StarCraft® II

Perguntas e respostas sobre desenvolvimento criativo - Parte 2

Perguntas e respostas sobre desenvolvimento criativo - Parte 2

Na continuação de nossa série, Brian Kindregan, um dos autores principais de StarCraft II: Wings of Liberty  e autor principal de Heart of the Swarm responderá algumas das perguntas mais latentes que vêm sendo feitas pela comunidade desde os primeiros dias de Wings of Liberty.

Pergunta: Jim tinha uma família antes de conhecer Kerrigan. Uma mulher e um filho. Como isso interfere naquela história de “único amor verdadeiro" com Sarah?

RespostaNós nunca dissemos que Kerrigan foi o único amor verdadeiro de Jim.

Ele teve uma vida maravilhosa por uns poucos anos e perdeu tudo. Entrou em uma nova fase da vida (ou voltou a uma antiga) como soldado, uma fase em que a vida é mais intensa. As emoções estão sempre no ápice. Jim teve sentimentos muito fortes por Sarah, até chegou a amá-la, mas nada disso é uma traição ao que sente por sua família. As pessoas entram em luto mas seguem em frente... um dia.

PerguntaNo final de WoL, o império de Mengsk se viu à beira da ruína. Os zergs invadiram a maioria dos mundos periféricos e estavam se aproximando dos principais. Raynor revelou o genocídio de Mengsk em Tarsonis a toda a população da Supremacia, que se revoltou abertamente nas grandes cidades, inclusive em Augustogrado. O filho dele, então, comandou metade das frotas em uma tentativa desesperada de matar a Rainha das Lâminas. Como Mengsk conseguiu manter o controle da Supremacia Terrana em meio a todas essas guerras e conflitos? 

Resposta: Com um misto de brutalidade, de maquinações terríveis e da boa e velha esperteza. O império de Mengsk em Heart of the Swarm não está nem um pouco seguro, mas ele é esperto e tem muitos mecanismos para se manter no poder. Se o Enxame resolvesse destruir o império, ele não teria como resistir, e se os kelmorianos ainda representassem uma ameaça na época, poderiam ter sido a gota d'água. Mas não esqueçam que o Enxame só estava dominando planetas para buscar o artefato, e que ele ficou dividido quando a Rainha das Lâminas desapareceu. E os kelmorianos mal conseguiam se manter inteiros naquela época.

Pergunta Por que Jim Raynor esqueceu tudo o que aconteceu em SC1/BW e, em vez de matar Kerrigan (ele a viu fazer algumas coisas BEM maléficas), se apaixonou por ela ou algo parecido?

Resposta: A primeira coisa a se considerar é o modo como Jim via Kerrigan. Certamente Horner, Tychus e a tripulação da Hipérion a viam como uma criatura vil que deveria pagar pelo que fez. Eles não faziam distinção entre Kerrigan e a Rainha das Lâminas, e, por muito tempo, Jim também não devia fazer. Mas, assim que Valerian falou em salvar Sarah, uma porta se abriu na mente de Jim. Será que ainda poderia existir a velha Sarah (uma assassina de sangue frio, mas não uma assassina em massa...) dentro daquela rainha alienígena impiedosa? Seria possível? Eu não acho que Jim soubesse ao certo a resposta. Ele já vira a Rainha das Lâminas enganar a todos, e não acho que confiaria no bom senso de Valerian. Portanto, Jim seguiu a própria intuição, como sempre. Ele tinha uma escolha: manter-se firme no ódio que nutria por Mengsk e pela Rainha das Lâminas ou agarrar-se à esperança de que talvez pudesse consertar as coisas. E sua intuição mandou que aproveitasse essa chance.

Jim perdeu muitas coisas na vida, mais do que a maioria das pessoas, o que ajudou a fortalecer a ideia de redimir Kerrigan. Perdeu família, amigos, planetas, ideais... e pensou ter perdido Kerrigan também. Então, descobriu que havia esperança de redimi-la. Era a primeira oportunidade que tinha de reconquistar algo que pensava ter perdido, a única oportunidade de melhorar as coisas, em vez de só impedi-las de piorar.

Pergunta: De que maneira unidades como Mutalisca e Vudu conseguem voar no espaço se lá não existe ar?

Resposta: Outra ótima pergunta que já foi assunto de discussões internas, com direito a puxões de cabelo e a móveis sendo arremessados. Basicamente, mutas produzem um gás que é expelido, impulsionando a massa delas. Mesmo no vácuo isto causa propulsão, pois o gás faz força no sentido contrário de sua excreção. A muta tem dificuldade de manobrar, mas pode expelir o gás em várias direções.

Quando as mutas estão dentro da atmosfera, elas simplesmente usam as asas. O gás fica reservado para viagens espaciais. E se alguém estiver se perguntando: por que elas batem as asas no espaço? Instinto. Assim como um cachorro que mexe a pata traseira quando você coça a barriga dele.

Quanto a unidades terranas e protoss, a resposta é ainda mais simples: elas só estão equipadas com sistemas de propulsão padrão quando precisam viajar no espaço.

 

Caso você esteja curioso por mais perguntas, confira a primeira parte do nosso Perguntas e respostas sobre desenvolvimento criativo. Teremos muito mais perguntas e respostas para você nas próximas semanas.

Carregando Comentários...

Um erro ocorreu durante o carregamento.