StarCraft® II

Desde sua concepção, os zergs buscam a perfeição de sua raça por meio da evolução predatória, implacável. Se a Supermente foi a força por trás desse objetivo, a criatura conhecida como Abathur nasceu como a ferramenta das suas vontades.

Abathur é um antigo organismo, que há muito já serve como "mestre de evolução" — a mão que tece as sequências de DNA zerg em mutações, tanto para zergs já existentes como para variedades novas. Trabalhando sozinho, a forma como Abathur aborda a evolução do Enxame é heterodoxa: ele consome tecido vivo e o dissolve em seus componentes genéticos que podem ser reorganizados rapidamente (muitas vezes de forma dolorosa).


Os métodos de Abathur não são a única maneira de evoluir o Enxame, mas ele os refinou ao longo de anos de andanças após a morte da Supermente zerg original. Durante sua estadia em Char, Abathur, distante e meticuloso, modificou todos os zergs que encontrou e ficou obcecado em diversificar o Enxame.


Dentro das limitações de uma criatura do enxame, Abathur se vê como responsável direto pela continuação dos zergs. Encara cada experimento como se a sobrevivência da espécie dele dependesse e não tolera nenhum retrocesso evolucionário. Abathur fará o enxame progredir... e o transformará completamente no processo.

Carregando Comentários...

Um erro ocorreu durante o carregamento.