Os primeiros draeneis exilados em Draenor consideravam a morte uma consequência infeliz e perturbadora da vida. Desta forma, ocultavam seus mortos na cidade mortuária subterrânea de Auchindoun, uma maravilha labiríntica sob as florestas de Terokkar.

Dizem que, há muito, uma seita sombria invadiu Auchindoun. Nos mais profundos recônditos do labirinto, a seita libertou um ser imensamente poderoso e maligno de uma prisão arcana, devastando a decrépita cidade. Seria prudente que os aventureiros corajosos o suficiente para adentrar Auchindoun, ou os restos abandonados de seus ossários repletos, se lembrassem da advertência dos primeiros guardiões da cidade, os Auchenai: os que não respeitarem os mortos...

... podem vir a juntar-se a eles no túmulo.