Percebemos vários questionamentos sobre o uso de certos termos na localização, então gostaria de postar uma mensagem de nossa equipe de localização/tradução para desmistificar certas pré-concepções que estão sendo criadas.

Raide: Não é invenção nossa. Raide é uma palavra do português que data da década de 1940, originada dos ataques aéreos de longa distância no front europeu ocidental. Está presente no Dicionário Houaiss (que é a base para todo o nosso vocabulário). Escolhemos Raide especificamente porque é uma transição rápida e transparente para os jogadores, sem ferir a nossa língua.

Colérico/Brafoneiras/Bagateiro: Vários nomes e adjetivos podem parecer desnecessariamente exóticos quando isolados, mas é preciso entender que o WoW praticamente esgota completamente o nosso vocabulário. Bagateiro foi uma escolha necessária tanto para manter esse clima meio vodu, quanto pelo simples fato de todas as variações de “feiticeiro”, “taumaturgo”, “arcanista”, “mago” etc já tinham sido usadas para outras palavras. A mesma coisa acontece com o Colérico. Além disso, tentamos aproveitar ao máximo o vocabulário de armamentos e armaduras medievais. Qualquer jogador de Dungeons & Dragons conhece muitas dessas palavras.

A equipe de tradução é exclusivamente por tradutores profissionais brasileiros, muitos com mais de vinte anos de experiência em jogos de PC, RPG em papel, videogames e especificamente no WoW. Contamos com vários personagens de nível 85 e raiders entre nós.

Nenhuma decisão foi tomada sem a devida consideração. Se chamamos “Paldron” de “brafoneira”, há um motivo para isso.”
Editado por Rhastion em 07/11/2011 23:58 BRST