Enquanto isso, na Coreia do Sul...

Xamã Pandarena 90
12850
Eu acho muito complicado definir o que a Blizzard quer.

No Cata, tudo ficou incrivelmente fácil, já no MoP somos bombardeados com umas dezenas de dailies, dificuldade em pegar equip... Sério, não dá para entender. Sem falar nas profissões q perderam o sentido em existir, como bandagem e arqueologia.

Por outro lado, eles já vem tirando há tempos elementos do lore q davam uma emoção para o jogo - como a quest do cavalo do paladino e o dreadsteed do lock. Dungeon finder quebra um galhão, fica extremamente fácil de upar, mas vc perde o social, a história do jogo... Afinal, aquelas dungeons tem uma razão para serem dungeons e a maioria realmente não conhece mais isso.

Ou seja, não vejo sentido NENHUM nas mudanças q a Blizzard vem fazendo! xD
Responder Citar
Bruxo Gnomo 90
6730
Olha, eu me identifico bastante com o 'Exilado', sabe?
Eu não tenho tempo suficiente para me dedicar ao WoW como ele exige, então acabo sempre atrás em matéria de gear, gold e 'potencial' de DPS, tanto que nem um dragão desses mais bacanas eu tenho, hehehe.
Mas enfim, confesso que uma diferença existe: Paciência.
O cara ouviu de tudo um pouco do resto dos jogadores do realm e ficou na dele; eu já não tenho essa 'virtude'. Deixa eu dar um exemplo: em uma certa guilda (que virou Guilda Mentora dali a um tempo), de um certo server brasileiro, em uma tarde eu estava em SW, sem muito o que fazer, e estava lendo os comentários no chat da guilda. Em dado momento, quando a conversa foi para lado de quem poderia fazer parte dos cores de raide, um dos 'mais mais' larga a 'pérola':
"Eu e a galera que estamos nos cores é que temos importância na guilda, o resto da 'peãozada' só serve pra farmar gold pra nossos reparos, comidas e flasks!"
Lendo isso, interpelei o Guild Master, perguntando o que ele achava da frase, no que ele me respondeu:
"Veja bem, o que leva a guilda de server PVE são os raides que ela conquista. Partindo desse princípio, eu concordo com ele. Vocês deveriam ser gratos por poderem participar".

Resultado: lá foi o Chogall ficar sem guilda mais uma vez...
Responder Citar
Paladino Humano 52
860
Eu acredito que tudo também depende do jogador.

Eu por exemplo, não jogo a muito tempo, não tenho personagem Endgame e nem por isso sinto falta. Eu caminho um passo de cada vez, e isso não quer dizer que eu seja um jogador ruim, eu sai de servidores BR porque eu não via neles as coisas que eu gosto em um RPG e lembrem-se WOW é um RPG mesmo sendo MMO, então pra mim muitos desses elementos importam.

A Blizzard tem sua parcela de culpa em colocar várias ferramentas que removem muito do aspecto "RPG" do jogo e transforma tudo em uma caça de GEAR, MATA MATA e Raides. Mas ela não obriga o jogador a utilizar o Localizador, ele apenas está lá, você o usa se quiser.
Quem transforma o MMORPG é a comunidade, os desenvolvedores só adaptam para o que a comunidade procura. Obviamente pra quem é experiente é muito chato ter que ficar viajando pra chegar em dungeon, ficar procurando grupo, fazer quest que já foi feita em outro char e tudo mais...

Acho que a Blizzard faz um trabalho excelente, o problema é que os jogadores novatos, querem chegar no endgame muito rápido e esquecem de aproveitar o jogo, de descobrir as coisas e realmente aprender. Obviamente que tem coisas que são jogadas de repente, seria bem mais interessante se tivessem NPCs que realizassem essas introduções de informações para o jogador.

O que eu sempre tento lembrar é que, WOW é um jogo e eu acredito que jogos são desenvolvidos para divertir, é um entretenimento, isso não quer dizer que eu não o leve a sério, até porque eu jogo RPGs faz uns 10 anos, só quer dizer que quando as pessoas deixarem de se divertir, e começarem a brigar, se ofender ou qualquer outra coisa, então devemos parar de jogar.
Responder Citar
Paladino Elfo Sangrento 90
3095
é vei logo agora o jogo do barça vai comecar
Responder Citar
Sacerdote Humano 90
2240
Bom, eu sou novo por aqui (a propósito, esta é minha primeira postagem).
Mesmo tendo um lvl considerável (não é tão alto, mas é um pouco), eu não sei muito sobre o jogo. É que eu prefiro me divertir ao invés de viver o jogo. Jogo pra curtir, pra fazer amigos, pra passar o tempo.
O interessante é que, em todos os personagens que cheguei e falei "hein, pode me dar uma mão no pvp? Quero ver se melhoro um pouco", todo mundo logo se dispôs a me ensinar como atacar melhor, como se livrar de ataques, e estratégias super ótimas!
Em compensação, direto vejo alguém chamando o outro de lixo, e humilhando um ao outro.
Galerinha, é só um jogo.
Bora se divertir. Se um jogo é mais que isso pra você, procura um tratamento :P
Issaê, pessoal! Vlw pela ajuda de todos, ok? Vlw mesmo!
Responder Citar
Caçador Orc 32
415
Sou novato no jogo.
Espero não sofrer oque esse cara sofreu =\
Responder Citar
Sacerdote Elfo Sangrento 90
6520
Parabéns pelo tópico, fantástico. O tamanho é referente à qualidade. Do fundo mesmo, foram os melhores minutos de leitura que eu já tive aqui no fórum.

Eu tento acreditar ainda que, pela cultura brasileira, deve haver mais paciência e mais união caso contrário estamos indo pelo mesmo caminho.

Quando forem xingar, brigar e desmoralizar um player por estar fazendo algo errado ou mesmo da facção oposta por ter te ganho ou perdido uma luta, tenha Empatia(minha palavra favorita), o que acontece no jogo é melhor deixar no jogo a menos que sejam boas recordações a final, é um jogo.
Responder Citar
Caçador Troll 90
5370
Não penso q tenhamos que ter paciencia, e sim ser mais humanos e solidarios uns com os outros... jogo WoW ja a 5 anos e infelizmente nesses ultimos anos tem um monte de bossais e arrogantes q menosprezam os low e se acham os donos de Azeroth... honestamente, ou a blizz toma providencias quanto a esse imbecis arrogantes, ou aos poucos ela vai ficar sem jogadores.
Responder Citar
Caçadora Draenaia 90
13650
Sei que o tópico até tem bastante tempo, mas preciso deixar minha marquinha aqui.
Eu não conhecia essa história a fundo, só havia ouvido falar através do digníssimo wowgirl.

Realmente, uma leitura muito profunda e que realmente faz pensar.
Quando comecei a jogar WoW eu tinha uma noção de como se faziam as coisas mas nunca fui expert. Hoje no cap level faço um DPS razoavelmente bom, tenho uma progressão de raides que pro meu ritmo e da minha guilda não é ruim mas muito player iria achar uma vergonha. Mas a minha progressão é assim justamente pq minha guilda é família, cada novo player nós adotamos como se fossem filhos e a gente sempre tenta passar isso pra todos na guild. Dá muito orgulho ver o pessoal se ajudando e seguindo o exemplo.

Não temos um core 100% fechado ainda, mas nas raides em que eu tenho mais experiência sempre ajudo a liderar e não me importo de explicar o que deve ser feito para qualquer pessoa que não tenha ido.

Um belo exemplo foi quando levei minha guild pra pegar o Protodraco Enferrujado. Muitos nunca tinham nem entrado numa raide ainda e quase conseguimos de primeira, faltando apenas uma conquista e matamos o Yogg-Saron na segunda try.
Mas foi divertido mesmo quando matamos o Morchok em um grupo de masmorra aleatoriamente quando passeavamos pelas Cavernas do Tempo. Isso sim é que faz o WoW ser algo bom, você poder juntar as pessoas que você gosta e fazer essas loucuras assim, só pra ver no que dá.

Não sou uma jogadora expert, mas quem quer que precise de ajuda pode me procurar no Goldrinn ou qualquer player da Senhores de Azeroth. ^.^
Responder Citar
Ladino Elfo Sangrento 27
6135
Oi,

Olá, eu sou brasileiro e gostaria de fazer uma sugestão para World of Warcraft.
Meu nome é Alisson David, jogo warcraft há 7 anos fiz muitos amigos na blizzard. Tenho notado uma mudança no comportamento das pessoas no jogo. Eles estão sempre com pressa e sempre criticam e ofendem os jogadores de nível mais baixo.
Já sabemos que no World of Warcraft, muitos jogadores estão tendo problemas com o alto nível de discriminação.
As pessoas já não aceitam que você seja fraco DPS, TANK, ou não sabe como jogar. Ninguém ensina para eles, e isso esta começando a construir inimizades e insultos no jogo. Acreditamos que o Brasil e em muitos outros países as pessoas são difíceis de relacionar-se in game. Se você começa a jogar warcraft, ninguém te ajuda e ninguém quer saber de você.
E você acaba ficando muito isolado jogando sozinho. Logo agente perde o interesse pelo jogo e pela blizzard. Pode analisar que vários dos jogadores pararam de jogar, porque ninguém os ajuda a entender o jogo.

Então, vocês estão criando novos patchs da Blizzard, mas isso só contribui para uma corrida contra o tempo e a falta de amizades. Hoje em dia apenas o chat GERAL diz assim:
"" LFM Fast DPS FULL need one. NO NOOOBS ""
Como uma pessoa que estava interessado no jogo e na história do warcraft vai ver esta mensagem? Ainda mais se ela dizer "" Oi poderia me convidar? "" Logo após Kick!

As pessoas estão com o foco no jogo apenas no DPS BEST, melhor TANK, HELLER DEUS. Logo não tem tempo para LOWlevel.

MINHA IDEIA

Já pensou se a BLIZZARD desenvolver um sistema de aprendiz e mestre?

Se no nível 90 você pode se tornar mestre de nível 70 + ....
Assim você ganha recompensas, archivments,
A exemplo do baú em Cenários ,masmorra com ouro.
Ao completar a Dungeon com seu pupilo. Poderia gerar novos archivments
exemplo""PARA MEU MESTRE COM CUIDADO"", ""VINGANÇA DO JOVEM MESTRE"".

Vocês devem incentivar os melhores jogadores de nivel 90 a ajudar os de nível mais baixo.
Como? Criando uma nova forma de archivments entre "mestre e aluno".

Dicas, PVP, BG, PVE. Tudu do mestre e aluno em party poderia gerar uma recompensa. Assim, os novos jogadores seriam mais envolvidos com o jogo.

Parabéns pelo trabalho de vocês.

Obrigado por tudo.

Alisson David.
Responder Citar
Mago Pandaren 90
3075
Interessante essa ideia de professor/aluno. Ja notei essa pressa dos jogadores, o que realmente faz o jogo ser estressante e sem graça (ja que não dá tempo de acompanhar a história).
Responder Citar
Ladino Elfo Sangrento 90
13725
Oi,

Olá, eu sou brasileiro e gostaria de fazer uma sugestão para World of Warcraft.
Meu nome é Alisson David, jogo warcraft há 7 anos .....


Para de falar que joga wow a 7 anos por que isso é mentira, da pra ver nos seus achievs....

e isso é completamente sem cabimento, existem DIVERSOS sites para te dar uma boa base de como ser um bom jogador....ninguém precisa de mestre dentro do jogo

O que falta não é boa vontade dos veteranos em ensinar...

O que falta mesmo é boa vontade dos novatos em buscar conteúdo.....querem tudo mastigado....
Responder Citar
Ladina Humana 90
16320
O que falta não é boa vontade dos veteranos em ensinar...

O que falta mesmo é boa vontade dos novatos em buscar conteúdo.....querem tudo mastigado....


Não é bem assim. Enquanto eu vejo sim muitos veteranos dispostos à ajudar os novatos e também vejo muitos noobs folgados que tem preguiça de aprender, o que eu mais vejo são pessoas egoístas de um lado que preferem criticar do que ajudar de um lado, e pessoas tímidas que tem vergonha de pedir ajuda de outro.

Eu sempre fui auto-ditada, no level 60 eu já sabia mais sobre o jogo do que muitos level 80 (level máximo quando comecei a jogar). Eu sou assim na faculdade também, eu não preciso do professor para me ensinar as coisas que eu preciso saber. Mas nem todos são assim, algumas pessoas precisam de ajuda e seria legal se as pessoas que não querem ajudar, ao menos não fossem grosseiras para não desmotivá-los a pedir ajuda para outra pessoa.
Responder Citar
Paladino Elfo Sangrento 90
9045
O que a Blizz ta precisando mesmo é deixar o WoW voltar a ser o MMo divertido, hoje so cumprimos tarefas e mais tarefas, chega de RF, vamos voltar a formar grupos, interagir com o jogo montar grupospra explorar o mapa as dungeon.
Responder Citar
Bruxa Orquisa 90
8200
http://i287.photobucket.com/albums/ll158/rgubolin/renasce.jpg
Editado por Trevas em 24/11/2013 09:57 BRST
Responder Citar
Bruxo Troll 90
9520
pra mim esse topico deveria ser fixo.
Responder Citar
Cavaleiro da Morte Worgen 90
1720
eu sou noob no game tbm, nao sei muitas coisas nem macro nao sei ainda, jogo faz 3 semanas o wow e eu vejo sim bastante preconceito no wow com jogadores novatos, mas graças a deus acabei conhecendo uns bons amigos q estão me ajudando e quando eu tenho duvida eles me falam tudo, mas se nao fosse por eles eu tava morto, pois o wow é um jogo extremamente cheio de detalhes onde o player novato se perde facil.
Responder Citar
Sacerdote Elfo Sangrento 90
5995
Adorei o tópico (que eu não teria visto se não tivesse sido desenterrado, então, enfim.)

Consigo imaginar como o "Guerreiro Exilado" se sentia.
Comecei a jogar wow no final de Julho, desse ano, porquê um amigo que já jogava me invitou.
O que se espera quando alguém te invita, é que essa pessoa upe com você, e te ensine pelo menos boa parte do que ele já sabe sobre o jogo. Mas não foi isso que aconteceu. Meu primeiro personagem foi/é um Hunter. Upei praticamente sozinho, do lvl 1 ao lvl 90. Passei por muitas situações tensas (até o lvl 80+, eu ainda usava tecido por achar bonito; cheguei a ir pra uma dg usando adagas (sim, com meu Hunter), deixava aspecto da matilha ligado, pet agrando, e nunca fui kickado (exceto uma vez, por ter needado um item que eu realmente precisava.) Enfim, o fato é que eu não sabia nada. De vez em quando, algumas pessoas nas dungeons me davam dicas, e eu fui aprendendo um pouco.
Continuando: Cheguei ao lvl 90, peguei alguns itens 496 na Ilha Perene, e fui logo pro Localizador de Raides. (não sabia NADA sobre gemas, encantos, reforge, rotação, etc.) Fiquei muito, muito feliz quando fiz minha primeira raide. Era como uma dungeon, mas com muito mais pessoas, e, pra mim, sentir que eu era parte de algo grandioso foi muito importante.
A felicidade durou pouco: Quando fui pra minha segunda raide, fui ridicularizado por um tank elitista, que ficou criticando meu dps, e atribuindo minha falta de habilidade ao fato de eu ser brasileiro. Ele chegou a postar mais de uma vez o ranking de dps no chat da instancia, pra mostrar que meu dps estava abaixo do dos healers.
Nesse dia, comecei a achar que Hunter não era pra mim. Eu era ruim em raides, masmorras, arenas, cb's, ou seja, tudo.
Um dia, alguns hunters do forum me deram algumas dicas quanto a reforge e rotação, e eu acabei melhorando um pouco. (Passei a hintar 60k com mais frequencia, e critar mais de 100k.) Mas eu já havia perdido a graça com meu Hunter, sabe, nem a pessoa que me invitou ajudava. Na verdade, ele só tem tempo pras arenas dele, pros cb's dele, pras coisas dele (e ainda ganhou a montaria e todos os leveis que passei pra ele).

Daí, decidi upar outra classe. Um Sacerdote, um Sacerdote de Disciplina.
Fui gostando cada vez mais da classe, e no fim, o Fällën acabou se tornando meu main.
É um char que eu sei usar, uma classe com a qual me identifiquei desde o lvl 1, e que eu tive a maior vontade de aprender tudo a respeito antes mesmo de criar.
Tenho muito medo de começar a raidar com meu Priest, porquê minha gear ainda é bem fraquinha, e não quero que aconteça o que aconteceu com meu hunter. :B
Responder Citar
Paladina Elfa Sangrenta 90
9210
24/11/2013 10:45Citação de Ascendio
pra mim esse topico deveria ser fixo.

Ele foi fixo por muito tempo.
Responder Citar

Por favor, relate qualquer violação do Código de Conduta, incluindo:

Ameaças de violência. Nós levamos isso a sério e alertaremos as autoridades apropriadas.

Mensagens contendo informações pessoais de jogadores. Incluindo endereço físico ou de e-mail, número de telefone, fotos e/ou vídeos inapropriados.

Assédio ou linguagem preconceituosa. Isso não será tolerado.

Código de Conduta dos Fóruns

Relatar mensagem # escrita por

Motivo
Explique (no máximo 256 caracteres)
Enviar Cancelar

Reportado!

[Fechar]