Homofobia, Preconceito e Bulling no WoW

(Trancado)

Caçador Elfo Sangrento 31
350
o melhor desse topico foi o undead q disse q era chamado de sem pinto.

piadinhas a parte to pouco me lixando se me chamam de viado (ainda + se for da outra facção), só sei que blood elf não da em arvore (pelo menos não o meu) nem nasce em ovo então metrossexualismo a parte eles tao se reproduzindo.
Bruxo Elfo Sangrento 90
12010
Galera, posso estar enganado, mas acho que o criador do tópico só organizou mal algumas idéias na hora de se expressar. Afinal, vamos lembrar que grande parte das ofensas desnecessárias ocorre aqui, nos fóruns. O que acontece dentro do jogo não é público (não como aqui) e é muito passageiro. Entretanto já estamos cansados de saber que nos fóruns a coisa muda.

Quando corro por aí nos tópicos menores é mais fácil ser bem tratado. Mas quando começa a juntar muita gente num mesmo lugar, sempre tem alguém querendo fazer uma piadinha para ser legal. Não repudio isso. Só é incômodo quando a pessoa não sabe fazer a piadinha e fala asneira. Quase sempre uma coisa ofensiva. É chato mesmo. Ou vocês vão me dizer que quando alguém chama um Blood Elf de "gay" durante uma discussão inflamada num tópico ele tá xingando só o personagem?

Existem situações e situações, além de regras variadas para avaliarmos e considerarmos cada uma delas. Mas o tópico do garoto não é totalmente sem fundamento não. Rola um excesso por aí mesmo. É claro que reclamar não adianta nada, você só é mais trollado e fica mais puto/triste.

Acho que vale é ficar de olho e "não curtir" os comentários maldosos. Basta ter discernimento pra não prejudicar ninguém (isso vale para os dois lados).


Excelente comentário! E muito verdadeiro também!

Nunca imaginei que esse tópico iria chegar tão longe, tanto que em meu comentário anterior decidi não postar mais nada, tamanho é o despreparo, a imaturidade e a ingenuidade da maioria dos participantes desse fórum.

Porém uma resposta inteligente como a citada acima merece ser ressaltada.

Evidente que quem xinga no jogo não quer brincar; quer agredir pessoas mesmo, pois podem ter certeza que não é ao bonequinho sem vida que está ali na tela que dirigem seus insultos.

O WoW é um jogo de enfrentamento, mas é apenas um jogo e nada mais... assim como no esporte é preciso haver respeito entre os esportistas, no WoW também existe a necessidade de respeito entre os jogadores (falo entre "os jogadores", as pessoas, e não seus personagens). Aliás isso nem sou eu quem digo, mas a própria blizz ao organizar um código de ética e disciplina para as pessoas que jogam WoW, com penalidades que podem chegar ao banimento perpétuo da conta.

Ficou claro que o autor do tópico não soube se expressar da melhor forma, pois sua intenção era mesmo soltar um grito de indignação às inúmeras agressões verbais que sofreu ou presenciou alguém sofrer enquanto jogava, e, acreditem, elas são uma triste realidade no jogo e em muitos casos fazem jogadores perderem o estímulo e pararem de jogar.

Lidamos com pessoas e é com pessoas que nos comunicamos no jogo, isso deve ficar bem entendido. Quando xingamos no jogo estamos xingando pessoas, não personagens.

Por óbvio que a questão dos estereótipos criados pela própria blizzard sobre os Blood Elves (e somente a eles, relacionando-os a homossexualidade, e quem é Loremaster sabe disso) é terreno fértil para manifestações altamente preconceituosas e discriminatórias, chegando ao absurdo da apologia a crimes de ódio. Isso tudo é praticado por aqueles que utilizam o jogo como pretexto para delinquir, pois é isso que são como pessoas - delinquentes sociais.

Aliás, devemos tomar cuidado com o conceito de "brincadeira", pois nessa todos se divertem. Quando apenas um ri e o outro se magoa, isso ganha outro nome: agressão. E não há justificativa para a agressão, tampouco dizer que xingamentos são "comuns" e que "fazem parte da vida", pois se o mal é comum e faz parte da vida então combatê-lo também deve ser comum e fazer parte da vida de todos nós. Quem compactua com a maldade, com a violência, deve sempre ser corrigido, reeducado ou então afastado do bom e saudável convívio até que se conscientize do mal que está fazendo e mude de atitude.

Um grande número de gays, lésbicas, negros, judeus, muçulmanos, estão nesse momento logados desfrutando desse jogo fantástico, e todos eles - assim como todos nós - merecem respeito.

Por isso é importante que todos estejam atentos ao menor sinal de manifestações preconceituosas, racistas, homofóbicas, xenofóbicas e reportar à blizzard não esquecendo de enviar os printscreen como anexos a provar a agressão.

Era isso!

Abraço a todos e bom jogo!
Mago Humano 85
5790
Galera, posso estar enganado, mas acho que o criador do tópico só organizou mal algumas idéias na hora de se expressar. Afinal, vamos lembrar que grande parte das ofensas desnecessárias ocorre aqui, nos fóruns. O que acontece dentro do jogo não é público (não como aqui) e é muito passageiro. Entretanto já estamos cansados de saber que nos fóruns a coisa muda.

Quando corro por aí nos tópicos menores é mais fácil ser bem tratado. Mas quando começa a juntar muita gente num mesmo lugar, sempre tem alguém querendo fazer uma piadinha para ser legal. Não repudio isso. Só é incômodo quando a pessoa não sabe fazer a piadinha e fala asneira. Quase sempre uma coisa ofensiva. É chato mesmo. Ou vocês vão me dizer que quando alguém chama um Blood Elf de "gay" durante uma discussão inflamada num tópico ele tá xingando só o personagem?

Existem situações e situações, além de regras variadas para avaliarmos e considerarmos cada uma delas. Mas o tópico do garoto não é totalmente sem fundamento não. Rola um excesso por aí mesmo. É claro que reclamar não adianta nada, você só é mais trollado e fica mais puto/triste.

Acho que vale é ficar de olho e "não curtir" os comentários maldosos. Basta ter discernimento pra não prejudicar ninguém (isso vale para os dois lados).


Excelente comentário! E muito verdadeiro também!

Nunca imaginei que esse tópico iria chegar tão longe, tanto que em meu comentário anterior decidi não postar mais nada, tamanho é o despreparo, a imaturidade e a ingenuidade da maioria dos participantes desse fórum.

Porém uma resposta inteligente como a citada acima merece ser ressaltada.

Evidente que quem xinga no jogo não quer brincar; quer agredir pessoas mesmo, pois podem ter certeza que não é ao bonequinho sem vida que está ali na tela que dirigem seus insultos.

O WoW é um jogo de enfrentamento, mas é apenas um jogo e nada mais... assim como no esporte é preciso haver respeito entre os esportistas, no WoW também existe a necessidade de respeito entre os jogadores (falo entre "os jogadores", as pessoas, e não seus personagens). Aliás isso nem sou eu quem digo, mas a própria blizz ao organizar um código de ética e disciplina para as pessoas que jogam WoW, com penalidades que podem chegar ao banimento perpétuo da conta.

Ficou claro que o autor do tópico não soube se expressar da melhor forma, pois sua intenção era mesmo soltar um grito de indignação às inúmeras agressões verbais que sofreu ou presenciou alguém sofrer enquanto jogava, e, acreditem, elas são uma triste realidade no jogo e em muitos casos fazem jogadores perderem o estímulo e pararem de jogar.

Lidamos com pessoas e é com pessoas que nos comunicamos no jogo, isso deve ficar bem entendido. Quando xingamos no jogo estamos xingando pessoas, não personagens.

Por óbvio que a questão dos estereótipos criados pela própria blizzard sobre os Blood Elves (e somente a eles, relacionando-os a homossexualidade, e quem é Loremaster sabe disso) é terreno fértil para manifestações altamente preconceituosas e discriminatórias, chegando ao absurdo da apologia a crimes de ódio. Isso tudo é praticado por aqueles que utilizam o jogo como pretexto para delinquir, pois é isso que são como pessoas - delinquentes sociais.

Aliás, devemos tomar cuidado com o conceito de "brincadeira", pois nessa todos se divertem. Quando apenas um ri e o outro se magoa, isso ganha outro nome: agressão. E não há justificativa para a agressão, tampouco dizer que xingamentos são "comuns" e que "fazem parte da vida", pois se o mal é comum e faz parte da vida então combatê-lo também deve ser comum e fazer parte da vida de todos nós. Quem compactua com a maldade, com a violência, deve sempre ser corrigido, reeducado ou então afastado do bom e saudável convívio até que se conscientize do mal que está fazendo e mude de atitude.

Um grande número de gays, lésbicas, negros, judeus, muçulmanos, estão nesse momento logados desfrutando desse jogo fantástico, e todos eles - assim como todos nós - merecem respeito.

Por isso é importante que todos estejam atentos ao menor sinal de manifestações preconceituosas, racistas, homofóbicas, xenofóbicas e reportar à blizzard não esquecendo de enviar os printscreen como anexos a provar a agressão.

Era isso!

Abraço a todos e bom jogo!


Disse tudo! Não é porque estamos em um ambiente de diversão, um jogo, que devemos esquecer um conceito que acredito eu todos têm, respeito.
Cavaleiro da Morte Humano 85
3160
http://www.youtube.com/watch?v=PamuH7qGZ0c

naum encontri em portugues mais da uma olhada como ate a blizz zoa o blood elf

ri muito quando fiz essa quest
Editado por Morydemi em 12/04/2012 09:42 BRT
Bruxo Morto-vivo 92
9675
Cara... O Brasil é um submundo de politicamente correto imbecil. Me desculpem a sinceridade, mas essa é a realidade. Quando se grita "For the Horde", antes do início de uma BG ou coisa do tipo, estamos fazendo imersão no jogo. Isso é normal. O WoW antes de tudo é um RPG. A galera é que tipo ainda não entendeu isso.
Caçadora Worgenin 99
7165
Sério, ainda acho que o criador do tópico é um fanfarrão e queria apenas brincar (é a única explicação lógica, hehe).
Bruxo Elfo Sangrento 90
12010
12/04/2012 12:59Citação de Alispher
Sério, ainda acho que o criador do tópico é um fanfarrão e queria apenas brincar (é a única explicação lógica, hehe).


Bom, seja como for o autor do tópico - talvez mais pelo título - acabou suscitando um tema que deve estar sempre na pauta de qualquer fórum.
Cavaleiro da Morte Humano 90
10735
Pelo que eu entendi, o que o autor do tópico critica é o cara gritar "FOR THE HORDE!" e dizer que "Aliança é coisa de gay", por exemplo. Mesmo que fosse, eu queria ver se o babaca que alega isso vai pra festa de casamento/boate dele vestindo farrapos só por que a camisa/calça de marca dele foi desenhada por um estilista gay.

Isso eu digo por que também tenho Horda e algumas pessoas parecem ter encucado que "Aliança é facção de gays". Ridículo!

Edição: E politicamente correto graças a Deus! No Brasil parece que hoje existe uma modinha de fazer de "Judas" o politicamente correto, até guias de "politicamente incorreto"(muito mal escritos por sinal) inventaram.

O politicamente correto existe para impor uma coisa fundamental que é o respeito. Antigamente se fazia sim, piadinhas com certos segmentos que sofreram tragédias ao longo da história e não acontecia nada, assim como podia-se matar pessoas de cor ou negá-las direitos fundamentais em várias partes do mundo. Graças a Deus esse tempo acabou e espero que não volte nunca mais, pois é uma página suja na história da humanidade.
Editado por Svaryag em 12/04/2012 13:18 BRT
Xamã Anão 90
4785
O que m deixa retado (baiano n fala arretado como muitos caricaturizam nas novelas) é que agora que a homofobia é a palavra do momento o povo esquece do preconceito que rola por que fulano é baiano, paraibano, gaucho, mineiro... isso tbém é chato, da mesma forma que se tem um cara que é crente ou católico na sua guild n vai gostar de ver vc dizer que pastor é tudo ladrão ou padre tudo pedófilo, mas daí vem alguém dizer aaaa mas é brincadeira po, então se é brincadeira zoar a religião, ou até mesmo o estado ou cidade onde o cara nasceu então é brincadeira tbem zoar a opção sexual, a cor, a condição financeira.. n vejo diferença.

A questão é, todo mundo ta sujeito a ser zoado ou pior, sofrer algum tipo pesado de preconceito, o que nos falta muito é educação e muito respeito ao próximo.
Paladino Elfo Sangrento 90
1580
sabe, esse tipo de coisa vc deve ignorar, mas se n der mostra pra bliz
se n der continua pra frente
Caçadora Elfa Sangrenta 90
0
Necro!!!

Cadê meus "vinis"?!

*Domitilla se abastace com vários discos de novelas da rede globo.

Não ressuscite tópicos antigos.

O simples ato de postar "bump" ou "up" em um tópíco também é considerado como "spam". Isto também inclui responder tópicos muito antigos sem um motivo aparente. Chamamos isso de "necro bumping" e necromancia não é legal.


http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/3430940210#2
Xamã Anão 90
2785
sabe, esse tipo de coisa vc deve ignorar, mas se n der mostra pra bliz
se n der continua pra frente


http://img100.imageshack.us/img100/3851/padeouroz.jpg

adoro isso...
Caçadora Trolesa 90
9870
Ah amigo. normal oras.
Aquela velha história...

Haters - Gonna - Hate :D

Aliás, a questão é ignorar. E mais, se eles te ofenderem em off então dá uma reportada e um ignorar. A vida se resolve facilmente:D
Sacerdotisa Elfa Noturna 95
6365
Sou gay e jogo no WoW desde muito tempo...comecei no TBC. Sempre me deparei com esse tipo preconceito no jogo. Não vou mentir e sim, me sinto pessoalmente ofendido quando fazem piadas e tentam te diminuir atacando sua sexualidade. Vivo querendo trocar de guilda pq a maioria das guildas que eu ja estive, sempre tem um idiota que vive falando merda do que não conhece. Infelizmente, tive que me acostumar e engolir os sapos calado, pq ou é isso ou eu não jogo, pq simplesmente em todo canto desse jogo de dez em dez minutos surge uma piada relacionado a isso. Gostaria muito que, que nem em alguns servidores europeus e americanos, tivesse uma guilda que fosse direcionada as pessoas lgbt que jogam o wow...mas isso aqui no Brasil acho que já é sonhar alto...
Caçadora Elfa Noturna 90
13395
Necromancer da madrugada.
Monja Draenaia 90
11485
05/04/2012 17:07Citação de Alispher
LOL, brasileiros zoando Elfos Sangrentos!!?? Amigo, você ja viu as frases que a própria Blizzard os faz dizer? hahhah.


A Blizz desejo que fosse assim e é assim.

Existe um Mooooonteeeeeeee de missões no WoW em que Elfos Sangrentos são tidos como gays.
Editado por Arshess em 22/02/2013 01:46 BRT
Caçador Worgen 90
3820
1) Seguindo o conselho sábio denotado acima, dediquei alguns momentos para dar "joinha" e "dedo pra baixo" nos comentários e parei quando li "HORDA DE CU É ROLA".

2) Não se trata de HOMOFOBIA, PRECONCEITO ou BULLYING serem modas do momento. O fato é que as pessoas estão confundindo, humor, liberdade e desrespeito.

Todos se posicionam aqui e ali sobre um ou outro assunto. Discordar é natural do ser humano, uma espécie que demonstra tantas diferenças em sua igualdade. Ninguém realmente consegue pedir "igualdade" entre humanos, mas o "respeito" deve imperar justamente para superarmos nossas diferenças.

Somos todos iguais em nossas diferenças.
Essa frase me marca muito, porque é o mais essencial elemento que nos igual e nos pareia como "irmãos", membros da mesma espécie. E se não soubermos respeitar isso, não trabalharmos para que isso vigore, nós nos causaremos mal e criaremos guerras.

Não quero, nem acredito que as pessoas vão "naturalmente" se respeitar, e muito menos "aceitar" as diferenças. O bullying, no entanto, é um novo termo que evidencia a falta de respeito COLETIVO, onde o agressor deixa de ser a pessoa atuante e passa ser a concordância comunitária, o que faz com que o agredido fique PLENAMENTE INDEFESO dentro de seus direitos.

O direito é constituido da coletividade, e se nós nos calarmos ante atos de desrespeito, o direito passa a falhar com a comunidade. O direito não deve ser vir a um, ou a alguns, mas a todos. Caso contrário, estaremos rumando para o passado, onde reis e líderes realmente determinavam a vida ou a morte das pessoas.

Quem teve a oportunidade de conhecer "A Game of Thrones", seja pelo seriado de TV ou pelo livro, e conhece o destino de Eddard Stark (ou da loba atroz Lady) vai entender o que estou falando.

Portanto, não usem o termo "Bullying" levianamente. O Bullying não é cometido por um indivíduo. É uma agressão coletiva, e só está "popular" porque estamos tentando sanar o bullying através da conscientização de todos os membros da comunidade (brasileira, por ex., ou "comunidade do wow" neste caso específico).

Para ajudar a refletir sobre tudo isso, gostaria de partilhar algo particular: eu sou gay homoafetivo (e o carai a 4) assumido desde os 15 anos a meus pais; contudo, eu não gosto de gays afeminados, tenho preconceito sobre eles, e até uma certa raiva deles. Pode isso, Arnaldo? Sim, e eu justifico de algumas maneiras:

- Enquanto o ato da consumação homossexual era tido como pecado, a sua evidência (homens femininos, ou mulheres masculinas) era tido como motivo de chacota. A chacota (zuação) servia como uma forma de "endireitar" aquele indivíduo, visto que toda chacota é um movimento social. A chacota serve como um aviso: hahaha, passe vergonha, e se continuar nesse caminho vai viver na vergonha.

- Enquanto homoafetivo, eu não me reconheço no grupo de homens femininos, nem tenho desejos de ser feminino nem me identifico com o universo feminino. E minha revolta com os homens femininos aumentava na medida em que o fato de minha orientação sexual e afetiva começava a me associar a um grupo ao qual eu não pertencia de verdade.

- Além de carregar uma vergonha que não era minha, as "chacotas" são uma forma de dificultar a elaboração de uma posição crítica sobre dado fenômeno. Portanto, quanto mais "piada" a coisa vira, menos resultado o assunto obtém. Eu decidi, fundamentalmente, lutar contra o preconceito à minha maneira: não devemos REPUDIAR o preconceito, mas assumi-lo de forma responsável, e buscar respeitar assim como buscamos ser respeitados.

Resultado: eu sou gay, viado etc., mas não gosto de gays, viados etc. No entanto, meu "preconceito" nunca me levou a cometer nenhuma atrocidade, e nem mesmo grandes desrespeitos para com o outro. Isso porque "eu também estava do outro lado". Não há teto de vidro pra quem se encontra nessa situação, "também do outro lado".

raramente as pessoas se colocam do outro lado, e muitas vezes isso é mesmo difícil de se fazer. Mas, se você não consegue respeitar as pessoas de imediato, independente do tamanho do seu preconceito; se você não tem sido muito feliz ao lidar com seus preconceitos; se você nunca parou para pensar o que é mesmo o Bullying e como você pode ser co-autor do mesmo; se, enfim, nenhuma dessas perguntas, nada disso parece ser a sua realidade... Como você espera ser levado a sério quando você PRECISAR de ajuda, e estiver na minoria? estiver "do outro lado"?

Portanto, espero que todas as pessoas, independente do assunto, do status social, estado de saúde, relação peso/altura, cor da pele, cidade de origem... Todas as pessoas devem buscar o respeito, promove-lo e também lutar por ele quando necessário. Seja pelo respeito por si mesmo, seja o respeito de um amigo ou seja pelo respeito de um estranho.

E lembre-se de que o primeiro inimigo do respeito a ser vencido está dentro de cada um. E provavelmente todos já tem um espelho em casa, na vida moderna que vivemos...
Ladino Humano 90
4375
1) Seguindo o conselho sábio denotado acima, dediquei alguns momentos para dar "joinha" e "dedo pra baixo" nos comentários e parei quando li "HORDA DE CU É ROLA".

2) Não se trata de HOMOFOBIA, PRECONCEITO ou BULLYING serem modas do momento. O fato é que as pessoas estão confundindo, humor, liberdade e desrespeito.

Todos se posicionam aqui e ali sobre um ou outro assunto. Discordar é natural do ser humano, uma espécie que demonstra tantas diferenças em sua igualdade. Ninguém realmente consegue pedir "igualdade" entre humanos, mas o "respeito" deve imperar justamente para superarmos nossas diferenças.

Somos todos iguais em nossas diferenças.

Essa frase me marca muito, porque é o mais essencial elemento que nos igual e nos pareia como "irmãos", membros da mesma espécie. E se não soubermos respeitar isso, não trabalharmos para que isso vigore, nós nos causaremos mal e criaremos guerras.

Não quero, nem acredito que as pessoas vão "naturalmente" se respeitar, e muito menos "aceitar" as diferenças. O bullying, no entanto, é um novo termo que evidencia a falta de respeito COLETIVO, onde o agressor deixa de ser a pessoa atuante e passa ser a concordância comunitária, o que faz com que o agredido fique PLENAMENTE INDEFESO dentro de seus direitos.

O direito é constituido da coletividade, e se nós nos calarmos ante atos de desrespeito, o direito passa a falhar com a comunidade. O direito não deve ser vir a um, ou a alguns, mas a todos. Caso contrário, estaremos rumando para o passado, onde reis e líderes realmente determinavam a vida ou a morte das pessoas.

Quem teve a oportunidade de conhecer "A Game of Thrones", seja pelo seriado de TV ou pelo livro, e conhece o destino de Eddard Stark (ou da loba atroz Lady) vai entender o que estou falando.

Portanto, não usem o termo "Bullying" levianamente. O Bullying não é cometido por um indivíduo. É uma agressão coletiva, e só está "popular" porque estamos tentando sanar o bullying através da conscientização de todos os membros da comunidade (brasileira, por ex., ou "comunidade do wow" neste caso específico).

Para ajudar a refletir sobre tudo isso, gostaria de partilhar algo particular: eu sou gay homoafetivo (e o carai a 4) assumido desde os 15 anos a meus pais; contudo, eu não gosto de gays afeminados, tenho preconceito sobre eles, e até uma certa raiva deles. Pode isso, Arnaldo? Sim, e eu justifico de algumas maneiras:

- Enquanto o ato da consumação homossexual era tido como pecado, a sua evidência (homens femininos, ou mulheres masculinas) era tido como motivo de chacota. A chacota (zuação) servia como uma forma de "endireitar" aquele indivíduo, visto que toda chacota é um movimento social. A chacota serve como um aviso: hahaha, passe vergonha, e se continuar nesse caminho vai viver na vergonha.

- Enquanto homoafetivo, eu não me reconheço no grupo de homens femininos, nem tenho desejos de ser feminino nem me identifico com o universo feminino. E minha revolta com os homens femininos aumentava na medida em que o fato de minha orientação sexual e afetiva começava a me associar a um grupo ao qual eu não pertencia de verdade.

- Além de carregar uma vergonha que não era minha, as "chacotas" são uma forma de dificultar a elaboração de uma posição crítica sobre dado fenômeno. Portanto, quanto mais "piada" a coisa vira, menos resultado o assunto obtém. Eu decidi, fundamentalmente, lutar contra o preconceito à minha maneira: não devemos REPUDIAR o preconceito, mas assumi-lo de forma responsável, e buscar respeitar assim como buscamos ser respeitados.

Resultado: eu sou gay, viado etc., mas não gosto de gays, viados etc. No entanto, meu "preconceito" nunca me levou a cometer nenhuma atrocidade, e nem mesmo grandes desrespeitos para com o outro. Isso porque "eu também estava do outro lado". Não há teto de vidro pra quem se encontra nessa situação, "também do outro lado".

raramente as pessoas se colocam do outro lado, e muitas vezes isso é mesmo difícil de se fazer. Mas, se você não consegue respeitar as pessoas de imediato, independente do tamanho do seu preconceito; se você não tem sido muito feliz ao lidar com seus preconceitos; se você nunca parou para pensar o que é mesmo o Bullying e como você pode ser co-autor do mesmo; se, enfim, nenhuma dessas perguntas, nada disso parece ser a sua realidade... Como você espera ser levado a sério quando você PRECISAR de ajuda, e estiver na minoria? estiver "do outro lado"?

Portanto, espero que todas as pessoas, independente do assunto, do status social, estado de saúde, relação peso/altura, cor da pele, cidade de origem... Todas as pessoas devem buscar o respeito, promove-lo e também lutar por ele quando necessário. Seja pelo respeito por si mesmo, seja o respeito de um amigo ou seja pelo respeito de um estranho.

E lembre-se de que o primeiro inimigo do respeito a ser vencido está dentro de cada um. E provavelmente todos já tem um espelho em casa, na vida moderna que vivemos...


O cara fico a noite toda acordado para escreve uma parede em um topico do começo do ano passado, e não ter nada para fazer mesmo ^^
MVP
Paladino Tauren 80
6685
Eu ainda me supreendo com a capacidade das pessoas de entrarem nessa onda de "politicamente correto". O que hoje é chamado de "bullying", não muito tempo atrás era chamado de zoação! Esculhambar algo e até insultar é saudavel, então deixem as pessoas fazerem isso. Quem é zoado e insultado pode ser forte e resistir, ou então ser fraco e ceder, isso faz parte da formação de carater. Nós não devemos tentar proteger os fracos, mas muito pelo contrario predar sobre eles de maneira que eles não se acomodem e tentem se tornar fortes!

Usar expressões como "gay", "viado", "bicha", etc, como formas de insulto é algo bastante comum e vem da nossa cultura, na maioria dos casos a pessoa não está realmente querendo dizer que a outra é homossexual, e muito menos implicando que ser homossexual é um problema. É um traço cultural que realmente poderia sumir, pois apresenta um uso incorreto da linguagem, onde a palavra expressa um significado distinto daquele em que deveria, mas não é no WoW ou nos forums por ai que isso vai acontecer...

Seja como for, parem de se esquentar tanto, vão ver uns epsódios de South Park, apreciem um bom humor ácido e lembre-se sempre: TUDO é passivel de ser zuado, e quanto mais importante for algo, mais digno da comédia é este algo!
Editado por Panon em 22/02/2013 06:26 BRT
Paladino Humano 90
4810
Uma frase que sempre acreditei: "a maldade está mais no lado de quem escuta do quem fala"
Você é aquilo que te chamaram? Você fez aquilo que te acusaram?
Não? A Pessoa falou na maldade? Será?

Nós pessoas temos o mal de acreditar que tudo que esperamos de outra pessoa são ações ruins, e muitas ações dessas ações são na verdade incompreendidas. Quem nunca foi incompreendido em alguma situação?

Tipo, nem ligue e se der entre no papo da história. Não gostou de algo ali, nem responda, você estará só atestando algo que pode ter sido dito sem aquela intenção, como diria a frase "Quem não deve não teme".
Isso é em qualquer local do mundo, não só no Brasil.

Portanto, não seja tão sentido, muito do que se vê por ai, principalmente em um jogo, é só uma brincadeira que você está compreendendo mal ou pode estar compreendendo mal, então repense e veja se aquilo é algo na maldade mesmo... se mesmo assim ainda não gostou ou não aturou, apenas ignore, não é por alguma reclamação sua que essas pessoas mudaram assim como você não aceitara mudar por ele e cada um segue seu caminho a partir dai.
Este tópico está trancado.

Por favor, relate qualquer violação do Código de Conduta, incluindo:

Ameaças de violência. Nós levamos isso a sério e alertaremos as autoridades apropriadas.

Mensagens contendo informações pessoais de jogadores. Incluindo endereço físico ou de e-mail, número de telefone, fotos e/ou vídeos inapropriados.

Assédio ou linguagem preconceituosa. Isso não será tolerado.

Código de Conduta dos Fóruns

Relatar mensagem # escrita por

Motivo
Explique (no máximo 256 caracteres)
Enviar Cancelar

Reportado!

[Fechar]