Bate-papo dos Desenvolvedores - A Função da Função

Caçadora Pandarena 90
7905
Bom...eu sou nova no jogo.. e nao entendo muito disto ainda.. mas acho que um modelo legal de classes e talz eu vi em outro jogo ( que nao vou citar o nome) que podiamos ter 2 classes em uma só.. ou seja.. eu poderia ser mago e ter os danos de um mago e escolher como minha segunda classe o sacerdote e usar skil de cura da segunda classe.. pois a classe principal podia usar uma das arvores de skil da segunda classe..
Neste jogo.. vc tem que evoluir as suas duas classes, ou seja.. vc tem que se dedicar a duas classes ao mesmo tempo, e tb vc tem ponto de xp e ponto de TP.. que vc usa para aumentar o efeito da skil que vc mais gosta de usar.. ou seja.. se vc gosta da skill de stunar vc usa os pontos de tp que ganha quando evolui de level ou faz uma quest para "upar" a skill ...bom.. sei la.. quem sabe poderiam fazer isto no wow? termos 2 classes.. uma principal e outra segundaria e podermos "upar" as skill com pontos dando assim mais força nas skills escolhidas.. só uma opiniao de uma noob...:P
Responder Citar
Paladino Elfo Sangrento 91
12105
pessoalmente acho a 1º mais certa...

ex. tenho um mago mas não gosto de jxj e realmente gosto de gelo...

ficaria muito feliz se conseguisse jogar de gelo em raids por ex.

oq no momento é quase impossísel se quiser fazer um bom dps.

Responder Citar
Ladina Humana 85
1775
Modelo 3! Creio que seja a mais compatível com a possibilidade de variação e heterogeneidade de builds! Hoje em dia tem um modelo certo, com um talento certo e uma build certa (variações ínfimas), pra você se dar bem com uma classe em pvp. Por exemplo.. 80% dos rogues (como saiu nas estatisticas) usam subtlety (subterfúgio) pra pvp e pelo menos 60% tem a msm build.. Acho que isso limita muito o jogo e não trás a possibilidade de destaque e superação através da build que você formular. O ideal seria encontrar uma maneira de existir milhares de combinações, mas que no final resultasse num msm dps! Além de aumentar a variação e tirar a monotonia da ter q ter uma build adequada pra ter o dps esperado, teríamos um leque ilimitado de builds, que se adequariam a jogabilidade de cada jogador, que com o msm nível de habilidade de outro jogador com outra build diferente, conseguiria o msm dps.

Seria o personagem se adequando ao jogador, e não o jogador se adequando ao personagem. Possibilitaria que aparecessem jogadores "estrelas" de cada classe. Porque hoje em dia, as estrelas não passam de pessoas que conseguiram se adequar melhor a jogabilidade de uma build do que outra!

Pode parecer utópico demais, mas creio que essa minha sugestão de builds ilimitadas com o mesmo dps, resultaria no modelo mais dificil de ser executado, mas seria o mais proveitoso, divertido, útil e agradável do jogo!
Responder Citar
Xamã Draenei 85
2305
O grande detalhe do jogo que torna cada jogador e personagem diferente não está apenas na aparência, mas sim em sua personalização de especialização de talentos.

Tornar a escolha de talentos pobre, com tão poucas opções de variação, com uma definição como está sendo apresentada no modelo de Pandaria, fará com que 90% dos jogadores tenham personagens de aparências diferentes (o que não importa para muitos) e com a jogabilidade, poderes e características exatamente iguais, que é o que realmente importa e tornaria o jogo com o perdão da palavra, chato.

Bons tempos eram os da Burning Crusade, no qual podiamos jogar os pontos de talento sem ter obrigação de prencher uma certa quantidade de pontos em uma árvore, distribuindo da forma que desejavamos para dar personalidade e tirar o proveito que achávamos o melhor do char.

Sou GM da guild Angels of Death, no servidor Azralon, tenho discutido isso com os membros e também com diversos amigos espalhados por ai. A conclusão foi a seguinte:

Empobrecer a estruturação de talentos, deixando personagens com especializações "clone" torna o jogo muito pobre e perde a atratividade. Tornar todas as especializações competitivas, com grades de talentos ricas e personalizáveis para JxJ e JxA sim tornará o jogo realmente rico. Como exemplo imaginar um mage frost podendo dar um dano competitivo em JxA, e um mage arcano podendo gerar dano e sustentar melhor sua vida em JxJ seria grandioso, assim como diversas outras classes com especializações distintas para JxA e JxJ poderem usá-las da forma que quisessem. A escolha deveria ser do jogador, não uma imposição por limitações que a especialização apresenta para JxA e JxJ.

Fica o desafio.

Abraço.
Editado por Redfenix em 10/02/2012 10:15 BRST
Responder Citar
Paladino Humano 90
3285
Com certeza tem q ter diferença de build PVP e PVE.

Além do q toda classe hibrida deveria poder "brincar" mais com os talentos. Tipo paladino holy com mais DPS do q poder de cura, druida feral com mais DPS em bear do q capacidade de tankar.

E quanto às classes puras, eu sempre achei que 3 builds somente para DPS era muita coisa, então talvez fosse legal misturar os talentos. De forma que o jogador usasse os beneficios das builds como quizer.

Temos poucos pontos para distribuir agora, e ficamos limitados num tipo só de build. Antes era dificil vc ver jogadores iguais. Cada um jogava do jeito que queria com o seu "mix" de talentos.

Pra mim isso deveria ser icentivado.
Responder Citar
Caçador Orc 88
4960
O modelo 3 e 4 são bem interessantes... eu ficaria entre esses 2
Responder Citar
Druida Tauren 90
6135
Interessante...
Responder Citar
Cavaleiro da Morte Elfo Sangrento 90
6700
Tópico genial!! Espero poder colaborar.

Bom sobre as builds de talentos e specs, acredito que um modelo bem interessante foi o caso dos Death Knights ou Cavaleiros da Morte quando saíram. Poder tanker com qualquer spec, ate mesmo usando Dual Wield, era algo muito diferente naquele momento do jogo.

Bom estive lendo um pouco os comentários do pessoal e uma coisa que já havia lido em outro tópico voltou a aparecer aqui, "O jogo é voltado ou tem mais atenção para o modo JxA..." bom se é assim e estamos em um momento de pensar em um design diferente que tal realmente afirmarmos isso? Parece um tanto quanto loucura? Bom já que estamos falando ate mesmo em um modelo onde muitas coisas mudariam, que tal aumentar o grau de influencia das RAÇAS nas classes?

Vou exemplificar. Se os Elfos Sangrentos na história são uma raça viciada em poder Arcano, porque não utilizar um pouco mais desse LORE para implementar cada classe que pode ser criada a partir de determinada RAÇA?? Não seria uma coisa totalmente nova, mas sim um pouco mais evoluída e representativa do que uma simples Torrente Arcana.

As classes poderiam ganhar habilidades ranged ou meeles dependendo de sua raça criando assim um outro leque de oportunidades. Será isso algo possível e aceitável nesse momento do jogo? Estamos entrando em um período novo da historia, poderia ser explicado algo como um retorno as origens dos poderes ainda não evoluídos das raças?

Voltando um pouco as árvores de talento acredito que as coisas estão realmente limitadas. Com as árvores de talentos antigas você podia escolher entre mais opções e atingir builds únicas e interessantes. Digo isso, pois infelizmente a um tempo atrás antes de vir para os Realms oficiais joguei em Realms Private. Nestes Realms ainda com as árvores de talentos antigas conseguia criar builds impensáveis e que outros jogadores viam e comentavam, "Você é noob mesmo!! Criar uma build assim? Nunca viu um site de guia?" Bom ai é que a coisa ficava mais empolgante e interessante, pois conseguia favorecer o personagem com combos entre talentos e skills não praticados ou que ainda não havia sido tentado. Porém com o Cataclysm as coisas ficaram "travadas" demais e os personagens não tem quase nada de personalizável, algo que possa mudar dependendo da vontade do jogador a não ser a Reforja ou sua Profissão.

Acredito que os pontos de talentos como foram apresentados ate agora para o MoP não vão ser tão interessantes, já que mesmo para um melhor rendimento em alguns casos os talentos que serão escolhidos serão os mesmo que já estão nas árvores de talento ou são habilidades passivas.

Uma outra questão é a distinção entre JxA e JxJ. Acho isso terrível, uma coisa que não faz o menor sentido até hoje para mim. Por que diabos um personagem que luta contra multidões de monstros e personagens lendários precisam de habilidades únicas para enfrentar um outro jogador? Criar especializações que são melhores para JxJ é uma coisa que acredito ser mais um forma de prender um jogador a determinada árvore de talentos.

Acredito que a melhor solução, não estou dizendo que estou certo, seja dar mais liberdade e ter opções de tornar os personagens mais híbridos (é claro se essa for a vontade do jogador, caso não seja, a possibilidade de ser mais puro), acrescentando maior flexibilidade nos talentos e com novas habilidades provenientes das raças, inclusive a volta de quests para alcançar e aprender determinadas habilidades e até mesmo talentos de anciões ou mestres.

Obrigado pela oportunidade. Atá a próxima!
Responder Citar
Ladino Worgen 90
10685
acho o modelo 4 o mais legal de seguir! mais tem muitas coisas q nao concordo tipo Rogues sao os mais apropriado a Dps mais sao os mais excluidos da funçao! expor armadura do rogue tinha q ser unicamente dele e do guerreiro, mas bruxo com expor armor tira ja uma vantagem de ter 1 rogue em PVE.
Responder Citar
Sacerdote Morto-vivo 85
5745
Bem só formalizando o que eu já havia dito e que alguns colegas já postaram aqui eu chego a conclusão que o problema no pvp é o pve e vice versa, tendo isso exposto e para TENTAR agradar a gregos e troianos chego no seguinte modelo:

Modelo seis - Divisão do PVP e PVE

Se a sua classe é full dps seu dano será maior, pois nada mais justo e útil do que uma classe que só tem spec para causar dano ser a melhor no que faz, se a sua classe é híbrida, não se assuste ela não vai ser a melhor no dano causado mas não vai fazer feio e terá também mais skills de suporte.


Porém se você gosta de jogar com sacerdote holy no PVE e quando vai fazer PVP tem que mudar para discipline pois a sobrevivencia do sacerdote holy é menor que o discipline, nesse contexto isso não é justo pois será necessário deixar de jogar com a spec de que se gosta para se adequar ao estilo proposto pelo PVP.


Tendo em vista a divisão do PVP e PVE, o ideal seria: TODOS os jogadores poderem jogar com a biuld que quiserem tanto em PVP quando em PVE sem sacrificar a jogabilidade e poderes de nenhuma spec.


E como fazer isso?

Criando um método onde o jogador possa selecionar o que ele gosta de fazer sendo as opções PVE e PVE, nesse modo caso o jogador decida ativar seu modo PVE ele ficaria impossibilitado de entrar em Arenas, BG e RBG e teria suas skills otimizadas para o proprio PVE, podendo assim entrar somente em Raid e Instance.

Caso o jogador opte por escolher o modo PVP ele estaria habilitado a entrar em todo tipo de evento PVP, porém não poderia entrar em instance e raids, com o modo pvp ativo o jogador teria acesso as mesmas skills que um jogador PVE porém otimizadas para o PVP.

Com esse modelo seria possivel todos os jogares jogarem com as specs que sempre gostaram tanto no PVE e PVP sem perder performance em nenhuma modo de jogo


OBS.: Para que esse modelo possa funcionar será necessário lapidar as classes para que fiquem balanceadas para o jogo em GRUPO.

OBS.: Não só a blizzard terá um bom trabalho para implementar isso, mas também os jogadores precisam mudar seus conceitos sobre tank, healer e dps (como já foi postado por diversos colegas)

OBS.: Gostaria também de um feedback do pessoal da blizzard sobre o que foi postado até agora, pois as vezes tenho a mesma sensação do Snoll.

OBS.: Muito "me gusta" colocar mais uma biuld para cada classe como a Lock DemonHunter, Warrior de Arco ou Throw weapon, priest melee, essas coisa (mas acho q essa obs. está bem distante).
Responder Citar
Mago Morto-vivo 85
5605
Eu penso que antes de tudo wow não pode perder sua identidade. Quando as classes e raças foram desenvolvidas elas se tornaram para os jogadores, sem mensionar a lore em si, o principal motivo de se jogar esse jogo. Eu posso citar o exemplo do D&D que tem criado maneiras diversas para agradar seus consumidores e tem dado tiros e mais tiros no próprio pé.

Quando um jogo perde sua identidade, ele deixa de ser atraente para o mercado que o fez ser o que ele é, certamente os milhões de players que jogam esse jogo há muito tempo irão ficar aborrecidos. Eu prifiro que a blizz fizesse o seguinte: Ao invés de uma mudança radical em como se jogar pvp e ainda sim manter as classes com um design forte pra pve, ela deveria mostrar aos jogadores como explorar cada build. Como otimizá-la. Quando digo otimizá-la, não quero dizer tornar tal formato obrigatório, mas que por exemplo, um mago tem seu modus operandi, seu poder de controle de batalha, seja realemente efetivo no que faz. Mostrem vídeos provando que é possível ser muito bom com sua classe/raça/build escolhida, partindo da própria blizz. Acredito que assim nós, consumidores não teríam como criar flames do tipo: "Meu mago não mata ninguém e meu dps é um lixo..." Porque está provado que o resultado de todos pode ser o mesmo, eu jogador que preciso me adaptar melhor.

Pessoalmente, eu vejo o pvp, mesmo 1x1 um jogo de pura estratégia, mas muita gente, prefere apenas causar dano e vencer. Isso é uma questão de pura cultura. Não sou um grande jogador de pvp, nem faço arena atualmente, mas sei que é assim que funciona, ou pelo menos deveria funcionar. Se houvesse primeiramente, uma maneira de acabar com muitas discrepâncias que realmente existem por parte de algumas classes, e depois disso existisse uma forma de provar para os jogadores que é possível vencer com sua classe e build escolhida, que só depende deles usar a estratégia certa para isso... acredito que não precisaria haver uma mudança radical, apenas ajustes.
Editado por Blindmistake em 10/02/2012 12:17 BRST
Responder Citar
Cavaleiro da Morte Tauren 92
19900
O dia em que World of Warcraft tiver ''bufadores'' como a Snooll e a Neshka falaram na primeira página, o jogo afunda de vez.
Eu joguei Lineage II por muitos anos e a pior coisa que existia naquele jogo era essa função, ninguem pode de fato ''jogar'' com um personagem assim, ele não bate, não tanka, não cura, somente buffa. E ai o que acontece? ele fica inútil? Não, porque a maioria do encontros com raide bosses são desenvolvidos para não serem completados sem os buffs.
Pensando no sistema de saque do WoW como seria levar um personagem assim no seu core? Alguem que não da dps nenhum, não cura nada e não tanka, ele buffa a raide antes do encontro e fica parado esperando o loot. Valeria a pena subtrair um dps para isso? Pense bem se ele desse os buffs e saísse da raide, nunca conseguiria equips.
Isso deixava o jogo terrivelmente chato, um grupo pronto apenas esperando um buffer. Você nunca iria encontrar um logado, não era main de ninguém já que não fazia nada, nem matava mob sozinho. Você precisava espamar no chat de trade a tarde toda até que alguém que tivesse um visse o anuncio, loga-lo e lhe '''vendesse'' os buffs (por gold mesmo).

Sempre era cobrado já que um enchanter (denominação correta da classe) nunca era levado a um encontro, isso forçava que a maioria dos jogadores upasse um para poder ter buffs. Ótimo você ser obrigado a upar outro personagem para poder jogar com o seu.
Eu sempre achei que isso fosse malandragem da empresa pra fazer os jogadores passarem mais tempo jogando e assim aumentar os lucros. Funcionava da mesma forma com as profissões que também ficavam em um personagem separado.

Praticamente todas as pessoas com quem eu conversava partilhavam da mesma opinião, por essas eu abandonei aquele jogo, e muitos também o fizeram. Eu joguei vários outros jogos que também tinhão problemas, quando conheci WoW, sem enchater, com a profissão no próprio personagem, pvp dependendo da habilidade e não de itens, fiquem maravilhado. Este é o jogo que eu quero jogar!
Muitas pessoas que deixaram jogos ruins estão assistindo ao WoW se transformar nestes jogos ruins. Por isso da minha afirmação na primeira frase.
O dia em que WoW tiver uma classe "buffer", eu paro de jogar, e muitos também o farão novamente. D e c e p c i o n a n t e.
Editado por Diabobranco em 10/02/2012 12:45 BRST
Responder Citar
Caçadora Trolesa 85
8645
Eu concordei com a idéia de supporters do Snooll porque, pessoalmente, gostava de jogar de Blade Dancer em Lineage 2 (na época que ainda jogava, muito antes de ele virar gratuito). Nunca me senti inútil ou um peso, e minha presença nos grupos era sempre bem vinda. Como os buffs eram de curta duração e minha mana não permitia que eu usasse todos ao mesmo tempo, o jogo ficava interessante. Upar solo eu também conseguia, mas tinha que ser com jeito porque não era DPS, nem healer e nem tank - algo como upar um Paladin Holy, sem masmorras, atualmente.

Eu pessoalmente achava as classes suporte um dos charmes de Lineage 2, não pensei que fossem tão detestáveis assim, ehehehe.

Será que a implementação de classes assim realmente causaria tanto desprazer, Diabobranco?

Se sim, então risca a idéia. Quero que WOW fique mais divertido e imersivo, e não cansativo.
Responder Citar
Caçador Troll 90
2645
Modelo 4 , com certeza ... Tópico ótimo! Essa é a blizzard que eu conheço. xD


Ahh , e só para constar , se fosse o 4 , qual seria a spec de hunter PvP. :P . Respondam , por favor!
Responder Citar
Xamã Draenaia 85
5595
Primeiramente gostaria de dizer que, para mim, todas as classes deveriam ter a opção de tancar, DPS ou curar.
Parece bizarro, mas melhoraria muito na hora de criar grupos e ofereceria um JvJ muito mais variado. (Imaginem que divertido um CdM puxar um Mago só pra descobrir que ele é um tanquer?)
Mantendo variações interessantes entre dano e cura com relação à armadura, vigor e capacidade de sobrevivência (invisibilidade e CC por exemplo).

Sendo que ao escolher uma espec você ficaria completamente restrito nela. Só DPS, só cura ou só tanque.

Em outros jogos existem classes específicas para melhorar os atributos do grupo, chamados "Buffs". Quando eu comecei a jogar de Xamã era este meu interesse, acreditava que os totens serviriam justamente para isso. Mas com o desenvolver do jogo percebi que outras classes tinham Buffs ligeiramente melhores que se sobrepunham aos meus e o pior, meus totens tinham limite de ação. No final acabei aceitando bem esse fato, acredito que se cada espec tivesse um 'buff' inteiramente diferente isso poderia aumentar a variedade no jogo.
__

Por isso eu opto pelo "Modelo Cinco".
Eu compreendo o medo da Blizzard de mexer com os jogadores mudando radicalmente as classes de DPS puro. E também gostaria de ler um artigo mais específico sobre o assunto.

E mais, o "Modelo Um" provavelmente me faria abandonar o jogo.
Editado por Luriel em 10/02/2012 13:11 BRST
Responder Citar
Caçador Troll 86
3145
Eu reconheço que sou novo e bem inexperientes no game. Tenho apenas três personagens no game, um Cavaleiro da Morte Drainei, um Mago Elfo Sangrento, e este Caçador Troll.

Jogando o game realmente percebi significativa diferença dentro das árvores de talentos de cada personagem. A primeira coisa que havia notado era diferença no modo de jogo de especialização, até aí algo normal e muito aceitável. Mas foi ao observar um pouco mais afundo as skill de caçador(estou o usando como referencia pois tenho maior intimidade com esta classe), que notei que havia diferença significativa de dano.

E isto é algo que não compreendo... afinal ok você pode ser um caçador de sobrevivência, mestre em criaturas, ou de precisão.Isto eu entendo e vejo lógica você pode se especializar em algum tipo de talento, sendo assim você pode escolher um estilo de jogo mais apropriado a você de acordo com sua classe. Mas porque cada talento difere em dano tão significativamente, afinal o talento deveria ser um estilo de jogo mais confortável a você e não algo obrigatório.

Se sou um Caçador e gosto de dar foco a meu ajudante que o seja, vou jogar com o talento mestre de criaturas. Se gosto de causar dano certeiro, com possíveis críticos e minimizar meu erros em ataque vou de talento em precisão.Agora se gosto de dar ênfase em armadilhas, de fugir , e manter folga no combate vou de sobrevivência, sem perder o dano em cada talento, mudando apenas o meu estilo de jogo.Mas o dano deveria ser o mesmo para todos.

Eu me questiono a dificuldade em seguir esta linha de raciocínio. Afinal o que deveria fazer a diferença é o talento do jogador, e não a moda e tendência de jogo. Se um jogador sente mais facilidade em manter-se fora do alcance do oponente, ele deveria ter o mesmo dano causado que um jogador que dá cara a tapa para bater no corpo-a-corpo, sendo que este de corpo-a-corpo deveria ter skills para se aproximar como o warrior faz (com aquele avanço rápido).

O game está muito bom, mas deveria por na cabeça que talento é habilidade, é jeito a "manha" da coisa. Os estilos de talentos são diversos e diferenciados, mas todos deveriam impor no mínimo dois esquemas:

DANO + BENEFÍCIO DO TALENTO

Se você escolhe ser tanque com o death knight você terá o dano comum + o benefício do talento que será a resistência.

Alguns vão dizer mais a Blizzard já faz este esquema!!!Ok faz, mas as diferenças de dano são significativas!!!

Não acho que o game precise de tantas mudanças. Só acho que precisa ser melhor equilibrado nos talentos, para ter maior igualdade, e que suas diferenças no dano sejam menores.

Pra mim o que deveria ser o diferencial é como a pessoa joga, com o talento e não o talento obrigando a pessoa a se adaptar a forma de jogar =/

Havia alguns pequenos erros de ortografia que tive que corrigir >.<
Editado por Durak em 10/02/2012 13:57 BRST
Responder Citar
Cavaleiro da Morte Tauren 92
19900
O post de cima é um fato, este agora é minha opinião.

Sobre nossos talentos, o mais correto seria um spec para pvp e uma para pve. Um mago do fogo deveria ganhar apenas dano com os talentos de fogo, o tier não deve dar defesa nenhuma, somente poder ofencivo (usei fogo apenas como exemplo).
A especialização para pvp, sobrevivência, disable, e dano (dano sim, dps não). Tudo já resolvido com stamina, resilience, critical e status (str / agi / int / spirit).
Você trocaria para o set de dps apenas quento já dentro da raid, afinal sempra há a possibilidade de encontrar um inimigo na porta.
Não gosto da ideia de ter um spec diferente para dano AoE e outra para target fixo, mas isso é compreensível. A situação de spec X ser melhor pra dps do que a Y, não vem do fato simples de dar/fazer mais dps ou não. Se você tiver a oportunidade de escolher entre três warlocks para seu core, todos os três com a mesma quantidade de dps e spec distintas, o escolhido será Demoniologia. Por quê? Por que provém um aumento do dps total da raide através do spel damage ganho com a aura do fel guard.
Ao meu ver, não chamaríamos de especialização para dps, e sim especialização para raide. Onde o jogador além de fazer dps satisfatório traria algum beneficio para deu grupo. Como já é feito com Trueshot Aura, Honor among Thieves, etc. Toda classe de dps puro (lock, mage, rogue, hunter) deveria ter algo do gênero.
Seria melhor de varia formas, evitando que um core fosse composto de classes repetidas, o que dificulta na hora do loot. Deixaria essa função de dps menos banal, eu acho até que o setup seria levado mais a sério.

Eu voto no modelo 4
Editado por Diabobranco em 10/02/2012 13:23 BRST
Responder Citar
Xamã Anão 85
1705
Não gostei muito das propostas mencionas no topico.
Penso da seguinte maneira, se vocês querem agradar a todos, deveriam rever bem o PvP e o PvE do WoW, pois há um desequilibrio imenso entre as classe. No WoW atual você não pode jogar com a SPEC que você gosta de uma determinada classe, ou porque você nao vai atingir um certo DPS que o grupo queira no caso de uma raide ou porque o grupo estipula a função que você terá que assumir na raide sem te perguntar se você realmente quer faze-la.

Vou citar um exemplo, eu gosto de jogar de shaman elemental, jogava na época do burning crusade e do LK, normalmente, agora no cataclysm o shaman elemental ta um pouco esquecido, pois se você quiser entrar numa raide na maioria das vezes eles só vão te aceitar se você for restoration, pra RDPS raramente eles colocam um shaman elemental, e fica essa discriminação.

Pra mim para o wow ficar bom em um nivel que todos gostariam, seria equilibrando as classes em tudo e equilibrando as specs de cada classe, para que o pessoal jogue com aquilo que gosta e nao com aquilo que os outros querem que ele jogue, pois é claro que um player vai preferir jogar com a spec que ele mais odeia se ela causar o maio dano em uma determinada situação do que ficar na spec que ele gosta e causar um dano relativamente menor, isso deixa o jogo manjado e pra mim perde toda a diversão, pois quando você faz algo e nao se diverte, você perde toda a vontade de fazer denovo.
Responder Citar
Cavaleiro da Morte Elfo Sangrento 90
6700
Mostrem vídeos provando que é possível ser muito bom com sua classe/raça/build escolhida, partindo da própria blizz. Acredito que assim nós, consumidores não teríam como criar flames do tipo: "Meu mago não mata ninguém e meu dps é um lixo..." Porque está provado que o resultado de todos pode ser o mesmo, eu jogador que preciso me adaptar melhor.


Discordo totalmente da Blizzard postar videos ou ter uma parte dedicada a guia de builds ou game play. Isso deve partir dos jogadores, não acho que se isso partisse da Blizz iria favorecer de modo algum o jogo ou a jogabilidade.

Seria algo do tipo: se a Blizz diz então não deve haver outra maneira de fazer as coisas ou alcançar resultados diferentes.

Já são muito bem explicadas e divulgadas as funcionalidades dos talentos e das habilidades, cabe ao jogador entender e buscar segundo a opinião dele, onde, quando e porque utilizar tal habilidade em determinado momento.

Chega de receitas prontas! Isso que torna as árvores de talento e a jogabilidade uma coisa massante que enjoa qualquer um.
Responder Citar
Cavaleiro da Morte Tauren 92
19900
E Neshka,

Não duvido de nada que a Blizzard possa fazer,

Se a classe for condizente e cabível com alguma função já existente, e não com uma nova, òtimo, que venha.




Apenas um parenteses aqui em baixo, o caso do BD, se ele não der dano, ele é um enchanter. Se ele der dano, é um dps com buffs. Mas e no pvp como é que fica? Um cara que bate igualmente forte aos outros, e ainda tem maior desempenho através de buffs. Desigual na minha humilde opinião.
Responder Citar

Por favor, relate qualquer violação do Código de Conduta, incluindo:

Ameaças de violência. Nós levamos isso a sério e alertaremos as autoridades apropriadas.

Mensagens contendo informações pessoais de jogadores. Incluindo endereço físico ou de e-mail, número de telefone, fotos e/ou vídeos inapropriados.

Assédio ou linguagem preconceituosa. Isso não será tolerado.

Código de Conduta dos Fóruns

Relatar mensagem # escrita por

Motivo
Explique (no máximo 256 caracteres)
Enviar Cancelar

Reportado!

[Fechar]