[SPOILER]Pontos Cegos da História

História
Eu esperei esse jogo por muitos anos então não tem como não gostar.
PORÉM, a história ficou bem confusa.

O jogo com certeza não terminou, muitas coisas ainda TEM QUE APARECER, por exemplo:

- Imperius e todas sua raiva. Naquele vídeo WRATH da pra ver que os anjos do Angiris Council já tão meio de saco cheio com a teimosia do Imperius.. e otra, depois que você salvou a porra toda, nem apareceu o Imperius com aquele gosto amargo de "fui salvo pelo Nephalem de mer** que eu xinguei nos últimos 20 anos")
- A Adria engana todo mundo de um jeito escroto e depois vaza??!?!
- Quando Diablo morre no D3, a Pedra cai ou esfarela? se ela cai, quem está la dentro, ainda os 7? Se estiverem, por quanto tempo? Os 7 com certeza vão renascer caso seus espíritos "fujam" da pedra.
- E o antigo Arcanjo da Sabedoria que ficou doido e sumiu do mapa?
- No Book of Cain aparecem alguns personagens que ainda não apareceram na história (tipo o Trag'Oul)..

Fiquei decepcionado com o uso de cenas do jogo para mostrar coisas que deveriam ser mostradas como Cinematic. E com o final que é simplesmente "Você matou O DEMÔNIO mais tenso de todos os tempos, clique aqui para.. voltar ao menu!!".

Mãs, por ser um jogo puramente online, com launcher, então acho que haverá mais coisa sim.. talvez mais atos? ou expansão. Há muito pra ser contado.
25/05/2012 21:09Citação de Zero
e não vimos Adria em nenhuma cinematic, ou se escondendo pelas fases do jogo. A coisa toda parece meio forçada, e contraditória.


25/05/2012 21:09Citação de Zero
Ainda tem outra coisa, que é a black soulstone caindo no final. Poxa, como você pega um artefato desse porte e simplesmente joga lá de cima ?

No final do Diablo 2 o "mal foi derrotado pra sempre" com a destruição das soulstones(individuais, cada demonio com a sua). E logo depois vem o LoD.
Agora o "mal foi derrotado pra sempre" de novo. Até a expansão(Lord of Heaven, o inperius*).
Quando a pedra jogada la de cima vai aparecer, as novas maquinações da Adria vão ser mostradas e ela vai chorar a morte da filha(Sim, a moça morreu) se aliando a algum outro demonio pra tomar o santuario. Então, a destruição da pedra negra das almas(coletiva, algo como um condominio de demonios) vai significar que o "mal foi derrotado para sempre" mais uma vez.

Até o D4. Que vai levar outros 12 anos de desenvolvimento, vai ter toda a expectativa de espera, vai ser lançado com erros e bugs e vai gerar muito lucro pra empresa. De novo.

Tanto a Adria não aparecendo no D2 quanto a pedra caindo no D3 não são questão de lore, mas questões economicas. Independente da pedra, eles podem aparecer com o "irmão gemeo maligno" do Deckard Cain usando as "cuecas imperiais da proteção espiritual" durante a luta do Belial no D3 e com esse item singular conseguir aprisionar a essencia dos demonios no "cinzeiro de cristal do saguão do inferno", tudo pra começar a lore do D4. Quando o Diablo, dessa vez transformado em criança, vai tentar dar uma surra nos anjos. E este personagem ilustre e pouco conhecido da Familia Cain não foi visto até o momento, foi?

*Não sei se é assim q escreve, e não me importo. Ele vai enlouquecer por ter perdido seu "maior inimigo", embora seja apenas durante o período conhecido como "entre Diablos", e vai resolver acabar com o conflito eterno traindo o conselho angiris. Muito parecido com o transformers, diga-se.
@Ainaros:
"No final do Diablo 2 o "mal foi derrotado pra sempre" com a destruição das soulstones(individuais, cada demonio com a sua). E logo depois vem o LoD.
Agora o "mal foi derrotado pra sempre" de novo"

Se você linkar algum lugar no jogo que é dito isso que foi derrotado para sempre, poderia ter alguma credibilidade no que você tá falando. mas isso não ocorre. Agente nunca derrotou o Diablo "para sempre"....Isso pode ser o que você tenha entendido das estórias dos jogos anteriores, mas não é o que ocorreu...
29/05/2012 11:16Citação de Brunobyof
Isso pode ser o que você tenha entendido das estórias dos jogos anteriores, mas não é o que ocorreu...

Pelo menos não fui o unico =) Ja achei outros tópicos, nos eua, com o mesmo questionamento.

Na realidade isso não esta claro no jogo, mas pode-se entender que é o que aconteceu.

Por um caminho não direto mas bastante claro. Toda a historia que achei(e conheço) das soulstones mostra que tres foram feitas, do mesmo modo, com mesma origem e com a "mesma serventia". Mephisto, Baal e Diablo. E estas foram dadas aos horadrim pra cuidar, sendo separados em tres templos diferentes.

Em uma quest no ato IV, deckard diz: Place it upon the forge and strike it soundly with the Hammer. Only by doing this can you prevent Mephisto from manifesting in this world ever again.. Como as pedras, pelo que percebi, são iguais, o que vale pra uma vale pra todas.*

No video final(do ato) o Marius diz, pra quem ele achava ser o tyrael, eu ouvi depois que ele foi derrotado, e sua soulstone destruida na forja do inferno. Bem, se não pode se manifestar em nosso mundo nunca mais, então foi derrotado pra sempre.

Apenas duas considerações. A principal:
Marius, no video, diz "eu OUVI depois que...." Então ele não testemunhou a destruição da pedra, mas não da pra considerar que ele foi enganado. Logo, a pedra foi destruida.

E a outra consideração, independente de uma coisa ou de outra, isso não invalida em nada o que eu coloquei antes. O motivo economico pro lançamento do D3 foi cumprido, e o lore (ou a lore, nem sei) foi inventada. Não acho que isso seja uma reclamação a ser levada a sério, independente da historia, gostei do jogo e compraria independente disso, mas considero tambem um ponto cego, como colocado pelo autor e questionado depois.

Ainda assim não posso descartar o que vc escreveu e pode (facilmente) ser erro meu de interpretação, alguns detalhes me escaparam e eu interpretei errado. Então, e principalmente pra quem entende mais da lore do jogo, se cometi erros nisso me diga onde estão que posso mudar de opinião.

*Texto copiado do seguinte link:
http://www.diablowiki.com/Hell%27s_Forge_%28Diablo_II_Quest%29
Editado pra corrigir erros de portugues.
Lea tomar o lugar de Cain seria uma boa.
Daria uma boa base para um suposto Diablo IV
4. Tyrael deveria ser punido por ter intervido nos acontecimentos.
Então, cara, acontece que os anjos estavam tendo problemas com os trâmites do Mensalão e tiveram de deixar o julgamento de Tyrael pra depois. Mas depois dos vintes anos que passaram até o processo ser arquivo, Tyrael finalmente teve sua pena.

~~~~~~~~~~
Falando sério agora, só eu prestei atenção que Tyrael não tinha como abrir a porta pra Diablo no final do jogo porque sua espada deveria estar desativada como todo o Paraíso?
De repente Imperius e seus soldados caem por causa de um black out celestial, aí Tyrael vai lá e abre a porta com sua espada angelical...se a Blizzard não enfeitasse tanto teríamos menos buracos na história.

A correção devia ser assim: Imperius cai com todo o resto do grupo, Tyrael tenta abrir a porta e vê que sua espada está sem poderes, daí todo mundo senta e espera a expansão pra enfrentar Diablo.
Não acho que essa história deva ser prolongada para um Diablo IV, é muita "forçação" de barra. É pra ter no máximo uma expansão com um final descente, que explique certos trechos da história e dê um destino para os personagens.

Eu acho que nessa expansão o Imperius (vulgo = revoltadinho) deve se juntar com Adria para acabar com tudo: Anjos, Demônios e com toda a raça humana idiota. Detalhe, eles não jogaram a pedra, jogaram Diablo lá de cima e a pedra surgiu do corpo dele. Acho que o Imperius deve usar o poder da pedra para se tornar uma mistura de anjo e demônio e exterminar tudo.

O final do jogo foi podre, a gente nem aparece nas cinematics, nem os arcanjos nem nada, só o Tyrael assumindo de novo seu posto e como mortal (ridículo isso). Ou é anjo ou não é, não existe meio termo, então que ele voltasse a sua forma normal. Enfim, eu esperava mais da blizzard nesse final, foi muito pobre.

Fora que o jogo é muito pequeno, muito rápido e corrido mesmo para os padroes de um action rpg, merecia mais atos, mais sub-chefes, mais mapas, mapas maiores, principalmente as masmorras e cavernas. Investiram no randomico e esqueceram do tamanho. Merece uma expansão com no mínimo o dobro de tempo de jogo. Quero meter um chute no traseiro do Imperius!

P.S: A Leah deveria voltar pra ajudar, ficou um vazio no enredo, todo mundo morreu.
4. Tyrael deveria ser punido por ter intervido nos acontecimentos.

Falando sério agora, só eu prestei atenção que Tyrael não tinha como abrir a porta pra Diablo no final do jogo porque sua espada deveria estar desativada como todo o Paraíso?
De repente Imperius e seus soldados caem por causa de um black out celestial, aí Tyrael vai lá e abre a porta com sua espada angelical...se a Blizzard não enfeitasse tanto teríamos menos buracos na história.

A correção devia ser assim: Imperius cai com todo o resto do grupo, Tyrael tenta abrir a porta e vê que sua espada está sem poderes, daí todo mundo senta e espera a expansão pra enfrentar Diablo.


Cara, parece que você não percebeu mas Tyrael, em Diablo III, está em forma humana e não angelical (lembrando para alguns que a forma humana não quer dizer ser um nefalem).

Não vi ninguém falar por aqui sobre o que Maghda fala ao encontrar Léa pela primeira vez. Ela diz que Léa e sua mãe Ádria terão o mesmo destino. Se o destino de Léa foi ser hospedeira para Diablo, então a bruxa será em alguma expansão a hospedeira para o Senhor do Medo.
Parabéns pela sua sagacidade eu não falei de Tyrael, e sim da El'druin.
Tyrael pode estar em forma humana mas a espada é a mesma que usou em Diablo II pra destruir a pedra do mundo, então não deixou de ser uma arma angelical como as dos outros anjos - e devia ser dasativada como todo o Paraíso no final do jogo.
Ele usou pra abrir o portão pra o "inferno" no terceiro ato, mas naquela cena do quarto ato não teria como.
Como que a espada seria "desativada" se ela é uma espada como qualquer outra porém com poderes específicos?

O detalhe dos anjos "caírem" é que eles possuem uma ligação com o Arco de Cristal, que era o que Diablo estava alterando e assim causando aquilo que vimos na cena de Impérius.
Vim aqui para ratificar um erro meu cometido.

Achei que era Adria que mandava no Diablo, no final do Ato 3, mas era Diablo com a voz da Lea. Por isso me confundi. ^^

Sobre a espada do Tyrael, assim como ele deixou de ser um anjo, a mesma deve ter sido alterada. Ainda sendo uma arma formidável, mas talvez, sem ter mais o mesmo brilho de outrora, ou talvez ficando mais poderosa com essa mudança.

Sobre a morte dos demônios, os principais males sempre voltavam, depois de destruídos. Por isso a criação da Pedras. Infelizmente, a criação das mesmas foi em parte arquitetada pelos próprios males, graças a traição de um dos tenentes de Tyrael, como ficamos sabendo no Diablo 2.

E da mesma forma que corromperam as pedras, antes de terem sido usadas, eles corromperam a Pedra Negra das Almas.

Creio que aqui, os 7 males sabiam dela. Conhecimento total ou parcial, num misto de aliança e rivalidade. Afinal, apenas um manteria o controle dos sete. Esse era o plano de Azmodan, que apenas não contava com o estratagema de Diablo com Adria.

Sobre a reaparição de Leah no ato 4, ali não era o fantasma dela, mas uma das ilusões criadas pelos servos de Diablo, para quebrar a perseverança do herói.
E para completar,

em dado momento, conversando com Cain, ele explica o porque de Tyrael nunca ter informado o conselho Angelis, da quebra do tratado dos demônios. Se o Conselho descobrisse isso, seria ordenada a erradicação de toda a vida de Santuario.
Lea tomar o lugar de Cain seria uma boa.
Daria uma boa base para um suposto Diablo IV

O corpo dela já era, a alma ta na pedra

Quando Diablo morre no D3, a Pedra cai ou esfarela? se ela cai, quem está la dentro, ainda os 7? Se estiverem, por quanto tempo? Os 7 com certeza vão renascer caso seus espíritos "fujam" da pedra.


A pedra cai, os males + lea estão la dentro (lea é uma possibilidade bem provavel de quase certa), o tempo será até achar outro hospedeiro, e os 7 não sairão dali até alguem ser hospedeiro ou quebra a pedra para as almas voltarem de onde vieram, não tem como as almas por pura vontade sairem de lá.
A pedra é um tipo de conduite para que os males se materializem no plano terreno conhecido como santuario.
E pensem, por isso os corpos dos males foram destruidos para que suas almas fossem aprisionadas em pedras, e para finalmente conseguirem entrar em santuario, de outra forma seria inviável (ou até mesmo impossível). Foi tudo arquitetado pelo satanás
1- Ao q eu entendi ele criou a pedra mas nunca chego a "ativar" ela. A Adria descobriu sobre a pedra e foi marcando as almas dos senhores do inferno derrotados no D2 pra q quando a pedra fosse ativada, assim como um aspirador de pó ela sugaria as almas marcadas. Isso é o que entendi pelo menos de como foi a treta

2- Bom, a Adria é uma maga foda, mas ela n ia da fight na luta se a galera mobasse. Depois q ela libertou o diablo xuxando ele no corpo da Lea, ela foi pra um lugar seguro ateh o diablo xuta tudo e volta pra ela. Mal sabia ela q o diablo tomaria o coro da vida dele, mas enfim é isso (ou as vezes ela podia até sabe q algo assim ocorreria e foi se esconde pra ser um plano B caso o diablo falhasse pra trazer ele devolta a vida depois)

3- Bom, ai é dificil dizer, só as expansões dirão, mas creio que a ideia era essa, deixar linhas pra expansão seguir.

4- As vezes ninguem sabia aonde o tyrael estava enquanto ele se recuperava da destruição da pedra do mundo e por isso n tomaram ação. Nada indica q ele fikou sentado no troninho dele se recuperando tomando sopa, ele podia ta soterrado em algum lugar

5- No d&d (sei q eh desconexo a isso) seres humanos muito fodas podem ascender como deuses quando eles são fodas demais pro plano deles. Tyrael teria feito essa ascenção com provavel ajuda dos anjos que apoiaram a decisão dele e viram tudo o que ele fez como justificavel decidindo dar pra ele uma segunda chance. Afinal de contas, mesmo abdicando do posto dele, ele ja era um serafim antes, e não um humano que se provou muito foda, ele soh rasgo a carterinha do clube dele e agora deram uma segunda via.

6- Isso pode ter outro significado. Se vc reparar no filme final, no fundo atras do tyrael antes dele começa a subi pra luz e fazer a pose heroica, tinha um anjo muito similar ao skin do tyrael antes dele cair. Akele poderia ser o substituto dele no conselho como arcanjo da justiça, ou seja, um anjo criado pelo arco cristalino pra representa a justiça no lugar dele, para tal "a justiça foi feita". E ja q o troninho dele estaria ocupado e o do malthael (arcanjo da sabedoria q deu no pé antes da treta toda) ele assumiu o trono vago.

Mas então porque o arco cristalino nao criou outro arcanjo da sabedoria? Bom, malthael vazou do paraiso ainda como anjo, ele n removeu as asas como o tyrael fez, entao o arco ainda reconhece ele como o anjo da sabedoria mesmo q ele não esteja mais exercendo sua função, ao contrario do tyrael que deixou de ser um anjo e pra tal o arco criou outro pra ficar no lugar dele.

7- Isso ja não sei, realmente falto 5 generais do azmodan pra virem. Espaço pra expansão trabalhar?

8- ela n eh filha do diablo "literalmente", e sim do corpo humano q ele possuiu. Os poderes dela axo q vem diretamente da mae e do fato q mesmo com uma fração menor, ela tem sangue de demonios e anjos, como todos humanos (aki caracterizados como nefalem, crias de anjos com demonios).

Sobre ela voltar, improvavel, todos possuidos pelo diablo nunca mais voltaram depois q o diablo é morto. No momento q o diablo possui o corpo a pessoa "morre" e sua alma vai pra onde ker q a alma dos mortos va, o q sobra é uma casca vazia com a alma do capeta dentro.

Esses vacuos deixados na historia são linhas pra expansões futuras trabalharem pro jogo n encerrar muito rapido.

outras duvidas agora q tentarei explicar.

1- espada do tyrael: Axo q a espada funciona nao por conta do arco cristalino. Ela com certeza é um item magico muito foda mas n eh um anjo criado pelo arco, mas um artefato criado pelos anjos, entao quando o diablo sacaneia o arco, ele sacaneia o q tem uma ligação mais direta com o mesmo, e nao tudo num geral. Fora q a espada foi reforjada pelo Caim q eh um horadrin, deve ter um poder nela q difere de outras armas angelicais.

2- sobre o porque do tyrael virar humano. Humanos são o meio termo entre anjos e demonios. Quando tyrael deixou de ser anjo, ele tinha q virar algo inferior. Voces dizem q pra ser humano ele tinha q ter algo de demonio, mas tyrael n foi parido no mundo como qualquer outro humano para tal tendo sangue de demonio na linhagem dele, ele foi misticamente transformado em um depois que deixou de ser anjo ja q humano era a "melhor" alternativa q ele podia seguir (isso ou virar um demonio como o izual ). Vc ser humano nao "requer" que vc tenha sangue de demonio pela historia do jogo, isso é uma consequencia da linhagem da raça.
Pra mim a história do D3 conectou mais com a do D1 e ignorou algumas coisas do D2. Po! Quebra demônio pra lá, quebra soulstone pra cá, dae junta tudo num só e mete o pau devolta...

Ficou várias lacunas em aberto. Dá pra fazer trocentas expansões do D3. Eu sou muito fã da série, mas acho que já deu. Façam uma ou duas expansões do D3, mas nada de D4, que esse mata-volta-mata não cola mais.
Muitas coisas estranhas na história.

Tyrael deveria ser punido por ter intervido nos acontecimentos
Outra coisa que não faz sentido para mim. Se anjos e demônios tem um acordo de não interferência no mundo mortal, mas Diablo, Mephisto e Baal quebram o acordo, então o mesmo não é mais válido. Desse ponto de vista, Tyrael não fez nada de errado, e portanto não deveria ser punido por coisa nenhuma. Aliás, a cinematic 2, do sacrifício de Tyrael, me incomoda bastante. Tudo bem que a cena funciona muito bem como evento dramático e torna nobre a figura de Tyrael, mas a coisa toda é meio sem fundamento:

Primeiro porque é desnecessário; como já disse, Tyrael só agiu no mundo mortal depois que o acordo entre anjos e demônios foi quebrado pelos capetas. Para mim, ação completamente justificada, que não deveria ser alvo de qualquer tipo de punição.

Segundo, porque um anjo não pode simplesmente decidir mudar a sua própria natureza, e se transformar em outra coisa. Se ele "arrancou as próprias asas", deveria se tornar um anjo caído, e não um mortal. Lembrem-se que no mundo de Diablo humanos são descendentes de híbridos de anjos e demônios. Ora, Tyrael é um "anjo puro", uma espécie diferente; para ele se tornar humano precisaria pegar uma parte capeta emprestada. LOL. ...fazendo uma comparação (bastante) grosseira, a idéia que a cinematic do final do ato 1 passa é que se Tyrael fosse um humano e arrancasse o cérebro, ele se tornaria um macaco.


Vamos lá...
Se não me engano, minha DH confrontou Tyrael com exatamente essa questão e ele diz que o Conselho Angelical decidiu não intervir porque o poder deles era imenso. Da última vez que o fizeram, quase destruíram o mundo todo.

Sobre Tyrael ter-se tornado um anjo caído, Izual faz exatamente esta comparação quando o enfrentamos no ato IV.
Eu, entretanto, interpreto de forma diferente a atual situação de Tyrael.
Ele não caiu, nem deixou de ser completamente um anjo. Ele passou por uma jornada de transformação em que, em um primeiro momento, abdicou de sua natureza divina para se tornar mortal e agir em nosso mundo. Adquiriu, assim, uma "forma" física mortal, mas sua natureza continua de anjo. Tanto é que ele ainda guarda suas memórias, seu conhecimento, sua justiça e parte de seu poder.
Interessante notar que, possivelmente, ele fez isso para poder intervir no mundo mortal, uma vez que, sendo mortal, Imperius já não poderia mais intervir contra ele, nem estava mais restrito pelas regras do Conselho.
Do ato III para o ato IV, Tyrael realmente cai. Perde a fé, a esperança, começa a duvidar da própria justiça. Isso parece ser a primeira coisa que o afeta, chegarei nesse ponto mais pra frente.
Posteriormente, recupera sua dignidade e enfrenta a consequência de seus atos como mortal. Ele, agora, começa a compreender o fardo da mortalidade e o destino dos humanos, algo que os anjos não conseguem.
Por fim, com a queda dos 7 Demônios Primordiais, ele volta ao conselho como a sabedoria. Sabedoria porque ele agora contempla tanto o mundo angelical quanto o humano. No meu ver, ele não perdeu sua natureza angélica. É como se o humano que ele agora é fosse não mais do que uma casca na qual ainda se abriga sua alma de anjo. E sim, o FDP é tão apelão que pode "escolher" o que ser. lol.
Assim, ele agora detém a sabedoria angelical E humana, sendo que foi esta última a salvar o mundo. Nada mais justo (que ironia!) que ele se tornar a sabedoria, pois foi graças a essa sabedoria dele que o mundo foi salvo e a guerra (aparentemente) acabou.

Uma interpretação pessoal da cinematic do ato I para o ato II: Os anjos do conselho são mais do que anjos, são verdadeiros aspectos da divindade. Imperius é mais poderoso do que Tyrael, mas não pode derrotá-lo naquela batalha porque a justiça estava do lado de Tyrael. É como ele diz: "vocês não podem me julgar pois eu sou a própria justiça".
Da mesma forma, quando um dos subalternos de Diablo captura a Esperança, o céu todo mergulha em desespero.
Assim, é como se algo ainda superior aos anjos - um aspecto da própria existência - estivesse guiando todos os atos de Tyrael pois tudo o que ele faz é justo e por isso ele não pode ser punido.

Enfim, acho essa questão muito poética, meio filosófica e totalmente viajada, mas com uma estrita ordem interna.
Muitas coisas estranhas na história.

Tyrael deveria ser punido por ter intervido nos acontecimentos
Outra coisa que não faz sentido para mim. Se anjos e demônios tem um acordo de não interferência no mundo mortal, mas Diablo, Mephisto e Baal quebram o acordo, então o mesmo não é mais válido. Desse ponto de vista, Tyrael não fez nada de errado, e portanto não deveria ser punido por coisa nenhuma. Aliás, a cinematic 2, do sacrifício de Tyrael, me incomoda bastante. Tudo bem que a cena funciona muito bem como evento dramático e torna nobre a figura de Tyrael, mas a coisa toda é meio sem fundamento:

Primeiro porque é desnecessário; como já disse, Tyrael só agiu no mundo mortal depois que o acordo entre anjos e demônios foi quebrado pelos capetas. Para mim, ação completamente justificada, que não deveria ser alvo de qualquer tipo de punição.

Segundo, porque um anjo não pode simplesmente decidir mudar a sua própria natureza, e se transformar em outra coisa. Se ele "arrancou as próprias asas", deveria se tornar um anjo caído, e não um mortal. Lembrem-se que no mundo de Diablo humanos são descendentes de híbridos de anjos e demônios. Ora, Tyrael é um "anjo puro", uma espécie diferente; para ele se tornar humano precisaria pegar uma parte capeta emprestada. LOL. ...fazendo uma comparação (bastante) grosseira, a idéia que a cinematic do final do ato 1 passa é que se Tyrael fosse um humano e arrancasse o cérebro, ele se tornaria um macaco.


Vamos lá...
Se não me engano, minha DH confrontou Tyrael com exatamente essa questão e ele diz que o Conselho Angelical decidiu não intervir porque o poder deles era imenso. Da última vez que o fizeram, quase destruíram o mundo todo.

Sobre Tyrael ter-se tornado um anjo caído, Izual faz exatamente esta comparação quando o enfrentamos no ato IV.
Eu, entretanto, interpreto de forma diferente a atual situação de Tyrael.
Ele não caiu, nem deixou de ser completamente um anjo. Ele passou por uma jornada de transformação em que, em um primeiro momento, abdicou de sua natureza divina para se tornar mortal e agir em nosso mundo. Adquiriu, assim, uma "forma" física mortal, mas sua natureza continua de anjo. Tanto é que ele ainda guarda suas memórias, seu conhecimento, sua justiça e parte de seu poder.
Interessante notar que, possivelmente, ele fez isso para poder intervir no mundo mortal, uma vez que, sendo mortal, Imperius já não poderia mais intervir contra ele, nem estava mais restrito pelas regras do Conselho.
Do ato III para o ato IV, Tyrael realmente cai. Perde a fé, a esperança, começa a duvidar da própria justiça. Isso parece ser a primeira coisa que o afeta, chegarei nesse ponto mais pra frente.
Posteriormente, recupera sua dignidade e enfrenta a consequência de seus atos como mortal. Ele, agora, começa a compreender o fardo da mortalidade e o destino dos humanos, algo que os anjos não conseguem.
Por fim, com a queda dos 7 Demônios Primordiais, ele volta ao conselho como a sabedoria. Sabedoria porque ele agora contempla tanto o mundo angelical quanto o humano. No meu ver, ele não perdeu sua natureza angélica. É como se o humano que ele agora é fosse não mais do que uma casca na qual ainda se abriga sua alma de anjo. E sim, o FDP é tão apelão que pode "escolher" o que ser. lol.
Assim, ele agora detém a sabedoria angelical E humana, sendo que foi esta última a salvar o mundo. Nada mais justo (que ironia!) que ele se tornar a sabedoria, pois foi graças a essa sabedoria dele que o mundo foi salvo e a guerra (aparentemente) acabou.

Uma interpretação pessoal da cinematic do ato I para o ato II: Os anjos do conselho são mais do que anjos, são verdadeiros aspectos da divindade. Imperius é mais poderoso do que Tyrael, mas não pode derrotá-lo naquela batalha porque a justiça estava do lado de Tyrael. É como ele diz: "vocês não podem me julgar pois eu sou a própria justiça".
Da mesma forma, quando um dos subalternos de Diablo captura a Esperança, o céu todo mergulha em desespero.
Assim, é como se algo ainda superior aos anjos - um aspecto da própria existência - estivesse guiando todos os atos de Tyrael pois tudo o que ele faz é justo e por isso ele não pode ser punido.

Enfim, acho essa questão muito poética, meio filosófica e totalmente viajada, mas com uma estrita ordem interna.


Na verdade foi uma explicação muito boa, plausivel até pra historia, gostei do post =)
1. A Pedra Negra das Almas já continha as essências de Diablo, Mephisto e Baal.
Acontece que em nenhum dos jogos anteriores, esta pedra é mencionada ou é informado como essas essências foram aprisionadas, a única pista que temos é que a bruxa Ádria, passou os últimos 20 anos, buscando formas de aprisionar tais almas nesta Pedra Negra das Almas, porém, esta pedra estava nos laboratórios de Kell e já tinham de bônus as almas desses demônios, quer dizer que foi Kell quem aprisionou? Mas ele não tinha sido decapitado séculos atrás? Foi Ádria quem aprisionou? Como se ela não estava de posse da pedra?


Assim que Kell termina a pedra ela suga as almas dos demonios para dentro dela....
Ele comenta que ela ta em beta teste hehehe... Isto é uma reação inesperada.

O paradeiro da Bruxa Ádria.
Depois que Ádria tem todos os dêmonios presos na Pedra Negra das Almas, ela libera Diablo para possuir Léa e se manda, deixando tudo para trás, o que houve? Ela foi tirar férias até o Diablo IV?


Com certeza estará na expansão...

O paradeiro da Pedra Negra das Almas.
Na cena final, Diablo cai do Paraíso e a Pedra Negra das Almas nitidamente cai com ele, qual seria o paradeiro? Por favor, que não caia na cabeça de Adria...


Caiu no santuário, provavelmente Adria irá atras....
deve rolar algum demonio querendo o mesmo poder....

Tyrael deveria ser punido por ter intervido nos acontecimentos.
O problema é que só agora é que ele iria ser punido por ter destruído a Pedra do Mundo, mas abdicou de sua condição e caiu, quer dizer que Imperius esperou até agora para fazer isso... O tempo do Paraíso deve ser diferente do tempo de Santuário...


Realmente o coitado tava se curando e o anjos não podem intervir no santuario, por isso não desceram para pega-lo....

A condição de Tyrael.
Pelo que dá a entender, Tyrael caiu porque abdicou de sua condição de Serafim, porém, no fim do jogo, ele volta a ser Arcanjo da Sabedoria e não mais da Justiça, pois "Justiça foi feita." e o mais interessante, "como um mortal", mas hora... ele caiu porque abdicou de sua condição, como então, como mortal, ele poderia ascender à sua posição de Arcanjo novamente?


O Arcanjo ficou como um titulo, mas ele é mortal agora... Nefalens Rules.

"Justiça foi feita".
Mas a justiça ser feita, é apenas Diablo ter seus planos destruídos? Porque os seguidores de Diablo (Adria, por exemplo) estão a solta e a Pedra Negra das Almas está por aí em algum lugar... Pretextos para um DLC ou mais um Diablo IV, mas para mim justiça ainda não foi feita, o conflito eterno continuará.


Acredito que é pq os nefalens tem seu lugar no céu... Amem

Os generais de Azmodan.
Azmodan, Senhor do Pecado, possui 7 generais, cada um representando um pecado capital, no entanto, apenas 2 deles são mostrados: Gula e Luxúria, onde estão os outros? Eles só ficaram olhando o mestre deles cair?


Ia ser massa tantos boss assim, mas num caberia, porém olha uma boa expansão...

Léa.
Léa é filha do Diablo com Adria (após os acontecimentos do 1, teve um romance do Dark Wanderer com Adria), mas quando Diablo a possui, os personagens dizem que a alma dela se perdeu, onde foi parar e, se ela é filha do capeta, ela pode realmente "morrer", putz, eu estava esperando que ela, pelo menos tomasse o lugar de Cain.


Pra mim a alma dela ta na Pedra Negra, hehehe e libertaremos na expansão,
galera e bom notar que o ceu nao tem ligação com o santuario tanto que o diablo precisou de um portal para se deslocar pra la...so pra lembrar diablo tem asas e se fosse pra ele ir ate la era so subir e acabou... e no jogo eles explicam que o ceu e o santuario sao dimensoes paralelas.
E Malthael, o arcanjo da sabedoria? Por onde anda? Segundo a lore do jogo, ele teria desaparecido após a destruição da Pedra do Mundo, como se não tivesse conseguido suportar a idéia da destruição dela, ou algo assim. Mas e daí? Porque isso afetaria tanto um arcanjo fazendo-o abandonar o conselho? Será que as piranhagens da Ádria chegaram ao Paraíso Celestial e agora ela está com Malthael fazendo bastardinhos com asas luminosas?

Edit.: Descobri que Malthael está vagando nos salões do Pandemônio procurando respostas para o rumo do universo. Isso se não for uma desculpa pra dar um perdido com Ádria. Nunca se sabe.

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum