StarCraft® II

Planetas

Aiur Berço dos protoss e antigo centro de seu império interestelar. Aiur agora é uma área de procriação dos zergs e repleto de resquícios da guerra. Braxis Apesar de uma longa história de colonização por ambos os protoss e os terranos, o planeta de gelo Braxis tem a reputação de ser um dos mundos mais inóspitos do setor Koprulu. Char Char é a base de operações do Enxame no setor Koprulu, um mundo brutal cheio de cinzas com um extenso aglomerado de colméias e habitado por milhões de zergs. Kaldir O isolado e gélido planeta Kaldir sempre foi difícil de ser colonizado, mas abriga algumas formas de vida bem distintas. Korhal Mundo da autoridade real da Supremacia Terrana. Korhal IV é um testamento irradiado da história de guerras da humanidade no setor Koprulu. Mar Sara Invadido pelos zergs e depois incinerado pelos protoss, o isolado planeta de Mar Sara foi terraformado e re-colonizado pelos intrépidos terranos em 2502. Moria Considerado o mais lucrativo mundo de mineração dos terranos no setor Koprulu. O vasto planeta vermelho Moria é governado pela corrupta União Kel-moriana. Nova Folsom Mortal, instável e inacessível para qualquer um exceto pelas naves militares com blindagens pesadas. NovaFolsom serve como o aterrorizante planeta-prisão da Supremacia Terrana. Phaeton A paisagem de Phaeton é desértica e inóspita, o que torna o lugar excelente para aqueles que desejam esconder ou para o surgimento de uma nova casta zerg. Shiloh Além de ser o planeta natal de Jim Raynor, o temperado mundo de Shiloh é conhecido pela tenacidade do suas comunidades rurais e agricultura. Tarsonis Antigamente o eixo central da economia e governo da Confederação, Tarsonis agora é um mundo arruinado sob uma rigorosa quarentena imposta pela Supremacia Terrana. Umoja Umoja, um dos primeiros mundos colonizados pelos terranos, é a sede do poder do Protetorado de Umoja, uma entidade política com ideologias opostas à tirânica Supremacia. XT39323 O planetoide XT39323 está situado em espaço Umojano, mas o titânico laboratório de xenobiologia permanece oculto dos cidadãos do protetorado.