (exceto por séries, adoro algumas ;p). Dessa forma, naturalmente, ficarei boiando em conversas que falam sobre carnavais, bebedeiras e BBBs da vida. Sobre isso, não tenho nada a adicionar e nem faço questão. Imagino que você também não.

O problema mesmo é o incômodo de não conseguir puxar e continuar o assunto; o imenso monólogo que travamos internamente; as frases ensaiadas e meio bobas... Toda essa ansiedade por muito pouco, se pararmos para pensar.
meu maior problema desse tipo na ( vida real ahahsahs) é quando estou falando com alquem pela primeira vez e sei que a pessoa vai me julgar pela roupa pela voz pelo cabelo por tudo que não gostar da minha aparência.....
Holyheart
Sacerdote Pandaren 90
Ragnarøk
5480
Um pouco de fobia social causada pela escassez de relacionamentos fora do mundo virtual, somado ao fato de que o jogo tem sido levado muito a sério e os players estão cada vez mais agressivos acaba deixando as pessoas retraídas. Você não pode errar ou as pessoas te xingam; não pode perguntar algo que não sabe porque soa até ofensivo não saber, como se as pessoas precisassem fazer um download cerebral de todos os conceitos do WoW.

Muita responsabilidade, trabalho, stress e pouca diversão - exatamente como um emprego, mas não remunerado. Não remunerado, mas você PRECISA ser o melhor, mais equipado, com mais gold, com mais conquistas, com mais montarias - precisa mostrar resultados, rendimentos. Acaba colocando na cabeça que para chegar a tais objetivos você precisa jogar mais e mais. À sombra disso, ficam os relacionamentos interpessoais, os passeios, as conversas... vamos saindo menos, falando menos, com medo das respostas grosseiras, agressivas, absurdas e desproporcionais que tantas vezes lemos/ouvimos.

Ainda acredito no princípio da gentileza. Tratar as pessoas com cordialidade, ajudar, se divertir, trocar ideias e boas risadas fazem os 15 reais mensais valerem a pena. Se a progressão não for uma consequência e sim o objetivo principal, Azeroth viverá sempre em guerra. Horda contra aliança, guilda contra guilda, player contra player, num caos em que ninguém mais sabe porque está guerreando, enquanto o sha da raiva se alimenta dos banquetes que oferecemos. E nos trancafiamos no silêncio, uma fortaleza necessária a quem aprendeu a ter medo do fogo amigo.


Concordo, Holyheart!
Fiz várias dungeons num dia desses com um grupinho internacional que representava tudo isso que você disse. Eu não quero só ficar upando, upando, loucamente... Quero prestar atenção à história, quero participar, saber o que estou fazendo... Não só sair matando mob sem saber a razão. Já fiz algumas dungeons que não dava tempo de fazer nada, mas com esse grupinho foi algo sensacional. O tanque perguntava se todos estavam prontos antes de atacar qualquer boss, checava se todos estavam com seus buffs em dia, mana OK, etc... Agradeciam o healer quando eram curados, e quando um item dropava, perguntavam se alguém realmente precisava daquilo, aí todos os outros davam "Pass" pra pessoa pegar rapidamente. Foi muito divertido, foi o dia que passei mais tempo na frente do computador. Se houvesse mais jogadores assim, mundos como o de WoW serviriam pra ajudar quem tem fobia social, e não um agravante como esse tópico já demonstrou.

Mas para quem sofre desse tipo de problema, um esclarecimento: A maioria desse tipo de transtorno é resolvida com psicoterapia. Partir diretamente para tratamento psiquiátrico pode não ser uma boa idéia, visto que esses medicamentos sempre trazem efeitos colaterais, às vezes graves. O ideal é consultar um psicólogo e aí se ele achar necessário, encaminha para que um psiquiatra forneça a medicação e o tratamento prossiga. Desse jeito a coisa anda bem mais rápido e com resultados mais efetivos e duradouros.

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum