Ospherat o Mago das Pragas - Capitulo IX - 2

Arquivos Horádricos
O PALÁCIO DE OSPHERAT. - Parte II

Minha nossa é muito ouro, diz Lyndon, estamos ricos, deixe isso para depois Lyndon, não viemos aqui para isso, fala a Arcanista.

Lyndon então coloca em seus bolsos um punhado de ouro, e segue para encontrar o grupo que já está na passagem revelada pelo alçapão.

Chegam ao calabouço, um lugar extremamente quente.

Ora se não são os Nefalens e seus seguidores, matarei todos vocês, petulância, nenhum de vocês sairá daqui com vida, augura Ospherat.

Extremamente poderoso Ospherat avança sobre o grupo, que se separa rapidamente, para enfrentar os poderes lançados por ele.

Use o anel, diz Caçador ao Feiticeiro, mas estranhamente o anel nada faz.

Não funciona, nada acontece.

HAHAHA, tolos, acharam mesmo, que minha criação se voltaria contra mim? Todos morrerão, diz Ospherat.

Mesmo estando com você, sinto a força do anel, grita Ospherat ao Feiticeiro.

Destrua o anel, grita a Arcanista, jogue ele no fosso.

Não, não deixarei que faça isso, diz Ospherat.

Ospherat, rapidamente se põe a frente do fosso, o grupo então avança e ataca o Mago das Pragas, tentando deixa-lo ocupado para que o Feiticeiro consiga jogar o anel e destrui-lo.

Depois de muita luta finalmente o anel é atirado no fosso, não, grita Ospherat, antes de sumir.

Desapareceu! Para onde ele foi? Pergunta Irina.

Nesse instante algo começa a acontecer, raios começam a sair do fosso, o lugar começa a ficar azul e frio, explosões de luz iluminam todo o local, revelando uma passagem secreta.

O fosso se congela e é definitivamente lacrado.

O local antes que ardia como fogo, agora apresenta uma temperatura normal.

Vamos por essa passagem, deve nos levar a Ospherat, diz o Caçador.

Sobem pela passagem e chegam à masmorra, um grande pátio, onde deparam-se com criaturas sentadas em volta dos monges em uma espécie de ritual.

Rapidamente as criaturas que estão sentadas voltam-se contra eles, mas são eliminadas sem esforço.

Chegam então até os monges que estão em transe, segurando em cada mão algo que parecem ser as esferas, acima deles está a mandala dos afixos, emanando seu poder.

De repente um dos monges se levanta e transforma-se num monstro, que segue para ataca-los.
Esse monge-monstro evoca o poder arcano, mas logo é abatido pelos Nefalens.

Assim que matam o monge-monstro, outro se levanta já em forma de monstro, evoca também um poder, dessa vez o ígneo, e quando é morto, a rotina se faz aos outros monges que restaram.

Ao matarem o ultimo monge-monstro, este deixa cair o livro encantamento descrito por Abiana.

Estranhamente as esferas somem com a morte dos monge-monstros.

Hum, monges pacatos e serenos, só se foi no passado, observa o Kormac.

Antes de conseguirem pegar a mandala, Ospherat, aparece e se apodera dela.

Agora vocês sentirão meu poder grita ele ao grupo. Que já imaginava terem conseguido seu objetivo.

Ospherat se transforma e duplica de tamanho, vê-se raios saindo dele, um de cada poder dos afixos, arcano, gélido, veneno, elétrico e ígneo.

Ele agora detém todos os poderes da mandala.

Uma nova luta se inicia contra o mago das pragas, que agora está muito mais forte e poderoso.

A batalha é muito demorada, mas no final conseguem erradicar o mal.

Pegam a mandala, que está com o mago das pragas, já morto e seguem para o portal.

Esperem diz o Monge, e as esferas? Temos que encontra-las.

Então saem vasculhando todo o palácio a fim de encontrem pelas esferas.

Algum tempo mais tarde, encontram as esferas.

Antes de voltarmos tem algo que temos que fazer. Diz a Arcanista.

Voltam até a arvore onde James está pendurado, o retiram e o enterram, concordam em não dize nada sobre James a Abiana.

Ai sim finalmente vão para portal.

Chegando nos aposentos onde está o portal, o Lyndon vai antes a sala dos tesouros.

Olhem não tem mais nada aqui, o tesouro sumiu! Exclama ele desapontado.

A Arcanista comenta: os escravos devem ter levado tudo.

O que é pouco para recompensa-los pelo sofrimento que tiveram aqui. Diz o Bárbaro.

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum