Reclamação nerf

Geral
Que absurdo os nerfs aumentar em um o custo de mana e dois pra igualdade , dobrou o custo , pra quem joga com paladino Control ficou impossível já que os decks aggros batem forte até o turno 4, praticamente finalizando no turno 5. Como vai controlar a board agora ? Porque não nerfaram Priest que em um turno mete mais de 50 de dano ? Que ridículo
Absurdo e o nerf dos peitos da jaina.

Cobriram eles no retrato dela.
06/02/2019 18:16Citação de minami
Absurdo e o nerf dos peitos da jaina.

Cobriram eles no retrato dela.
Rapá não tinha notado, q decepção essa blizz. Dps vão colocar um agasalho no garrosh xD
06/02/2019 18:16Citação de minami
Absurdo e o nerf dos peitos da jaina.

Cobriram eles no retrato dela.


Eu queria ver era a justificativa oficial, eles vão dizer o que?

" Depois de muitos estudos, percebemos que os respeitos da Jaina distraiam os jogadores, e isso causava missplay, além de nos limitar a criação de novos projetos, e aproveitando a reclamação de alguém vamos colocar esse paninho aqui, mas olhe, tome aqui esse verso de card para compensar. ''

Mas eles saíram foi assobiando.

E quanto ao nerf da igualdade, eu tô achando que o custo foi pra 4, para pegar com a carta lá de expansão, blizzard não buffa, só nerfa.
Sinceramente, eu concordo com o OT. Mas a morte não foi na Igualdade apenas. A Consagração também rodou, já que é impossível esperar até o turno 8 para ter uma limpeza de board decente.

Igualdade, para mim, era extremamente justa pelo tempo/custo/drawback. Você tem a possibilidade de limpar a mesa, mas seus lacaios também ficam completamente vulneráveis.

Eu Já falei uma vez e repito, nerfs eu sempre vou reclamar, em todos eles, independente da classe/carta. Pois é muito mais valioso ter novos cards que geram novas sinergias e possíveis combos, que manter os antigos. Pra mim é falta de criatividade do pessoal do design de cards e mais ainda, preguiça da desenvolvedora em não cobrar algo decente que o jogador olhe e se interesse por X ou Y card mais que um já existente.

Exemplos bem sucedidos?
- T2 do Magic: The Gathering. (Precisa de um melhor que esse?)

Daí pra dizer que tem algo "Inovador" a Blizzard e seus Zé Preguiças vão lá e me dão um grande pedaço de cocô de Raio Encolhedor, Que em *nada* controla campo.

Sinceramente... lamentável. Mataram não uma, mas 2 cartas duma vez só retirando por completo todos os arquétipos de Paldino do Tier 1, depois de muito tempo sem ver o Tier 1...

Antes que bostejem, Odd (Não sofreu tanto com esse último nerf, mas já havia sido quebrado ao meio com o nerf do Subiu de nível!.) e Even (Que só foi tier 1 algumas míseras semanas antes do nerf do Chamado às Armas) são definitivamente Tier 2 agora. Podem pesquisar e irão comprovar.
06/02/2019 23:33Citação de DKPalladin
Sinceramente, eu concordo com o OT. Mas a morte não foi na Igualdade apenas. A Consagração também rodou, já que é impossível esperar até o turno 8 para ter uma limpeza de board decente.

Igualdade, para mim, era extremamente justa pelo tempo/custo/drawback. Você tem a possibilidade de limpar a mesa, mas seus lacaios também ficam completamente vulneráveis.

Eu Já falei uma vez e repito, nerfs eu sempre vou reclamar, em todos eles, independente da classe/carta. Pois é muito mais valioso ter novos cards que geram novas sinergias e possíveis combos, que manter os antigos. Pra mim é falta de criatividade do pessoal do design de cards e mais ainda, preguiça da desenvolvedora em não cobrar algo decente que o jogador olhe e se interesse por X ou Y card mais que um já existente.

Exemplos bem sucedidos?
- T2 do Magic: The Gathering. (Precisa de um melhor que esse?)

Daí pra dizer que tem algo "Inovador" a Blizzard e seus Zé Preguiças vão lá e me dão um grande pedaço de cocô de Raio Encolhedor, Que em *nada* controla campo.

Sinceramente... lamentável. Mataram não uma, mas 2 cartas duma vez só retirando por completo todos os arquétipos de Paldino do Tier 1, depois de muito tempo sem ver o Tier 1...

Antes que bostejem, Odd (Não sofreu tanto com esse último nerf, mas já havia sido quebrado ao meio com o nerf do Subiu de nível!.) e Even (Que só foi tier 1 algumas míseras semanas antes do nerf do Chamado às Armas) são definitivamente Tier 2 agora. Podem pesquisar e irão comprovar.


Bem isso mesmo , mataram a consagração uma vez que a maioria dos cards novos são com 3 life, logo se tornou um card praticamente inútil. Blizzard obriga paladino a ser exclusivamente aggro pelo amor que fracasso
O que as pessoas n entendem sobre a igualdade é que vc n pode simplesmente sair nerfando o aggro toda santa expansão e fortalecendo o controle de novo e de novo e ir achando que isso é normal.

Igualdade é uma carta que surgiu quando os decks aggros eram basicamente canhoes de vidro, ou seja, batiam muito mas perdiam o gás fácil. Vc tinha gnomo leproso e sargento abusivo com 2 de atk, vc tinha golem arcano com investida, leeroy custo 4, etc. Vc precisava de uma remoção potente pois do contrário vc morreria.

O ponto é, hoje isso tem se tornado cada vez menos necessário.

O aggro já quase n existe mais no jogo, o que vc tem são decks de tempo suscetíveis a remoções pesadas, e isso é bem justo, pois vc tem um turno pra se defender.

Pra tanta defesa vc tem que ter um agressor a altura, e bom, no estado atual de lentidão do meta atual...isso n existe.

Em geringontzan o Reno curava absurdamente e pra balancear isso os piratas moíam o HP do adversário numa velocidade que faria a luz querer ser mais rápida, agora veja o que ocorria com o hunter coitado, não havia nem esmeralda e nem DK, se vc conseguisse quase matar o oponente no turno 6 ele recuperava tudo de novo e seu combustível já havia acabado n tendo mais como retornar a partida.

Pq acham que só inventaram nerf pro druida de jade depois que o Reno rotacionou? pq sem ele n havia mais a necessidade de um counter tão grotesco pra control, e daí nasceu o geist esquivo.

Então o ataque e a defesa no jogo devem ser proporcionais e não só um lad
11/02/2019 22:46Citação de Kamikaze
O que as pessoas n entendem sobre a igualdade é que vc n pode simplesmente sair nerfando o aggro toda santa expansão e fortalecendo o controle de novo e de novo e ir achando que isso é normal.

Igualdade é uma carta que surgiu quando os decks aggros eram basicamente canhoes de vidro, ou seja, batiam muito mas perdiam o gás fácil. Vc tinha gnomo leproso e sargento abusivo com 2 de atk, vc tinha golem arcano com investida, leeroy custo 4, etc. Vc precisava de uma remoção potente pois do contrário vc morreria.

O ponto é, hoje isso tem se tornado cada vez menos necessário.

O aggro já quase n existe mais no jogo, o que vc tem são decks de tempo suscetíveis a remoções pesadas, e isso é bem justo, pois vc tem um turno pra se defender.

O ponto é, pra tanta defesa vc tem que ter um agressor a altura, e bom, no estado atual de lentidão do meta atual...isso n existe.

Em geringontzan o Reno curava absurdamente e pra balancear isso os piratas moíam o HP do adversário numa velocidade que faria a luz querer ser mais rápida, agora veja o que ocorria com o hunter coitado, não havia nem esmeralda e nem DK, se vc conseguisse quase matar o oponente no turno 6 ele recuperava tudo de novo e seu combustível já havia acabado n tendo mais como retornar a partida.

Pq acham que só inventaram nerf pro druida de jade depois que o Reno rotacionou? pq sem ele n havia mais a necessidade de um counter tão grotesco pra control, e daí nasceu o geist esquivo.

Então o ataque e a defesa no jogo devem ser proporcionais e não só um lad


Partidas com controle são mais divertidas, tipo, mataram a carta coitada.
11/02/2019 22:56Citação de FizzyElf
Partidas com controle são mais divertidas, tipo, mataram a carta coitada.


Nah, jogar é divertido, essa romatização desenfreada pró control é o que nos levou a um meta aonde 30% da população de jogadores é hunter.
11/02/2019 23:44Citação de Kamikaze
11/02/2019 22:56Citação de FizzyElf
Partidas com controle são mais divertidas, tipo, mataram a carta coitada.


Nah, jogar é divertido, essa romatização desenfreada pró control é o que nos levou a um meta aonde 30% da população de jogadores é hunter.


Foi o nerf nos druidas que nos levou aos caçadores. Baralhos controles fortes fazem aggros jogarem de maneira mais sábia e menos abusiva. Mas minha preferência são baralhos mais controle mesmo então, sou tendencioso aqui.

P.S - Boechat sentiremos saudades!
11/02/2019 22:56Citação de FizzyElf


Partidas com controle são mais divertidas, tipo, mataram a carta coitada.


Vou ter que discordar, no começo eu cheguei a pensar assim, e depois de um tempo não tive mais tipo de deck que gostava mais, eu gosto é quando a partida é legal, ambos decks agressivos e controles tem seus momentos que até um macaco poderia jogar e a partida é muito fraca.

Passei a chamar isso de " nível do Hearthstone ". Se você olhar um pouco de lado, vai ver que tudo parece estúpido da mesma forma.
Desde a queda do Temido e Saudoso (e Misterioso) Secret Paladin, e do piradasso Murloucura, paladino não tem mais nenhum baralho tier (verdadeiramente) 1 no meta. Os que apareceram foram nerfados de forma grotesca, com cartas morrendo sem necessidade.

Vide o Paladino Par, antes do Nerf do Chamado (justo, mas desnecessário, na minha opinião, já que no turno 5 ter 3 2/2 não vai lá fazer tanta diferença com um Hunter podendo ter 4 3/3, lock podendo ter até 5 3/x, mago destruindo tudo e sacerdote ressuscitando qualquer porcaria giganta que era 5/5 com ou sem Provocar, que possa ter morrido das visões... pra ressuscitar novamente depois e depois e depois...).

Vide também o Paladino Ímpar, que parecia ser tier 1 mas na verdade era tier 2 (se é que realmente era tier 2) e tomou um Subiu de Nível indo para custo par, sem nenhuma real justificativa plausível (Já que pra valer a carta mesmo vc precisa ter pelo menos 3 recrutas, e uma esmeralda de caçador já resolvia 1 turno antes, fora os gritos do sacerdote que simplesmente jogam fora a mana gasta, entre outras coisas).

Tem uma tentativa de Secret Paladin aí, mas é tão quebrado que nem aparece nas listas de tier, e as tentativas de aggro sem murlocs (que particularmente acho uma piada), são tão frágeis que desapareceram do meta, e custa ver um persistente desavisado jogando e ganhando com os peixes-sapos-girinos queridinhos...

Há tempos o paladino tem tentado ser controle, e há tempos quebram ele ao meio nerfando uma ou outra carta, ou rotacionando alguma coisa forçadamente (vide Sylvanas, Ragnaros, etc.), até que o meta se renove e ninguém mais nem lembre como era forte o N'Zoth e como hoje, lá enterrado no livre, ele é uma piada que ninguém mais consegue ver graça.

Em todo caso, ainda tenho esperanças que a equipe de design de cards tenha imaginado algo que possa ser tão bom e forte quanto uma temida igualdade custo (2) (temida pela Blizzard, pq de verdade, nunca foi realmente um problema para os jogadores, já que Paladino Não tem remoções em área realmente eficientes, quanto outras classes)

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum