Scolomântia fica em uma série de criptas sob a bastilha arruinada do Castro das Flechas. Antes propriedade da nobre família Barov, o Castro das Flechas viu sua ruína após a Segunda Guerra. Ao arregimentar seguidores para sua Seita dos Malditos, Kel'Thuzad costumava prometer a imortalidade em troca da servidão ao Lich Rei. A família Barov se rendeu à carismática influência de Kel'Thuzad e doou a bastilha e suas criptas ao Flagelo. Os sectários, então, assassinaram os Barov e transformaram as antigas criptas em uma escola de necromancia conhecida como Scolomântia.

Embora Kel'Thuzad não mais resida na cripta, sectários devotos e instrutores permanecem lá. O poderoso lich Ras Friomúrmuro governa o lugar e o protege em nome do Flagelo. Um necromante mortal, o umbromestre Gandling, o serve na condição de insidioso diretor da escola.