Prévia de Área de Mists of Pandaria: Vale das Flores Eternas

Mists of Pandaria tem uma área única, diferente de tudo o que já apareceu nas outras expansões até hoje. O Vale das Flores Eternas é uma área de nível máximo que traz para os jogadores uma série aleatória de missões desafiadoras a cada dia. Para explicar essa nova característica do jogo e a história por trás dela, temos aqui o Designer de Missões, Craig Amai.

Veil of Eternal Blossoms 1

Veil of Eternal Blossoms 2

P. Então, o que há de interessante no Vale das Flores Eternas? Qual a história do lugar?

R. O Vale das Flores Eternas era a sede do império mogu em tempos remotos. Quando os mogus foram derrotados pelos pandarens, a capital foi mudada para a Floresta de Jade, a leste, e os portões do vale se fecharam para o mundo exterior.  Dentro do vale, um pequeno grupo de protetores especialmente escolhidos, conhecidos como o Lótus Dourado, continuou a vigiá-lo, mantendo-o puro e protegido, com ajuda ocasional dos Shado-Pan.

Mais recentemente, o Lótus Dourado tem se preocupado cada vez mais com batedores mogus que, de alguma forma, passaram pelos portões. Eles precisam da ajuda dos Shado-Pan outra vez, e talvez até de alguns forasteiros, se estes provarem que são dignos do privilégio. Os aventureiros que conseguirem ajudar o Lótus Dourado logo perceberão que os mogus têm em mente algo muito maior do que fazer o reconhecimento do Vale e que o plano deles tem a ver com o retorno do mais temido dos mogus, o próprio Rei Trovão.

  

P. O vale é um lugar lindo! Quais são os seus três locais favoritos lá?

R. Um dos meus locais favoritos no vale é a Vila da Bruma Baixa, uma pequena cidade estabelecida ao sul por refugiados de Kun-Lai. Mas não é o estado natural desse local que o torna tão especial para mim. É mais a maneira como a vila vai mudando dramaticamente em resposta aos eventos que ocorrem na área. Em dias normais, a aldeia é povoada por mercadores, cozinheiros, peões de obra e fregueses de bar; os jogadores aventureiros só encontrarão um pouco de aventura nas tarefas de caça, ou de apascentar os espíritos inquietos do cemitério próximo. Em outros dias, duendes da floresta correm por toda parte, causando encrenca, roubando barris da famosa cerveja da cidadezinha e dando uma festa barulhenta na parte mais alta do vilarejo; às vezes, eles ficam mais perigosos e chutam os braseiros do lugar, espalhando incêndios perto das cabanas recém-construídas. Pior ainda, em outros dias, os mogus Shao-Tien invasores saqueiam a cidade, prendendo todos os aldeões na taberna e ateando fogo a todas as cabanas, enquanto o poderoso líder deles tenta invadir a tumba escondida atrás da cidade. Esse tipo de variação faz com que a Vila da Bruma Baixa continue sendo interessante pra mim. Mesmo conhecendo todas as possibilidades, eu fico empolgado cada vez que me aproximo da vila para descobrir quais são os últimos eventos acontecendo por lá.

Outro dos meus lugares favoritos no Vale das Flores Eternas é o Portal do Sol Poente, o portão principal do Espinhaço da Serpente, uma muralha gigante que protege o vale dos perigos do Ermo do Medo, a oeste. O Portal do Sol Poente está sempre sendo atacado por forças mantídeas, com máquinas de cerco batendo nas portas principais, catapultas bombardeando a muralha externa e mantídeos voadores atacando os defensores nas barbacãs. A escala do combate é imensa e variada, e os dispositivos usados pelos defensores Shado-Pan também são bastante diversificados. Quando os jogadores provarem-se valorosos o suficiente para ser convocados a defender o portão, poderão combater os mantídeos que chegam nas muralhas, jogar óleo fervendo nos mantídeos lá embaixo, usar torretas de artilharia nas torres gigantes do portão para detonar enxames de mantídeos voadores, montar numa serpente de guerra para jogar bombas nas forças terrestres dos mantídeos e lutar contra um escorpião âmbar gigante no paço dentro do portão. Qualquer que seja a tática defensiva do dia, na minha opinião, o Portal do Sol Poente me faz participar no conflito entre os mantídeos e os Shado-Pan das maneiras mais empolgantes.

Meu lugar favorito no vale é de longe os Salões de Guo-Lai. Os jogadores chegam num lugar que parece uma antiga câmara mortuária cercada por várias portas fechadas. À medida que a experiência dos jogadores no vale se desdobra, eles passam a acessar as áreas atrás das portas, uma a uma, descobrindo uma série de antigos salões e câmaras rituais dos mogus, que contêm muitos dos segredos do vale, mas também estão repletas de armadilhas perigosas. Entre essas armadilhas, encontra-se um número aparentemente infinito de estátuas de quilens e mogus, congelados em poses variadas. Alguns deles continuam adormecidos, mas outros acordam para defender os salões, e é quase impossível prever os ataques, pois às vezes ignoram as pessoas à sua frente e atacam só você. Um dos meus grupos de armadilhas favorito fica no Salão dos Ladrilhos, onde um longo salão repleto de ladrilhos de quatro tipos diferentes parece mudar misteriosamente de aparência de um dia para o outro. Para chegar ao final do salão e às câmaras mais além, você precisará pisar somente nos azulejos certos, arriscando-se a ser atacado pelas estátuas ao longo do caminho. Muito da história sobre a ameaça mogu se passa nos Salões de Guo-Lai, assim como muitos dos desafios mais perigosos do vale, e é por isso que esse é o meu local favorito no Vale das Flores Eternas.

    

P. Os jogadores precisam esperar até chegar ao nível 90 para entrar nessa área?

R. Não mesmo. Começando no nível 87, os jogadores podem encarar uma série de desafios no Templo do Tigre Branco que permitirá que eles entrem no Vale. A Aliança e a Horda estabelecerão embaixadas lá, e servirá como cidade principal de Pandária, de forma que os jogadores com certeza passarão um bom tempo ali. Mas os personagens não serão chamados para defender o Vale propriamente dito até chegarem ao nível 90. 

  
   
Santuário das Duas Luas - Horde

P. E como os jogadores podem defender o Vale?

R. O Vale das Flores Eternas é governado principalmente por uma única facção, o Lótus Dourado, que toma conta do vale. O Lótus Dourado tem se mantido em paz há muito tempo, sem necessidade de lutar no vale fortemente protegido, mas, quando o conflito se avizinha, ele procura os Shado-Pan próximos para ajudá-lo. Embora os jogadores trabalhem para o Lótus Dourado por todo o tempo em que ficarem no vale, eles lutarão ao lado de vários heróis Shado-Pan, ajudarão os Shado-Pan no campo de Treinamento do Sol Poente e se juntarão a eles na defesa da muralha do Espinhaço da Serpente.

Ao trabalhar para o Lótus Dourado, os jogadores poderão experimentar mais de 100 missões diárias no vale, de longe o maior número de missões diárias de alguma facção no jogo. Parte do motivo do vale conter um número tão imenso de missões diárias é para que possamos usar a aleatoriedade para criar experiências que pareçam novas e diferentes das missões do dia anterior. A cada dia, depois de ajudar o Lótus Dourado a rechaçar ataques dos mogus perto do vale central, os jogadores serão enviados para locais aleatórios, cada qual cheio de missões aleatórias, com cada ambiente de missão povoado por variações aleatórias de monstros, defensores, armadilhas e outras características do local.

Para variar as coisas ainda mais, existe uma força de ataque mogu no vale, que se move para locais diferentes a cada dia. Assim, os jogadores poderão descobrir que uma aldeia pacífica está sendo saqueada pelos mogus, ou que certas ruínas normalmente infestadas de aranhas se tornaram um acampamento mogu, mudando completamente a experiência de estar nesses locais de um dia para o outro. Nós também queremos que os jogadores terminem o dia num clima empolgante. Assim, independentemente da reputação dos jogadores ou do local no vale para onde foram enviados, eles poderão terminar o dia com uma das mais de 20 lutas contra chefes únicas, construídas apenas para esta área.

Além disso, para tornar tudo ainda mais memorável e impactante, nós nos esforçamos bastante para criar uma história interessante que se desdobra à medida que os jogadores sobem na hierarquia da facção do Lótus Dourado, culminando em uma guerra enorme que irrompe e se espalha por metade do vale.

O Vale das Flores Eternas será uma experiência diária única para os jogadores, com mecanismos de aleatoriedade e progressão sendo usados ainda mais agressivamente do que antes para criar uma das mais interessantes e expansivas experiências de campo no jogo.

  

  
Santuário das Sete Estrelas - Alliance

Tags: WOW, MoP, Warcraft

Carregando Comentários...

Um erro ocorreu durante o carregamento.