Cerco à Nova Tristram

Arquivos Horádricos
Haviam dias que protegíamos a entrada de Nova Tristam de hordas incansáveis de mortos-vivos.Cada hora que passava,eram menos de nós e mais deles.A pior parte era que,quando caia um de nossos soldados,ele erguia-se para lutar contra nós como um corpo sem vida,era frequente termos que lutar contra "zumbis" conhecidos,o próprio capitão Rumford já havia matado alguns dos milicianos que sucumbiram ante o cerco.Aos poucos,íamos perdendo a fé,inclusive eu.
Quem nos motivava a viver mais um dia era Lea.Quando ela não estava nos ajudando a repelir os mortos,estava ajudando os feridos,embora muitos destes não sobreviviam às feridas.Mas desde que Cain desapareceu na antiga igreja de Tristam,ela não vem mostrando o mesmo ânimo.
Estávamos apenas eu,Rumford e mais quatro milicianos defendendo o portão :Jack,o sobrinho do prefeito;Edgard,um comerciante que juntou-se a nós recentemente;Marco,um soldado de Caldeum que veio de lá até Nova Tristram para tirar seus pais daqui,embora ele tenha chegado tarde demais;e por ultimo Jaime,um caçador que sobreviveu ao ocorrido à Velha Tristram.Todos nós montávamos sentinela no portão da cidade,todos com armas em mão e coração saindo pela boca,embora nenhum morto-vivo tivesse aparecido ainda.
-Gosto de quando fica quieto assim.Disse Edgard.Nos dá tempo para respirar.

-Também dá tempo deles juntarem forças.Completou Rumford.

-Porque nós simplesmente não...abandonamos a cidade?Meu tio está organizando uma caravana,poderíamos juntar todos e partir para um lugar mais seguro,Caldeum talvez.Propôs Jack.

-Seu tio tenta fugir desta cidade desde que ela foi fundada,o que faz você pensar que ele vá conseguir fazer isso agora?Respondi.Rumford abafou um riso,já jaime soltou uma gargalhada que encheu Jack de raiva,mas ele não disse nada.Quem falou por sua vez foi Marco:

-Eu vim de Caldeum e posso assegurar que lá não está muito melhor que aqui,os lobos de ferro desapareceram e o imperador está louco,colocou soldados abusivos para defender a cidade.Sem contar as estradas,repletas de ladrões,assassinos,bestas e até demônios,tive que pegar uma série de estradas secundárias e escondidas para poder chegar aqui vivo.

-Não podemos deixar a cidade pois morreremos no caminho,mas ficar também não é a melhor idéia.Creio que estamos apenas adiando o inevitável.Disse Rumford.

Permanecemos em silêncio por alguns minutos,até ele ser cortado por um grunhido.Jaime apontou o arco em direção a floresta.
-Não vejo nada,disse Jaime.Apenas um pequeno movimento atrás das...Ooh droga...São muitos!
Rapidamente,uma horda de zumbis surgiu por detrás das árvores..O cheiro pútrido da morte preencheu o ar,causando-me enjoo.

-Vou precisar de uma aljava maior...Falou Jaime.

-Jack,vá buscar os outros!Ordenou Rumford enquanto tomávamos nossas posições.
Jack então disparou cidade adentro,voltando com mais oito milicianos.Avançamos contra os mortos,espadas,escudos e arcos em punho.Com um golpe,cortei o braço de um morto robusto,depois com um golpe de escudo,derrubei-o e finalizei ele com uma espadada na cabeça,bloqueei uma investida pelo flanco e atingi o zumbi agressor com um golpe certeiro no pescoço.Um por um,os corpos mortos foram caindo,o som de espadas cortando a pele morta e das flechas assoviando sob nossas cabeças ecoou pela cidade.Embora muitos dos deles caiam,não parecia que eles teriam fim,saiam de todos os lugares,até do chão.
Foi então que um torso agarrou Edgard,mordendo a perna dele,fazendo-o cair de dor.O torso então avançou em direção à sua cabeça e socou-a freneticamente,esmagando o elmo e desfigurando a face dele.chutei o torso para o mais longe possível e olhei para o já morto Edgard que,por trás do metal retorcido do elmo e do sangue,fitava o ar com expressão de pânico.O pobre rapaz não era um soldado nato,não havia sido feito para este horror.
Não havia tempo para luto,ainda haviam muitos.Olhei para Marco e vi que,de alguma forma,ele havia se ferido,mas ignorava o machucado,ainda investindo contra os zumbis,derrubando de um por um com graça,seu treinamento de soldado havia sido bastante efetivo.
Parecia que finalmente estavamos levando vantagem,tendo cada vez menos deles.Foi então que eu senti um golpe poderoso em minha cabeça.Um dos zumbis havia me acertado um soco,eu caí,então o zumbi jogou-se em cima de mim,lutei o maximo para tirar ele,mas o morto era corpulento e forte.Então ele cravou seus dentes em meu ombro,atravessando a minha ombreira e fincando-se em minha omoplata.Senti uma dor lancinante enquanto o cadáver triturava meus ossos com sua poderosa mordida.O sangue jorrava por detrás de minha armadura,senti a vida se esvaindo de mim.Foi então que um poderoso raio de gelo atingiu o corpo,atirando-o para longe.
Tentei ver quem era o autor de tal magia,mas minha visão estava escurecendo,consegui ver apenas uma silhueta feminina aproximando-se enquanto repelia os outros zumbis.Ela então,após erradicar os zumbis remanescentes,aproximou-se de Rumford,
Foi então que eu consegui ver-la completamente.Uma jovem magnificamente linda,com cabelos escuros,com uma varinha na mão direita e um broquel danificado em sua mão esquerda.Enquanto dava meus últimos suspiros em meio ao caos,senti esperança que tudo ia mudar,pois eu sabia,de alguma forma,que aquela mulher de grande poder iria ser a salvação de Santuário.

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum