A sagrada Câmara dos Aspectos sob o Templo do Repouso das Serpes viu o nascimento e a ruína de reinos e exércitos ao longo da história. Por mais de dez milênios, os cinco santuários das revoadas dragônicas foram solo sagrado para os dragões, e estiveram a salvo do caos da Cisão e protegidos da devastação do Flagelo graças a uma rara cooperação entre integrantes das cinco revoadas.

Agora, uma sinistra quietude se apoderou do santuário. Os guardas dragônicos no entorno do Santuário Rubi desapareceram. As pedras do portal que leva às câmaras do santuário estão rachadas. O cheiro dos incêndios se extinguindo preenche o ar da antecâmara, e os dragões vermelhos encarregados de vigiar o santuário não respondem às mensagens de seus companheiros.

A ausência de guardiões e o enfraquecimento da estrutura são motivo de preocupação suficiente para os integrantes da Aliança do Repouso das Serpes. Contudo, muito mais grave é a possibilidade de que o Santuário Rubi, no qual estão o maior número de ovos de dragões vermelhos e o futuro da revoada, tenha sido violado.

Chefe