Taverna do Fim do Mundo

8 set 2015 TFM Entrevista #39 - Laanka Seguindo a tradição do fórum, eu vou escolher agora um camarada meu, grande parceiro daqui do fórum, pra dar uma entrevista pra gente. Segue a lista dos que já foram entrevistados: ... E o nosso ilustre convidado é o druida misterioso Laanka. Aqui vão as minhas perguntas, e já pensem no que vão perguntar vocês também. - De que parte do mundo você é na vida real? - De qual tribo tauren você é no RP? - Em que época do wow (expansão e patch) você chegou aqui? Quem era o vilão da vez nesta época? - Qual especialização de druida você gosta mais de jogar? - Fale brevemente de todos os teus personagens RP - Porque a Máscara Sangrenta? Qual a tua história nesta guilda? - Você tem algum alt que no RP é aberto a fazer negócios sujos? Eu pago bem (ou não)Miracoração45 8 set 2015
7 set 2015 [RP] Pais de Visha - Procuro interpretes Preciso de duas pessoas interessadas em fazer RP de Elfo Noturno no servidor Goldrinn. A ideia é criar os pais da minha personagem Visha, esses que tem uma pequena Lore já criada, mas que desejo desenvolver com outras pessoas. Serão personagens que precisam ser levados a rixa apenas as características primordiais delas e a lore inicial, o resto é de livre e espontânea pressão... Digo, vontade :P Sem mais enrolação, darei uma breve explicação sobre os personagens, os nomes iniciais dos personagens ficará a critério de quem quiser participar : __________ Sombraluna (Pai de Visha) : - Com trajes de couros provenientes de suas caçadas e seu peitoral exposto com cicatrizes, Pai de Visha é levado aos instintos primitivos em suas atitudes e ríspido em suas palavras, isso originou-se devido ao seu contato constante com animais selvagens e a natureza. - Apesar de ser rude,Pai de Visha considera sua família acima de tudo e de todos. Sua filha Visha está constantemente sob a vigília dele, super protegendo-a e afastando todos os Elfos que se atreverem a flertar-la. Já sua esposa, ela é presenteada quase que todas as manhãs com troféus de caça conquistados pelo marido que tanto a ama. ________ Sombraluna (Mãe de Visha) : - Suas feições remetem a uma postura imponente e suas ações sempre tomadas com cautela e sabedoria. É uma Elfa de olhares estreitos, seu tom de voz soa numa tonalidade militar devido ao seu passado repleto de guerras. - Como uma mãe sábia, ela aconselha sua filha constantemente em seus momentos amistosos, porém, impõe de forma severa suas concepções conservadoras nas mínimas escolhas de Visha. Apesar de temer a força bruta de seu marido apaixonado, Mãe de Visha tem fácil controle sobre as atitudes dele, usufruindo-se do instinto amoroso que seu marido tem por ela. Não há restrição de classes, desde que essas respeitem com coesão o prelúdio apresentado. É uma ideia inicial, se houver interesse me add no BT : Shukkan#1847Visha1 7 set 2015
2 set 2015 Conversa na Taverna Bom pessoal, esse é o lore do meu personagem, mas eu vou contar ele como uma conversa de taverna, meu estilo é narrativa em primeira pessoa, com muito fluxo de consciência, e só para esclarecer um pouco eu devo explicar que varias vezes os pensamentos do meu personagem não são realmente pensamentos, e sim como ele está se sentindo. Qualquer dúvida ou sugestão é bem-vinda, principalmente se vocês não entenderam algum trecho, se perderam no dialogo, ou acharam algo chato, todas as críticas são bem-vindas! Ah, e se quiserem podem interagir com a narrativa também com os seus personagens! Capitulo 1 Começo da noite, mas posso ver pelo burburinho que a taverna já está animada, entro sonoramente passando pela porta dobradiça ao som da armadura de placas, arrasto comigo puxando pelo braço a Defensora Illona que entra na taverna a sob protesto. Falo: - Você está sempre me seguindo por aí contra as ordens, sei muito bem que passa às vezes a noite aqui no relento me esperando, agora veja se deixa de ser tão séria e tenta se divertir um pouco, ou vou mandar você de volta pro Conselho! Relutante ela senta-se numa das mesas, desconcertada e tensa, não nos damos bem pq ela sempre se intrometia nas minhas lutas e não dava conta, depois de uma discussão a deixei permanentemente na guarnição para fazer guarda, mesmo assim muitas vezes ela me segue quando saio sozinho, já deixou bem claro que me considera um líder inconseqüente que corre riscos desnecessários, além de ser excessivamente autoritário na guarnição, ao ponto da tirania - pergunto-me pq ainda não foi embora... – então ela muitas vezes me desobedece e segue, principalmente quando venho à taverna... Fico irritado quando percebo que passou a noite no relento enquanto me divertia, então hoje decidi que iria fazer ela perder essa pose de certinha e relaxar. Bom, ou isso ou eu realmente preciso de alguém para conversar, pelo menos ela é uma boa companhia, diferente daquele Delvar que fala pelos dentes, outro guarda-costas que me irrita... Acontece que estou cumprindo uma suspensão administrativa pelos acontecimentos dos últimos dias, fui acusado de abusar da minha autoridade anulando uma ordem de retirada de um capitão de posto avançado que não era da minha cadeia de comando, foi uma batalha terrível que acabamos perdendo(se bem que foi justamente por eles não demonstrarem a coragem necessária para manter posição). Fui acusado de causar baixas desnecessárias entre os soldados... Bah! Danem-se esses humanos e sua burocracia, eles sabem que não tem tempo para isso no meio dessa guerra, se forem me rebaixar que seja, ser comandante é algo que me entedia! - Verdinha! – chamo a garçonete goblina – Dois canecos de cerveja ógrica, eu não quero ver canecos vazios essa noite! – passo uma peça de ouro de antemão para ela. - Não tomarei a cerveja, necessitarei somente de um suco de pêra... – dou um olhar fulminante para Illona... – e u-m-ma aguardente de banana de ferro para misturar... – diz Illona, olhando as opções. - Falou chefia. – responde a goblina. A cerveja vem e entorno um caneco num gole só, peço outro, Illona somente prova sua bebida, olha para mim curiosamente e pergunta: - Por quê lutas com tanto afinco? Digo, para nós draeneis lutar pela luz é um dever sagrado, mas tu pareces realizar-se com a batalha, peço perdão para o que direi, mas muitas vezes o seu entusiasmo com a batalha parece-me... questionável... – diz Illona. Observo o conteúdo do caneco como se nele houvesse algo místico... respondo: - É, você está certa, talvez eu me realize mesmo com a guerra... talvez seja porque somente a guerra que me permitiu ser eu mesmo... - Não achas isso errado? – Illona pergunta – Lutamos por que é uma necessidade, mas a guerra não deve ser o sentido da vida, deveríamos procurar algo pelo que viver em tempos de paz! Se continuares assim como será o dia em que finalmente a paz chegar, quando derrotarmos a legião e conseguirmos resolver finalmente nossas diferenças com os orcs?! Corres o risco... – interrompo ela. - Eu vivi séculos em paz... – tomo o terceiro caneco e limpo a barba... – paz... nem sempre traz a realização... talvez me entendesse se conhecesse um pouco mais do meu povo... – ela me interrompe. - Não entendo, teu povo parece-me viver em harmonia com a vida, e a natureza, ouvi falar que tendes prosperidade e uma vida plena e longa, e uma bela cultura, não sei o que mais desejaria. - Harmonia, sim – falo encarando o caneco vazio – havia harmonia, tudo estava em seu devido lugar... menos eu... – fico quieto por um instante e peço para encher novamente o caneco. - Por que falas isso? Eu não entendo... Tiveras tudo que eu poderia desejar e não era suficiente? – pergunta Illona. - Há... é só uma velha história... uma história velha, longa e entediante... melhor mudar de assunto... – respondo tentando mudar o rumo da conversa.Dronnar55 2 set 2015
1 set 2015 RP Lidel - um passo às sombras. Olá gente! comecei a escrever a estória de meus personagens... um DK, um sacerdote e uma ladina. esse é apenas o começo do primeiro capitulo da estória do DK “Levante-se...” – sussurrou uma voz . “Levante-se... Agora...” – insistiu, em um tom retumbante e imponente. Quando abri os olhos ainda deitado sobre a neve, comtemplei um lugar desconhecido. Neve caia por todo o local. Os ventos uivavam e o céu estava cinza, ao me levantar percebi que não havia nada, nem ninguém em meu alcance de visão, apenas uma montanha e algumas árvores cobertas com neve. Já não ouvia a estranha voz em minha mente. E me Sentia completamente vazio. Meu nome, o que eu era, o que havia acontecido comigo... Minhas memorias... Nada interessava, e eu sentia que isso não importava mais. Minhas vestes estavam sujas, rasgadas e com manchas de sangue; percebi feridas em meu torso que estranhamente, não doíam nem sangravam. E apesar dos ventos fortes e da neve, eu não sentia frio... Não sentia nada. Vi um grupo de corvos sobrevoando uma colina, havia alguma coisa lá que... Atraia-me. Após caminhar por alguns minutos na direção dos corvos, vi ao longe um estandarte quebrado sobre a neve. Quando me aproximei, pude identificar um símbolo vermelho e amarelo, que me parecia familiar, Ao tocar o estandarte... “Luaprata...” cenas passaram rápidas em minha mente. “Elfos sangrentos...” pensei, levando uma de minhas mãos ao rosto. “Lidel... meu nome é Lidel” murmurei em tom inaudível. Continuei andando por mais alguns minutos e cheguei a um acampamento élfico, ou o que restou dele. Corpos e tendas jaziam no chão, destruídos. E então, um grito chamou minha atenção. Com pressa corri em direção ao grito, e ao me aproximar, vi um humano cravando sua espada no torso de um jovem elfo sangrento, que se contorcia enquanto a lamina o perfurava. O humano trajava vestes cinzas e surradas com partes de placas de ferro. Seu rosto estava encoberto por um capuz, mas seus olhos reverberavam em um tom sinistro de azul. Ao perceber que estava sendo observado, fitou meus olhos, e disse: - Entendo, mais um – disse o humano retirando sua espada do elfo e o chutando. Com um movimento, desenhou um arco no ar, derramando o sangue alojado na espada rúnica à neve. E então, voltou sua atenção a mim - Vejamos se você nos será útil! – Disse avançando em minha direção, e liberando um brado de combate; com maestria, desferiu um golpe com sua espada que desenhou um arco próximo a meu torso, mas lamina, não acertou. Os ataques do humano eram precisos, e sem saber como ou porque, me esquivava com facilidade, sentia como se eu estivesse acostumado com aquilo. O humano, visivelmente irritado, começou a canalizar uma estranha energia através de sua mão esquerda... Por instinto, dei um salto para trás pra tomar alguma distancia. As runas em sua espada começaram a brilhar em um tom de azul claro e o humano emanava uma aura gélida; o ar ao redor ficou mais pesado e os ventos, agitados. Em um movimento rápido com suas mãos, a energia que ele havia canalizado tomou forma, e em um instante, me envolveu. Fui puxado pra perto dele, e antes que pudesse entender o que aconteceu, sua espada estava cravada em meu torso. O humano ostentou um sorriso sádico, e triunfante, disse: - Fui ordenado a matar todos os sobreviventes e levar alguns recrutas. – com um movimento, cravou a espada mais fundo. – você tem potencial, e é por isso que vou acabar com você aqui – Cuspiu ao chão – Elfo Sangrento. Eu não sentia dor. Não sentia medo. Sentia apenas meu sangue ferver. A espado do humano estava agora, atravessada em mim, mas aquilo não me incomodava. O sangue que estava saindo da ferida começou a voltar para meu corpo. Travei a espada do humano em meu torso, segurando a lamina com uma de minhas mãos, e com a outra, liberei uma energia que desconhecia. Estupefato, o humano foi ao chão deixando a espada cravada em meu torso. Retirei a espada rúnica de mim, e no momento que a empunhei, as runas na espada brilharam em tom escarlate. Ele parecia não acreditar no que estava acontecendo. Eu estava confuso, mas sabia o que fazer. Apontei a lamina para o humano, e em um rápido movimento, investi contra ele. Antes que o ataque acertasse, uma voz... A mesma voz de antes, disse: Basta... – em um tom imponente e dessa vez, ecoava por todos os lugares. Eu soltei a espada e levei uma das mãos à cabeça... O humano, ao ouvir a voz, se ajoelhou no mesmo instante. - Thomaz... Traga-o para mim, ele é o ultimo. Thomaz me direcionou um olhar de espanto misturado com ódio, enquanto canalizava uma energia profana que fluía de suas mãos. Nevoas negras e densas começaram a se juntar em um único ponto e de repente, uma fenda em tom de roxo surgiu entre as névoas. Uma estranha energia emanava daquela fissura, ela... Chamava-me... O humano adentrou as nevoas e a atravessou, e então, sumiu. Sem ter outras opções e instigado por uma estranha vontade, o segui...Shinetsuki2 1 set 2015
1 set 2015 Tatuagem - Horda Fala Galera! Minha primeira tatuagem, o que acham? https://scontent-gru1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/11898562_872314002855038_6479910031700862816_n.jpg?oh=37e72bdf4a6a143df3f2feadf39364d3&oe=567E6696Torver7 1 set 2015
31 ago 2015 Off-chat da Taverna: Proibido RP #2 ... Off-chat da Taverna: Proibido RP #1: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/18596062496?page=1 Enquanto a Lore ou outro CM não comparece para ampliar o chat...Arkiell25 31 ago 2015
31 ago 2015 Páginas de Raças e Demônios na RP Brasil Wiki Recentemente comecei a escrever guias das raças de demônios na RP Brasil Wiki, lá contem toda a informação necessária para aprender a controlas os demônios diabrete e emissário do caos (outros demônios serão acrescentados em breve). Eles são bem úteis para quem quer interpretar um bruxo e saber bem do seu demônio, quando a descrição e páginas de todos os mascotes estiverem finalizadas eu postarei um guia completo de como interpretar um bruxo, espero dicas e sugestões de jogadores para qualquer coisa que essas páginas possam melhorar e esperam que gostem do projeto. Por Sargeras e pelo poder! Página de diabretes: http://rp-brasil.wikia.com/wiki/Diabrete Páginas de emissários do caos: http://rp-brasil.wikia.com/wiki/Emiss%C3%A1rio_do_CaosLeeláh3 31 ago 2015
30 ago 2015 Ação dos Gatos Mascotes. Eae pessoal. Esse é um topico bem pequeno só para avisar que se vocês tiverem um Gato como mascote, e escrever /sentar ou /sit mirando nele, ele se aproxima e se deita no seu colo u-u altos RPs com isso.Fornares7 30 ago 2015
29 ago 2015 Adquirir equipamento ou set ilvl 660+ rápido Algum meio de adquirir rapidamente? Ter que esperar uma nova semana para ter uma chance de dropar item do lfr é muito chato e tempo é muito importante nessa vida. P.S Quero craftar os itens que estão fora do set.Aragornni4 29 ago 2015
29 ago 2015 Forjado para Guerra E impressão minha ou os itens que vem com esse nome já é um dica muito grande para oque pode está por vir na próxima expansão? Uma grande Guerra está por vir?Alcazier6 29 ago 2015
29 ago 2015 Evento RP/20 – Irmandade dos Assassinos Ahoy marujos! Estou aqui para fazer um convite para os RPlayers do jogo para participar de um evento de Guilda, a Irmandade dos Assassinos, focada em fazer RP/20. Informações: Reino: Goldrinn Dia: 04 de Julho de 2015 Lugar: Vila Sombria (http://pt.wowhead.com/zone=10/floresta-do-crepusculo) Informações adicionais sobre a guilda: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/18122625257?page=1#2 •O que é uma Guilda RP/20? É uma guilda aonde trancamos o level no 20 no NPC Tuyin, que está na sala ao lado direito de Varian, ele está em modo furtivo: http://pt.wowhead.com/npc=35365/tuyin •Por que trancar no level 20? Por três motivos principais: 1-A grande dificuldade das pessoas da comunidade de fazer RP é o trabalho pré RP que é necessário, muitas vezes apenas upar um Alt já é cansativo e desanima a pessoa. Já com RP 20 todos podem participar, upando para esse level rapidamente. 2-Muitas pessoas deixaram de assinar WOW, porém o RP 20 está incluso no Starter Edition, o que faz com que mesmo se você não é assinante possa participar. 3-Desafio. Muita gente sente saudades da época de Vanilla pelo desafio que era oferecido. Explorar áreas estando level 20 traz esse sentimento de volta e com organização podemos fazer grandes feitos. Não é permitido o uso de itens de herança. Grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/832256550177210/ Sugestões são sempre bem vindas... Conto com a presença de vocês!Vathal13 29 ago 2015
28 ago 2015 Debate - Possíveis RPs de Caçador de Demônios Yoho Marujos Bom, eu abro este tópico porque eu quero debater com vocês sobre opções para se fazer um bom RP de caçador de demônios. Confesso que, por conhecer bem pouco a história por trás deles (só sei o basicão mesmo, e olhe lá), eu estou tendo dificuldades para imaginar possibilidades interessantes de RP pra eles. Pode ser que, quando vier Legion, eu consiga enxergar mais e melhores opções pra criar um bom personagem desta classe. Por enquanto, as opções que eu consegui criar até agora são estas: - O mercenário, que se interessou em caçar demônios (e outras presas também) como uma carreira, e está sempre a procura de quem pague bem por este serviço; - O exterminador (ou justiceiro), que é basicamente qualquer um que odeia tanto os demônios a ponto de querer se imbuir de energias demoníacas para combater quem se imbui de energias demoníacas (parece paradoxal, mas este é o caso Illidan); - O viciado, alguém que só quer de banquetear de magias vis sem pensar nas consequências. Bom, estas já são opções bem interessantes, mas temo que sejam muito clichês, e o que eu gostaria de verdade é de poder diversificar um pouco e criar novas possibilidades. Por isso eu queria ver com vocês o que mais vocês conseguem criar.Miracoração14 28 ago 2015
27 ago 2015 TFM - Entrevista #38 - Miracoração ... Perguntas: 001 - Qual é o seu nome? 002 - Diga 3 coisas que vc acha que precisam mudar, melhorar ou ser removidas do jogo. 003 - Quando/como vc começou a se interessar por RP? 004 - Pq Goblina? Pq horda? 005 - Como vc escolhe a raça dos seus personagens? Estética, lore, raciais...? 006 - Qual é sua musica favorita? 007 - Conte-nos algo engraçado que já aconteceu com vc no jogo. Que comecem os jogos. :BCönnör35 27 ago 2015
27 ago 2015 RP - Moondarker - Fuga de Orgrimmar. Fala pessoal! Vou re-postar e continuar um RP que eu estava fazendo em outro tópico. LINK: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/7200184508?page=56 É uma história curtinha, foi meu primeiro RP... espero que vocês gostem! Se gostarem, certamente virei com mais, para explicar algumas pontas soltas que ficam nessa história... Links pra quem caiu de paraquedas: ... ... ...Moondarker14 27 ago 2015
26 ago 2015 TFM - Entrevista #37 - Cönnör #01 - Helennas #02 - Bahamulti #03 - Malorok #04 - Koriakin #05 - Kärdahl/Dank #6.1 - Karýn #6.2 - Wõlfwood #07 - Arkiell #08 - Menothil #09 - Chequer #10 - Patada #11 - Lianne #12 - Doggsh #13 - Zaranck #14 - Lexaeus #15 - Kethtalar #16 - Khaila #17 - Hikz #18 - Acannia #19 - Æk'ay #20 - Vathal #21 - Hyalin #22 - Simohaia #23 - Sanchez #24 - Aelon #25 - Fornares #26 - Boitatah (ausente) #27 - Barkend #28 - Foxbuster #29 - Ivayne #30 - Wolfgang #31 - Sunlace #32 - Kovarrasa #33 - Yenor/Roy #34 - Dronnar #35 - Orcjimmy #36 - Morpeg Perguntas: 1. Oque achou da Sugestão do Batman pro jogo? 2. Se fosse um CM qual a primeira coisa que faria? 3. Jogo que marcou a vida? Não vale da franquia Blizzard. 4. Lara Croft ou Yrel? 5. Por que você me acha foda? 6. Idade? (opcional) 7. Por que sim? 8. Quando vai cortar a barba do personagem? 9. Por que aliança? 10. Por que tanto amor pelos bruxos? E já vai preparando os 50 fatos sobre você para quando o Wolfgang chegar aqui.Morpeg35 26 ago 2015
25 ago 2015 Debate - Não tem cabeleireiro em Lua Prata Yoho Marujos Já faz um tempo que eu queria debater isso com vocês (talvez eu já tenha debatido isso antes, mas acho que não). Eu me lembro que desde que eu cheguei aqui no WoW, eu sempre via as capitais secundárias das facções bem vazias. E a resposta que me veio à cabeça parecia muito simples: É porque elas não dispõe de serviços básicos que só tem em Orgrimmar e Ventobravo. De lá pra cá, vieram MoP, WoD, e eu vi que alguns locais (como a guarnição) passaram a ser mais movimentados que estes justamente porque lá tinha tudo o que uma capital tem (AH, banco, transmog, etc...). E isso só me fez ter mais certeza de minha teoria. Aí eu pego Lua Prata como exemplo, mas este exemplo serve para quaisquer outras capitais. Eu pergunto a vocês "Se você for/fosse um elfo sangrento, você ia querer morar numa cidade onde não tem serviço de transmog, nem de cofre etéreo?" E vou mais além. "Se você for/fosse um elfo sangrento, você ia querer morar cidade que não tem..... cabeleireiro?" Isso fica ainda mais estranho, tanto na jogabilidade quanto na lore (principalmente na lore) quando a gente repara que Orgrimmar e Cidade Baixa tem cabeleireiro. Pra que raios tem cabeleireiro em Orgrimmar, se os orcs brutamontes que vivem lá estão pouco preocupados com a própria aparência. E pra que mesmo que tem cabeleireiro em Cidade Baixa, se os renegados de lá já nem tem mais uma aparência da qual cuidar? E porque Lua Prata, que é onde vivem os cidadãos mais requintados e sofisticados de toda a Horda, não tem sequer um salão de cabeleireiro pelo menos? Bom, como vocês viram, este tópico tem uma pitada de humor, mas foi a forma que eu encontrei pra dizer que seria muito legal se todas as capitais de ambas as facções tivessem tudo o que uma cidade de verdade precisa. Pra que ir até Ventobravo pra fazer meu transmog, se poderia ser bem vantajoso pra todo mundo ter este serviço também na Exodar e em todas as outras cidades do mesmo porte? Não sei se vocês vão concordar ou discordar do que eu disse aqui, mas de qualquer forma o assunto está aqui pra gente debater. Prometo tratar vocês com a mesma educação com que me tratarem ;)Miracoração43 25 ago 2015
23 ago 2015 Pesquisa para doutorado Olá, pessoal. Tenho acompanhado o fórum de perto há um pouco mais de um ano e tenho visto muitos tópicos de discussão que abordam questões sobre raça/etnia/cor, sexualidade, e gênero, como, por exemplo: Cor da pele em WoD http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/14609911352 Possivel preconceito novo modelo WOD http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/14730223501 Moças/Meninas/Mulheres no wow! http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/9499900391 Opinião sobre "violência e preconceito" http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/18706412099Estou fazendo minha pesquisa de doutorado sobre o papel da linguagem na constituição das "identidades" de "raça", sexualidade, e gênero, bem como na contestação de noções do senso comum sobre essas categorias identitárias. Meu público-alvo são pessoas que usam a linguagem (verbal ou visual) para lidar com ofensas, e inclui (mas não se limita) a jogadores(as) gays e/ou negros(as), ou a jogadores(as) que, no RP, incorporam vários tipos de personagens. A pesquisa envolve duas fases: Uma discussão aqui no fórum sobre esses tópicos. Entrevistas (presenciais ou via skype ou via facebook)Os nomes reais e nicks serão preservados, a não ser que o(a) participante faça questão de ter seu nome publicado. Quem quiser participar das entrevistas, pode me mandar um email (danielaugustinis@gmail.com). Quem quiser fazer parte apenas das discussões no fórum, pode responder as perguntas aqui. O esquema será o seguinte: vou começar abordando uma dessas questões, e depois de alguns dias (vai depender da participação), eu passo para a seguinte. As perguntas serão: 1) WoW, o fórum de WoW, os canais do youtube dedicados a WoW, e as páginas do Face dedicadas a WoW são lugares para fazer política identitária? Em outras palavras, há uma separação entre o mundo "real" e o mundo "digital"? 2) WoW disponibiliza avatares masculinos e femininos. É notável também a participação do público feminino no jogo. Há, inclusive, o site wowgirl, que é produzido por mulheres, e é respeitado. Você acha que a existência de personagens femininos na lore facilita a participação das mulheres no jogo? 3) De acordo com vários usuários do fórum (cf. discussão Possivel preconceito novo modelo WOD http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/14730223501), os personagens nunca ficam realmente negros, mas apenas "moreninhos" (sic.). Isso é preconceito? Em caso afirmativo, é um preconceito a) que "busca conscientemente reduzir a participação de personagens (e pessoas?) negros(as), b) que "se baseia em uma ideia naturalizada sobre a cor de pele que os desenvolvedores estão acostumados a ver nos vídeo games", ou alguma outra coisa? 4) BElfs. Citar a palavra já faz surgir vários tipos de comentários que associam BElfs à homossexualidade. a) De onde isso surgiu? Como essa ideia se mantém? b) Dá pra considerar que os BElfs são uma forma de compensar a ausência de uma narrativa que se desenvolve de forma diferenciada para personagens gays e para personagens héteros? Começaremos pela pergunta 1 até segunda ordem ^^Bakhtin0 23 ago 2015
23 ago 2015 O Andarilho do Sol - RP Bom dia/ Boa tarde/ Boa noite pessoal do fórum. Estava querendo upar um char, e decidi fazer de uma forma mais divertida; ao longo do lvling estarei escrevendo historias do personagem; baseado no mapa, nas quests e no lore. Esse é o primeiro capitulo: ---//--- O Andarilho do Sol e a Aldeia Narache A jornada do andarilho do sol está para começar... A luz do sol entrava pelas costuras do pano que formava o teto da cabana, iluminando o rosto do tauren. - Já é de manhã? - Murmurava o tauren, enquanto esfregava os olhos ainda se acostumando com a claridade do novo dia. Ao se levantar, como de costume encheu as duas mãos com água e usou para limpar o rosto, que ainda havia resquícios da noite de sono. Ao sair da cabana, a luz batia mais forte e com mais intensidade em seu rosto. O tauren abaixou os braços, levantou seu rosto, e respirou profundamente, como se os raios de luz o banhassem dando forças para um novo dia. Caminhou até um totem na frente de sua cabana, se ajoelhou e começou uma prece a Mãe Terra, assim como fazia todas as manhãs. Diferente de sua dieta normal, hoje apenas alguns pães e uma maça saciaram o apetite do jovem. A ansiedade tomava conta de seu peito, pois naquele dia ele sairia em sua jornada para conhecer o mundo. Com passos suaves o tauren se aproximava da cabana do chefe da aldeia. - Posso entrar Chefe? - O tauren perguntava em um tom tímido. - Hastal, é você! Que bom te ver, fique à vontade. Deseja algo para beber? - O Chefe respondeu. - Aconteceu algo Chefe? - O jovem perguntou, notando o tom de tristeza na voz e no olhar do chefe da aldeia. - Aconteceu Hastal. Os javatuscos a muitos anos tentam invadir nossa aldeia, ano após ano eles cometem atos de selvageria contra nosso povo. Mas depois do cataclisma, eles se espalharam ainda mais, e ganharam mais forças. O resultado disso é minha própria mãe, morta pelas mãos desses selvagens. O garoto ficou assustado, receber uma notícia daquelas ao acordar era algo muito chocante e assustador. - Hoje seria o dia de sua partida, não é mesmo Hastal? - Sim, mas se tiver algo que eu possa fazer para ajudar, com certeza minha partida será adiada. - Há sim, nós iremos revidar, eu não posso deixar que eles continuem com essas atrocidades contra o nosso povo. A leste da aldeia, meu filho estará esperando você. Ele conduzirá você ao nosso ataque. Seu nome é Grull Vento do Falcão, diga que eu o mandei. - Sim, estou indo para lá. Sinto muito pela sua perda chefe. - Seus sentimentos foram recebidos Hastal, desculpe ter que fazer você adiar algo tão importante, tem minha eterna gratidão. Que o sol eterno brilhe sobre ti. A passos apressados Hastal se movia em direção ao leste, enquanto ia se aproximando podia notar seus irmãos taurens lutando para protegerem a aldeia, as batalhas eram violentas, e os números dos javatuscos não eram nada favoráveis para os taurens. Após apertar o passo, ele já podia ver, Grull e mais alguns taurens protegendo uma barricada. - Você é Grull Vento do Falcão? - Hastal perguntou. - Sim, sou eu. O que traz você aqui? - O chefe me enviou para ajudar nossas forças no campo de batalha. - Entendo. Veja isso, esses javatuscos são pragas, eles deixam um rastro de destruição e a terra devastada por onde eles passam, se não nos levantarmos contra eles, nossa aldeia pode acabar assim em pouco tempo. Ajude nossos companheiros no campo de batalha Hastal. O jovem tauren empunhou sua maça e partiu em direção ao campo de batalha. Os números dos javatuscos era muito maior do que ele achava. Logo após seus primeiros passos, um javatusco iniciou uma investida feroz em direção ao jovem. Uma pancada na cabeça do javatusco foi o suficiente para derrubar o selvagem. - Eles são muitos, mas são fracos. Nós podemos vencer! - Hastal gritou no campo de batalha, para motivar seus companheiros. A batalha era feroz, e qualquer movimento errado ele poderia acabar sendo cercado e morto pelos inimigos, não podia ficar parado. Enquanto corria e acertava os javatuscos ele avistou algumas jaulas próximas a espinhos que saiam da terra. "São taurens! Preciso avisar Grull sobre isso.". O jovem voltou correndo para a barricada para reportar. - Os javatuscos estão mantendo alguns de nós como prisioneiros. - Hastal disse ofegante. - O que? Além de tirarem a vida de nossa família, eles agora querem nos manter presos? - A revolta de Grull era visível naquele momento. - Quero que liberte eles por mim Hastal, as coisas estão complicadas por aqui e não posso sair agora. - Sim, você pedindo isso ou não, essa já era minha intenção. - Hastal deu um sorriso desajeitado enquanto coçava o queixo com sua mão esquerda. ...Hastal9 23 ago 2015
22 ago 2015 Extinção (Conto RP) (Guitarrinha e Miracoração, em outro char) Extinção Parte 1 O sol de punha naquele dia sombrio e chuvoso, no refúgio do Ocaso, em Guilneas. Uma criatura feminina, meio mulher meio lupina, se olhava no espelho. Ela ainda estava tentando entender o que houve com seu rosto e com seu corpo. “Eu era tão bonita. Por quê? Por que comigo?” sussurrava baixinho em frente ao espelho. O nome dela era Juana Sánchez, ex-revolucionária do Portal Norte. Ao seu lado estava Tobias, seu fiel companheiro, um cachorro da raça Mastim Guilneano, que já começava a apresentar seus primeiros sinais de velhice. Ele fora seu companheiro desde que ela era uma menina pastora de ovelhas que ajudava sua família nas terras ao Norte de Guilneas. Ao seu lado também a Mé, a última ovelha que sobrou do rebanho quando sua família teve que fugir às pressas dos ataques do Flagelo. Enquanto ela estava na frente do espelho, um homem tocou a porta do quarto onde ela se encontrava. “Juana Sánchez, precisamos de você.” Era o Guarda Caça Blake, que no momento estava responsável por oferecer treinamento a todos os atiradores, domadores de feras, batedores, ou quaisquer outros tipos de combatentes que se encaixassem no conceito das artes de caça que ele poderia ensinar. A worgenin abriu a porta, com uma postura muito tímida. Ela obviamente não queria aparecer em público em sua nova forma. Até pouco tempo atrás, ela tinha um corpo atlético, construído ao longo dos anos em que lutou pela revolução, e um rosto que causava inveja em outras mulheres. “Entendo tuas dificuldades” disse o guarda caça “Mas nós enviamos quase todos os caçadores e atiradores para as missões de resgate e evacuação. Você deve ter sentido os terremotos também. O mar engoliu os navios dos renegados, tragou parte das terras vizinhas daqui e quase afogou metade de nossas tropas. Como eu tenho que treinar os mais novatos com certa urgência e não posso abandonar este posto, sobraram poucos caçadores para buscar comida e couro. Preciso que você cace algumas as raposas da região”. “Farei o possível” disse Juana, ainda deprimida. “Mas temo que a população de raposas já esteja bastante frágil por causa dos renegados. Além do mais, lá é a área de reprodução delas, e eu terei que ter cuidado para não deixar nenhuma mãe ou filhote órfãos. E o senhor, como guarda caça experiente que é, sabe disso melhor do que eu. Mas verei o que consigo por lá”. Blake assentiu com a cabeça, concordando com o que ela disse. A caçadora chamou seu cachorro pelo nome, e juntos eles saíram à noite para caçar. Juntos, Juana e seu fiel companheiro Tobias adentravam pela mata. Eles caçavam as raposas uma de cada vez, sempre tomando cuidado para não abater mães nem seus filhotes. A população de raposas naquela região costumava ser bem maior, mas naquele mesmo dia pela manhã os renegados as caçaram sem nenhum controle, sabe-se lá para que fins nefastos. Depois de algumas horas, a caçadora e ser cachorro já haviam abatido 15 raposas, e a bolsa já estava cheia. A maldição podia ter tirado a beleza de seu rosto, mas ampliou SUS sentidos e fez com que se tornasse uma caçadora ainda mais eficiente. Eles voltaram ao Refúgio do Ocaso, e era já quase meia noite. Ao chegar, teve que descarregar depressa as carnes e couros obtidos às pressas. Os cozinheiros no refúgio trabalhavam freneticamente da tentativa de agilizar a refeição dos cidadãos que ali se encontravam. Enquanto isso, a prefeita Gwen Amstead, em ritmo acelerado, terminava de preparar a evacuação de todos. “Assim que eu e os outros terminarmos aqui, pode ser que a maioria de vocês tenha que pegar o que puder e sair comendo no caminho. Sinto muito.” O tom de voz da prefeita de preocupação, e pressa. E dito e feito, assim que terminaram os preparativos todos tiveram que subir nos cavalos e carruagens e sair dali. Juana pegou Tobias no colo e subiu num cavalo, e teve que levar alguns nacos de carne de raposa na bolsa para comer depois. Enquanto cavalgavam para longe dali, o cachorro ficava cheirando a bolsa sem parar, e olhava para sua dona com a cara de dó costumeira de sua espécie quando quer alguma coisa. Após a evacuação, todos chegaram ao Solar dos Greymane. O sol já estava dando os primeiros sinais do amanhecer, e a maioria dos combatentes ainda não haviam parado para descansar. Estavam todos acabados, e não havia sequer almofadas, colchões e cobertores para todos, sendo que os poucos que haviam foram cedidos às crianças e aos idosos. Mas não houve muito tempo para descansar... Quando todos já estavam pegando no sono... começou mais um terremoto. O chão tremia e sacudia, e os cidadãos ficaram desesperados. As crianças nos quartos próximos choravam. Passado alguns minutos, o terremoto parou. Mas as notícias que chegaram a seguir seriam perturbadoras.Juanasánchez9 22 ago 2015
21 ago 2015 (Guilda RP) Antiguidades do Butim In RP: Estava um dia quieto e incomum em Angra do Butim. Pessoas de várias classes e raças estavam reunidas bebendo na taverna da cidade, e conservando bem baixinho, quase sussurrando. Pessoas de aparência e comportamento cada um mais suspeito que o outro. Eis que entra uma goblina, de estatura bem pequena até para os padrões de sua raça, acompanhada de sua arara no ombro e de um macaquinho que caminhava ao seu lado. Ela carregava um espelhinho e não parava de se embelezar nem por um minuto. http://us.battle.net/wow/pt/character/goldrinn/Miracora%C3%A7%C3%A3o/hunter-pet#37974508 Poleiro de Papagaio (Arara-da-asa-verde) A goblina foi no balcão e disse: Moço, hoje eu vou querer um tonel de Rum Volátil. Pra viagem, por favor. Rum Volátil O taverneiro então deu-lhe um pequeno barril contendo a bebida, e esta pôs em sua mochila. Enquanto saía da taverna, ela deixou em cima do balcão alguns folhetos, e então se dirigiu ao Mestre de Voo e foi embora, sem que ninguém pudesse saber para onde ia mesmo que notasse sua saída. Os folhetos tinham dois lados. À primeira vista, quem observasse os folhetos por cima em meios às bebedeiras, apenas via um simples cartãozinho de loja, em que estava escrito: ...Antiguidades do Butim, a melhor loja de relíquias, raridades e bugigangas de Azeroth, a preço acessíveis. Venha fazer um cartão da nossa loja e ter descontos incríveis... Porém, não havia nenhum contato, endereço, nada que indicasse aonde a tal loja estava localizada. Em compensação, quem fosse um pouco mais curioso e pegasse o cartãozinho para dar uma olhada, notaria que havia algo escrito à mão no verso deles: ...Você gosta de ganhar dinheiro? E de arqueologia, você gosta? Precisamos de bons clientes e bons sócios em nosso novo "empreendimento". Gente que saiba guardar segredo. E caso não tenha notado nenhum endereço ou forma de contato, é porque o tipo de gente que precisamos é gente observadora, atenta e que tenha competência para nos achar... ----- Off RP: Galera, é o seguinte. Eu e alguns amigos acabamos de fundar uma guilda nova focada totalmente em RP casual, aqui na Horda do Goldrin. A guilda nasceu esta noite, horas antes de eu escrever este tópico. E eu criei este tópico pra convidá-los a fazer RP conosco, seja como membros da guilda, ou como membros de outras guildas que queiram colar junto. Aceitamos personagens de qualquer nível, classe ou raça. O único pré requisito, por conta da temática de nossa guilda, é que sejam personagens desonestos, gananciosos e sem escrúpulo nenhum (do tipo que vende a própria mãe mesmo, manjam?). Só pra vocês terem uma ideia do nível de baixaria dos nossos personagens, uma das regras da guilda é que os nossos personagens não devem ser honestos nem mesmo uns com os outros. E que passar a rasteira nos próprios colegas de bando em nome do lucro é o que se espera que membros competentes de nosso bando façam. Mas claro que, em RP, nós sempre nos apresentaremos como uma "Lojinha de Antiguidades", e é assim que a maioria dos não-membros da guilda nos conhecerão. Para quem quiser saber mais, e se interessou pela proposta da guilda e do tipo de atividade que faremos em RP (ou seja, do que se trata o negócio), segue o meu contato pra gente se falar: Guitarrinha#1487. Ah, e fiquem à vontade para interpretar a forma como um ou mais de teus personagens vão reagir ao se deparar com a história que eu contei acima. Esta minha personagem se mandou, mas talvez eu logue outros personagens meus para interagir com isso ae. Grande Abraço ;)Miracoração16 21 ago 2015
21 ago 2015 Pai de família tenta parar warrior Um desespero de um pai de família ao tentar parar um warrior. Boatos de que o cidadão morreu por falta de mana http://www.youtube.com/watch?v=neWU30kXyXE&feature=youtu.beAiquedelicia19 21 ago 2015
21 ago 2015 O dia seguinta à festa de Gorehammer No novo dia da taverna ela recebia vários anões que foram chamados para fazer uma reforma de urgência, ouvia-se o barulho de serrotes e martelos, esta um dia movimentado, e apesar disso ela ainda recebia os clientes em meio a essa confusão. Alguns dos anões arrastavam para fora os corpos inertes de orcs e humanos q sofriam de um caso severo de ressaca. Em meio a esse caos, Gorehammer tentava falar com Rás'Tião, o ogro balconista, mas este estava de costas para ele atrás do balcão, suas duas cabeças demonstrando mau-humor, e a garçonete Roly Litié estava de pé sobre o balcão agindo como interlocutora entre os dois, Gore estava com um maço de pergaminhos na mãos, provavelmente a conta da festa, e falava: Gore: Não faz isso comigo grande, nós temos uma história juntos, eu já disse que vou pagar, só preciso de um prazo... não precisa me por na lista negra não... Roly: Cê piso na bola cumpadi, o chefão confiou em você, achou que tinha a grana pra pagar a festa, e agora tu vem pedir prazo? Tu ta achando a gente com cara de otário? Gore: Mas, essas contas não fazem sentido... - fala apontando os pergaminhos... - Mais de 10.000 em ouro? Dava pra fazer uma taverna nova com esse dinheiro! Roly: Tu disse que pagava pra todo mundo cumpadi, ta tudo certinho aí, centavo por centavo... Gore: 3000 em cerveja para o povão, 2000 em petiscos... quem comeu aqui, um exército?! 2000 pra reforma da fachada?! Por acaso teve uma guerra ontem e eu não vi?! Um tal Dronnar trouxe trinta sentinelas... e eles só pegaram coisa cara... não ferra comigo Roly! Olha só isso aqui! Uma garrafa de Vinho de Lunamora, reserva especial, para... Arquimago Hadgard?! 1000 de ouro em uma garrafa?! Quem trouxe esse figurão aqui? Aqui diz... um javali gigante assado e um barril de cachaça para os orcs vis?! Tu ta tirando uma com minha cara né? Quem chamou orc vil para a festa?! Roly: Você chamou eles Gore, eles tavam passando de fora e você gritou q a festa tava liberada pra todo mundo... Além disso você devia saber disso mais q todo mundo pq levou 3 orquisas vis para um quarto e destruiu ele! Gore: Ah... elas eram vis... ta explicado... hehehe... - Roly bate com um rolo de massa na cabeça do orc. Roly: Vê se acorda mané! Passa a grana antes que o chefão se irrite! Gore: Mas, eu não tenho ainda, to dizendo q vou pagar! Quebra esse galho aí grande... Lembra quando a gente lutava, eu sempre ficava na frente tentando te defender das flechadas... Você me disse que seu sonho era montar uma budega pra receber os soldado, q lá ia ter paz e q ia receber todo mundo pra se divertir... Oq aconteceu com seu sonho? Vai desprezar as amizade por ouro? Tu ta deixando essa muquirana mandar no negócio por vc, vem cá, fala com seu velho amigo Gore... - Rás'Tião da uma olhada para Gore, mas Roly Litié mete-lhe outra pancada na cabeça... Roly: Ce ta achando que amizade enche a despensa é? Amizade paga as reforma? Isso aqui é um negócio mané! Não vou deixar vc abusar do coração grande do chefe! Se ele for deixar esses amigo folgado mandar na taverna a gente não fica aberto um mês! Gore: Mesmo assim... tem coisa errada aqui... olha só... diz aqui cachê de dançarina para uma tal Dama da Dor Selora... 1000?! Quem é essa, eu não contratei nenhuma dançarina... e eu já ouvi falar desse nome... Roly: Ela é uma sucubus da Legião seu otário, veio aqui com os orcs vis, começou a dançar e deixou todos os idiotas enfeitiçados... eu coloquei o cachê pq ela foi banida, mas se voltar a casa tem que pagar, é a nossa politica dar apoio a todos os artistas... Até o chefe ficou caído por aquela vaca... E quando ela começou a dar em cima do Dronnar começou a treta, a Illona entrou na taverna e chutou o pau da barraca, foi então que rolou a pancadaria, um soldado humano esbarrou no Grommash q tava bebendo num canto, daí rolou um stress dele com o Haddgard e o chefe teve que intervir, num estalar de dedos ele cancelou a magia do Hadggard e teleportou o mago de volta para Ventobravo, mas Gromm atacou e o chefe teve q se defender com o martelo, daí ele só deu um chute no Gromm e mandou ele voando para fora da taverna... Gore: É isso aí Ras'Tião, ta podendo hein! Roly: Cala a boca mané! Presta atenção! Vc sabe como o chefão odeia ter q usar o martelo... da só uma olhada! Gorehammer observa o ogro com um pouco mais de atenção, então vê em choque que havia um risco no Banhammer! Ele sabe o qto o ogro gosta de seu martelo e q aquilo não seria facilmente esquecido, além disso o martelo é um artefato titânico e não pode ser concertado por mortais... o orc fica cabisbaixo, e fala: Gore: Puxa vida... desculpa aí chefe... pode ficar... - entrega a pedra do retorno para o ogro... - prometo que pago tudo o mais rápido possível... quem sabe as vezes eu vendo uns órgãos para conseguir o dinheiro... Prometo que esse orc aqui nunca vai te causar problema denovo... - Gorehammer sai andando olhando para baixo depressivo, mas ele ouve uma voz gutural o chamando:Gorehammer2 21 ago 2015
20 ago 2015 Guerreiro cinquentão procura companheira Você que está cansada de wipes na hora H...toma stun quando quer um carinho...leva um silence quando quer fazer um enchant para seu companheiro... largue mão desses trolladores e venha conhecer um cara de verdade.... Estou cansado de defender os continentes de Azeroth sozinho, não aguento mais as baladas intermináveis nas tavernas cheias de anões e pandas bebaços, dormir em qualquer buraco.. Chega a hora na vida de um solteirão que ele tem que pensar no futuro, fixar residência, pensar na descendência... Nessas andanças por ai, juntei algum gold, dá para prover uma vida tranquila, mas já aviso..não sou joalheiro...nada de extravagâncias, mas dá pra fazer um agrado... Compro pra você uma bolsa da Haris Pilton. Que tal um iaque da expedição, para ter sempre a mão aquele transmog que você adora (um momento de ostentação, quem não faz?) Podemos aproveitar a vida antes das crianças chegarem.... Que tal passar os fins de semana tomando um sol nas praias em Geringontzan??? ou pegar um friozinho numa caverna em Invérnia?? Faço um fondue de carne de fenoceronte delicioso..... Te levo pra conhecer os lugares mais lindos de Azeroth.. Já viu o por do Sol do alto de Beira Céu? Já comeu caranguejos fritos na hora nas praias em Cabo do Espinhaço? Fazer uma happy-hour tomando uma cervejinha em Altaforja antes de pegarmos o metrô e voltar para VentoBravo? Não tenho preferências....Sou eclético...sei admirar as orelhas pontudas das elfas...ou o pelo lustroso das worgerins (aliás, monto um canil completo se desejar, para que sua vida dupla seja confortável) Anãs e gnomidas também podem se candidatar...prometo que sempre terá uma escada em casa para os momentos de necessidade. Fêmeas de outra facção não estão descartadas, só não prometo uma relação fácil e amigável...aliás...é uma vantagem...não teremos como fazer uma DR, já que a comunicação será complicada..... As interessadas podem entrar em contato: warrior_procura@stormwind.com.az página no Azebook e fotos no InstalaranInsidius3 20 ago 2015
20 ago 2015 Se vc pudesse ser um cachorro que raça seria? Acho que seria um São Bernardo sempre com um barril de Uísque no pescoço.Chequer23 20 ago 2015
19 ago 2015 Marés Escarlates - História RP Ahoy Marujos! Muitas pessoas perguntam sobre os meus personagens, sobre a história deles. E eu não falei nada sobre eles até agora porque todas as histórias estão ligadas e eu pensava em uma maneira de passar todas sem ficar cansativo...bem comecei a escrever e saiu um prólogo que eu gostaria de saber o que acharam :D Caso tenha um feedback positivo tenho a intenção de acelerar para a história ser passada para vocês ^^ Sem mais boa leitura e comentem o que acharam por favor, tanto o que acharam bom como o que não gostaram. O prólogo será narrado por um de meus Alts, o Juktar.Vathal16 19 ago 2015
19 ago 2015 Dúvida e Opiniões - Mascotes para meus RPs Oi Gente Grande Bom, antigamente eu nem gostava de mascotes, mas até que agora eu tô pegando gosto pela coisa. Quem diria? Mas enfim, o que eu vim pedir aqui são algumas dicas de quais mascotes vocês acham que eu poderia ir atrás e que combinam bem com os meus personagens RP que eu possuo atualmente, além dos que eu tenho em mente fazer quando sair a próxima expansão. Vou descrever em poucas palavras qual a ideia dos meus personagens, e vocês me dão dicas de quais mascotes ficam legais com eles: Gisnash (Elfa Noturna Druidesa Feral) - Bom, o RP desta char eu pretendo manter em segredo, e só contar para os druidas que em RP eu perceber que levam muito a sério a proteção da natureza e os ensinamentos de Cenarius, ou para quem mais for conveniente contar qual é a dessa elfa. Mas pra todos os efeitos, ela é uma simples jardineira (ou pelo menos eu quero que vocês pensem que ela é uma simples jardineira). Que mascotes uma jardineira (ou uma druidesa tentando se disfarçar bem de jardineira) teria lhe seguindo? Dançadovento (Taurena Monja Andarilha do Vento) - É uma taurena que tentou ser xamã, mas por ter um espírito muito leve (espírito leve = paz e amor) só foi aceita pelos espíritos do Vento, sendo rejeitada pelo Fogo, Terra e Água. Mas sua maestria com o vento chamou a atenção de viajantes pandarens (os instrutores de monge da área inicial dos taurens e da capital Mulgore) que a convidaram para treinar como monja. Creio que os mascotes ideias pra essa aqui seriam de forma geral elementais de ar, mas gostaria de saber se tem modelos mais específicos que ficam bem numa monja. Se bem que qualquer mascote de outro tipo que um bêbado com certeza teria também seria interessante, já que esta taurena bebe bem. Guitarrinha (Gnomida Guerreira de Fúria) - Antes da queda de Gnomeregan, Guitarrinha sequer sonhava em ser guerreira. Na época, era guitarrista de uma banda de rock com um estilo muito semelhante ao dos ETC, e era conhecida por conseguir tocar duas guitarras ao mesmo tempo (igual o Michael Angelo Batio da vida real). Neste caso, eu gostaria de saber se existe pelo menos um mascote no WoW que seja um instrumento musical. Ianderu (Trolesa Guerreira de Armas) - Esta aqui é uma jovem guerreira Lança Negra que tem como principal hobby colecionar armas e armaduras, e que pode tagarelar por horas contando histórias de como0 conseguiu estas armas. Tem mania de limpeza com as armas que coleciona, inclusive. Então pra esta aqui seria legal eu ter pelo menos um mascote que pudesse ser entendido como uma arma (tipo as espadas dançantes do DK, só que mascote em vez de skill). Sabem se tem no jogo algo assim? Ganêsha (Draenaia Xamã de Aperfeiçoamento) - É uma xamã mais arrojada, que não se limita apenas ao tradicional e anseia por experimentar formas mais inovadoras de trabalhar o xamanismo, como a bela cientista maluca que é. E é do tipo que está sempre tentando convencer as pessoas a serem cobaias voluntárias em seus estudos. Os mascotes ideias pra esta aqui seriam quaisquer criaturinhas que ninguém sabe distinguir se é um elemental ou se é um bichinho de estimação, ou seja, qualquer coisa que seria uma cobaia perfeita pra ela. (PS: Eu tenho tanta vontade de ver xamã ganharem uma 4ª spec de tanque, que isso me inspirou a criar esta char pra fazer alguns experimentos nela, e isso inspirou depois o RP dela). Sheratan (Elfa Sangrenta Paladina de Retribuição) - É aquele perfil de paladina bem clichê, que está sempre ajudando os mais pobres e necessitados. E é bem desapegada dos bens materiais. Como mascote dela, eu pensei em algum ser humanoide que ou fosse algum necessitado que ela ajudou e chamou pra ser escudeiro, ou um que tenha feito alguma transgressão e ela teve pena de lhe dar uma punição mais severa e lhe deu a pena de servi-la como aprendiz. Juanasánchez (Worgenin Caçadora de Domínio das Feras) - É uma caçadora guilneana que já foi pastora de ovelhas, e que depois se tornou rebelde do Portal Norte (porque ficou do lado de fora da muralha e isso é um bom motivo pra querer a cabeça do Rei). Mas hoje ela não tem mais nada contra nem a favor de Guilneas, e sua motivação de luta é resgatar animais na natureza que estejam em perigo de extinção, e evitar que se repita o que aconteceu com fauna de Guilneas por causa do cataclismo e dos renegados (ela odeia os renegados e o Asa da Morte e seus seguidores muito mais pelo que fizeram à fauna nativa de lá do que por qualquer outro motivo). Aqui temos três temas interessantes pra mascotes: Animaizinhos exóticos em extinção, humanoides que poderiam ter sido companheiros de revolução, e ovelhas (muitas ovelhas). Miracoração (Goblina Caçadora de Sobrevivência) - Esta aqui é uma pirata do tipo mais clichê possível, então quaisquer mascotes que combinem com piratas eu quero buscar. Assim como montarias, transmogs e tudo o mais que puder deixá-la com cara de pirata. PS: Opa, não coube o tópico inteiro aqui, vou continuar nos comentários.Miracoração9 19 ago 2015
18 ago 2015 Qualquer semelhança são meras coincidências. Qualquer semelhança com as apresentações de World of Warcraft são meras coincidências... https://youtu.be/8S0FDjFBj8o Liguem as legendas caso necessário. Isso me lembrou aquele cara com a voz do Hulk...Lothaeron0 18 ago 2015
17 ago 2015 Chat da Taverna - Ousadia e Alegria. Sem Panelagem. Todos são bem-vindos. Vamos todos serem legais e felizes e sem brigas e sem ódio e tals. A Taverna é de todos, cheguem mais, puxem um banco e bebam. ... Mensagem do Criador: ... Sintam-se à vontade.... - Por Chequer.Morpeg336 17 ago 2015
17 ago 2015 Chat da Taverna - Ousadia e Alegria Sem Panelagem. Todos são bem-vindos. Vamos todos serem legais e felizes e sem brigas e sem ódio e tals. A Taverna é de todos, cheguem mais, puxem um banco e bebam. Mensagem do Criador: ... Sintam-se à vontade... -Por ChequerAduywtudyatu0 17 ago 2015
16 ago 2015 Pessoal das "antigas" E ai rapeize da taverna. Queria descobrir se alguém tem falado e/ou tem os contatos de alguns players que frequentavam a taverna. Parei de jogar a um tempo e estou voltando agora... Liraniem (Eterna diva das trovadas RP <3) Notmad Shootime (Eterno divo do tópico narrativas RP, acho que atual Möhawk) Alieskey Erunak Patada (Eterno divo que eu magoei IRL porque eu era um babaca e devo um pedido de desculpas) Karýn Hikz Kar (Eterno divo das brigas RP) Balmhung Ceciil E toda a galera que participou da narrativa RP... Kedê?? KEDÊ???Coldric62 16 ago 2015
15 ago 2015 Jaina Proudmoore Oi pessoal não sei se todo munda manja a historia da Jaina, mas iniciei um canal novo e fiz um video falando um pouco dela, quem quiser conferir vou deixar o link https://www.youtube.com/watch?v=Sc8Nw9sK4v4 se gostarem do canal se inscrevam :) :) :) aceito sugestõesAltariells0 15 ago 2015
15 ago 2015 Chat da Taverna ~ Ousadia e Alegria. ... ... By Chequer.Hyalin500 15 ago 2015
15 ago 2015 Procura-se fêmea para fins de procriação. Um bom dia a todos que vierem a ler este tópico. :) (RP) Bem, estou a procura de uma mulher (solteira),e que como já dizia o ditado: Pode ser gorda, pode ser feia, só n pode ser gorda e feia esteja afim de um relacionamento sério. Não tenho raíde, não tenho ranque, então se ficar comigo é porque gosta. Não sou rico, não tenho 20k de archiv, mas tenho uma motoca para darmos umas voltar por aí... Chega uma hora na vida de um homem de meia idade em que as noitadas na taverna, e cantadas nas garçonetes não nos satisfazem mais. Então por isso procuro uma garota séria para um relacionamento duradouro. Posso te curar quando você precisar, também posso controlar a mente daquela sua amiga invejosa para faze-la passar vergonha, posso virar um Tauren por alguns minutos para te satisfazer naquela hora ....enfim. Caso alguma mulher se interesse, estou sempre na taverna de Escudo Tonante. (/RP) Obs: Tópico criado apenas para descontrair, já que tenho visto tanta raiva por ai. ;) Anãs e gnomidas desconsiderem a parte do Tauren.Hyael30 15 ago 2015
14 ago 2015 Piadas Infames sobre WoW Legion Oi Gente Grande Bem, eu estava pensando da gente compartilhar aqui algumas piadas infames sobre a nova expansão que está por vir. Qualquer coisa mesmo. Como eu estou sem criatividade pra bolar uma, me contem as que vocês já viram na internet ou que vocês queiram inventar agora. PS: Não se preocupe se a piada se for ruim, eu faço um esforcinho pra rir. O importante é a gente não ficar sem piada.Miracoração12 14 ago 2015
14 ago 2015 TFM - Entrevista #36 - Morpeg Lista de já entrevistados: #01 - Helennas #02 - Bahamulti #03 - Malorok #04 - Koriakin #05 - Kärdahl/Dank #6.1 - Karýn #6.2 - Wõlfwood #07 - Arkiell #08 - Menothil #09 - Chequer #10 - Patada #11 - Lianne #12 - Doggsh #13 - Zaranck #14 - Lexaeus #15 - Kethtalar #16 - Khaila #17 - Hikz #18 - Acannia #19 - Æk'ay #20 - Vathal #21 - Hyalin #22 - Simohaia #23 - Sanchez #24 - Aelon #25 - Fornares #26 - Boitatah (ausente) #27 - Barkend #28 - Foxbuster #29 - Ivayne #30 - Wolfgang #31 - Sunlace #32 - Kovarrasa #33 - Yenor/Roy #34 - Dronnar #35 - Orcjimmy Depois de minha fantástica entrevista e varias perguntas exitantes, agora entrevisto o caro Morpeg, mais porque eu tava sem opção e eu vejo que o caro amigo é ativo aqui, então, lá vai. 1 - Porque o nome " Morpeg " ? 2 - Aliança ? Porque não horda ? 3 - Idade ? (se quiser falar.) 4 - Não acha o Tol Barad parado de mais ? 5 - O que te leva chamar os outros de velho ? :vOrcjimmy14 14 ago 2015
13 ago 2015 "1000" Curiosidades sobre wow Revirando a internet encontrei isso galera, achei interessante, e resolvi passar pra vcs fonte http://wowgirl.com.br/forum/viewtopic.php?f=25&t=151 1000 coisas que você não sabia sobre WoW Durante a fase alpha do WoW, Scholomance era pra ser uma área aberta de *elites, tipo Tyr’s Hand (provavelmente onde Sorrow Hill é hoje), mas os *developers acharam que aquela zona tinha ficado muito grande e legal, então resolveram fazer de lá uma dungeon. *No começo, haviam dois tipos de escudos (shields e bucklers). Rogues e Hunters podiam usar um desses tipos (os bucklers), mas eles foram removidos, e Rogues/Hunters não podem mais equipar escudos. *A tree Survival dos Hunters era a “melee” tree e havia Lacerate que hitava menos de 100 no nível 60. *A tree Discipline dos Priests era a “meele” tree (como os monges em outros jogos), e era por isso que o Inner Fire aumentava o attack power antigamente. *Na versão beta, Dwarves podiam ser mages. *Hunters usavam Focus (como o que eles usam hoje) mas regenerava muito rápido e eles removeram isso. *Durante a classic a maioria dos itens não davam spellpower, um mage com mais de 30 de spellpower no nível 60 já era considerado MEGA-PLUS-HIPER-EXCULACHANTEMENTE forte. *O motivo de terem tantas cloaks iguais nas áreas iniciais é porque as cloaks também eram cloth/leather/mail/plate. *Elwynn Forest, Stormwind e Westfall foram as primeiras zonas criadas pela Brizzard, um pouco antes de 2001. *Azshara tinha poucas quests porque a Blizzard a fez com um layout muito ruim e ela só percebeu isso muito tarde. Eles pensaram que ninguém ligaria e deixaram para dar um jeito lá em expansões futuras (cataclysm). *Na versão Alpha, o jogo tinha sido feito para que a Alliance e a Horde tivessem apenas 100 quests ao total. *No começo do jogo não havia nenhuma quest em Silithus (e nem nada importante), e tudo lá foi adicionado bem depois. *Não haviam muitas quests depois do nível 50, os jogadores reclamaram que tinham que ficar matando mobs para passar de nível, então a Blizzard adicionou mais. *Blackrock Spire, Stratholme e Scholomance sofreram uma atualização que as transformou em raids de até 15 pessoas, e mesmo assim elas continuavam muito difíceis, então a blizzard voltou atrás para dungeons de 5 pessoas e diminuiu a dificuldade (menos de UBRS que agora é 10 pessoas). *Antes da TBC, você podia usar blink no portal de Deadmines e então Slow Fall e ia parar numa versão MUITO antiga de Hellfire Peninsula. Aqui um vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=fiL64JbQ ... re=related *O Emerald Dream era pra ser uma zona/raid/continente na classic. A Blizzard apagou essa ideia, porém ainda existe um “Emerald Dream” dentro dos arquivos do jogo, porém essa área não pode ser acessada.Daemonhunter15 13 ago 2015
13 ago 2015 A legião de aproxima... trazendo o caos para nossas terras. A invasão será rechaçada? Sim, mas jamais derrotada! Derrubaram Archimonde não é mesmo? Mas sua essência continua, assim como de diversos outros lacaios da Legião, sendo que do nosso lado, quantos irmãos caíram? O Caos que vem com a Legião não se alimenta da destruição completa de povos, civilizações, mundos e sistemas. Se o Caos dizimar tudo, o próprio Caos perde o sentido, mas na verdade essa entidade se alimenta de vossos sentimentos de dor, medo, penúria diante de algo imensurável, eterno e sempre pronto para encontrar uma brecha e atacar vossos sonhos e esperanças, quebrando seus espíritos. O conflito continuará sempre, somente os fortes, aqueles que mesmo caindo em batalha sabem se reerguer e encarar a morte olhos nos olhos é que serão os verdadeiros campeões!Alderän0 13 ago 2015
12 ago 2015 Arquimonde X Asa da Morte Se os dois colocados em uma árena gigante quem você acha que vencia? É claro, julgando pelo que você viu na Lore do game, levem isso como uma brincadeira.Drve0 12 ago 2015
12 ago 2015 Montarias pra RP de pirata Oi Gente Grande É o seguinte, esta minha personagem no RP é uma pirata, e eu queria saber da galera que conhece e coleciona um montão de montarias legais, qual vocês me recomendam ir atrás e que combine com este tema que eu propus. Um Abração ;) PS: Vou passar a postar aqui no fórum com esta personagem em vez de minha main Guitarrinha, só pra dar mais visibilidade pra guilda nova que eu e meus amigos criamos recentemente, a Antiguidades do Butim. É uma guilda RP formada pelos personagens mais suspeitos de toda Azeroth, e qualquer personagem que faz qualquer coisa por dinheiro é bem vindo.Miracoração16 12 ago 2015
12 ago 2015 Illidan voltará! e você não está preparado. Será assim Quando adentrarmos o mundo de Draenor iremos enfrentar a horda de ferro e todos os seus problemas! Quando tudo acabar e parecer estar bem, um mal surgirá dos confins das suas lembranças, e vc verá que estou realmente certo, pois esse mundo paralelo não pertence a uma linha temporal, e sim uma realidade alternativa, pois o filho da guerra não era nascido na época, e illidan também não existia, então ele voltará, mais forte do que nunca, e vc não está preparado. Essa é minha previsão do futuro, eu tenho certeza, que em um path futuro ele voltará, com certeza. vlw flw, e n diga q eu n avisei.Nishinoya27 12 ago 2015
11 ago 2015 Uma raça esfacelada. Ois :D Então, decidi postar aqui a história do meu personagem, espero que não se importem, qualquer erro, ou detalhe que não gostarem, podem falar comigo xDBahamulti45 11 ago 2015
11 ago 2015 TFM - Entrevista #35 - Orcjimmy Lista de já entrevistados: #01 - Helennas #02 - Bahamulti #03 - Malorok #04 - Koriakin #05 - Kärdahl/Dank #6.1 - Karýn #6.2 - Wõlfwood #07 - Arkiell #08 - Menothil #09 - Chequer #10 - Patada #11 - Lianne #12 - Doggsh #13 - Zaranck #14 - Lexaeus #15 - Kethtalar #16 - Khaila #17 - Hikz #18 - Acannia #19 - Æk'ay #20 - Vathal #21 - Hyalin #22 - Simohaia #23 - Sanchez #24 - Aelon #25 - Fornares #26 - Boitatah (ausente) #27 - Barkend #28 - Foxbuster #29 - Ivayne #30 - Wolfgang #31 - Sunlace #32 - Kovarrasa #33 - Yenor/Roy #34 - Dronnar Depois da empolgante entrevista a minha pessoa onde demonstraram um gigantesco interesse pelas minhas respostas agora chegou a hora de passar a bola para frente. Bom, por falta de ideia eu entrevisto uma das pessoas novas (pelo menos para mim) que chegaram na taverna nos últimos dias, meu irmão de armas furioso, OrcJimmy! Primeiro a pergunta que não quer calar: 1 - Pq a temática azul, tem lutado como mercenário da aliança? 2 - Oq mais gosta de fazer no wow? (essa é boa) 3 - Belfas(os), trolezas, ou orquisas? 4 - Sua opinião sobre WoD? (outra boa) 5 - Quais seus piores defeitos? 6 - Ta gostando de jogar de warrior nessa XPac? 7 - Quais seus NPCs favoritos?Dronnar22 11 ago 2015
11 ago 2015 Evento RP - Bastilha da Presa Negra RELATÓRIO OFICIAL DE CAMPANHA - FLORESTA DE PINHAPRATA Estava chovendo quando chegamos à Lenhardente. O vilarejo já estava abandonado há muito, no época era utilizado pelos soturnos worgens, da Frente de Libertação Guilneana, como refúgio e esconderijo para montar emboscadas às nossas tropas. Estávamos lá com o intuito de dar o ultimato a lorde Darius Crowley e seus cães sanguinários, quando apresentamos nosso trunfo: tínhamos a custódia de sua filha, Lorna Crowley, então capitã da Frente de Libertação. Conseguimos esta cartada graças a ajuda de aliados recém obtidos, os mesmos desgraçados que causaram todo o problema, aqueles três malditos que eu e meus subordinados havíamos recuperado os corpos para que fossem convertidos pela Rainha Banshee. Conseguimos dobrar o lorde, e fazê-lo exigir que os demônio dos Dentessangue se retirassem dos Promontórios ao norte de Guilneas, o que abriria os portões da cidade à Rainha Banshee. Porém a nossa comemoração foi logo encerrada quando olhei ao lado e vi o maldito Vincent Godfrey encostar o cano negro de sua espingarda à nuca de Sylvannas, que distraída sequer tivera tempo de reagir. Em seguida um lampejo vermelho, somente acompanhado pelo estampido ensurdecedor da arma, ao abrir um buraco na cabeça da Dama Sombria. Assim como eu, os demais soldados no local não tivemos oportunidade de fazer nada, tamanha era a nossa surpresa: Godfrey, Ashbury e Walden tinham nos traído, logo após de termos vencido a batalha. Os desgraçados conseguiram nos escapar por entre os dedos, indo se refugiar na inexpugnável Bastilha da Presa Negra enquanto todos cercávamos o corpo caído de Sylvannas Correventos, com o ferimento negro repleto de um sangue escuro e seco abrindo caminho pelo centro da cabeça da rainha quase que removendo seu rosto por completo. Para a nossa - segunda - surpresa, as Val'kyrens que cercavam a Dama começaram a rodopiar ao seu redor, se fundindo em um luz escura, que estranhamente não iluminava nada, apenas como um ponto de energia negra cintilante. Esta esfera se deslocara lentamente para o peito de Sylvannas, que aos poucos tinha seu rosto reconstruído, para instantes após recobrar a consciência. As Val'kyrens se sacrificaram para que Sylvannas retornasse à "vida", isso só podia ser um sinal, Sylvannas é bem mais que a Senhora da cidade Baixa, ela é o futuro da horda! Fui designado para tratar da insurreição dos lordes Guilneanos, juntamente do Comandante Sicário Belmonte, mas para isso eu deveria, também, reunir um grupo para invadir a Bastilha. Assim ponho este relatório não apenas como um registro de minha atividade, como também uma solicitação, um chamado àqueles que se voluntariem para auxiliar na conquista da Presa Negra sob o estandarte dos Renegados, como a espada da vingança pela traição à Dama Sombria. Sargento Äzrael Rubrastro Vanguarda de Quel'Thalas ---OOC--- Então pessoal, espero que tenham se animado com esse curto epílogo. Como podem ver, estou bolando um evento RP ambientado na dg Bastilha da Presa Negra. A proposta do evento é a seguinte: -O evento se dividirá em três partes: O Recrutamento, A Viagem e A Batalha; -O Recrutamento consistirá em um sub-evento onde os participantes se conhecerão e poderão interagir e contar suas estórias aos demais. É importante esta fase para que haja um entrosamento entre os jogadores. Serão nesta fase, também, determinadas as regras de jogo (jogabilidade da interpretação) e a definição da data para darmos início ao evento de fato; A Viagem se dará por meio terrestre (montaria ou a pé se for a preferência do grupo) onde nos deslocaremos de nossa base militar no Alto Comando Renegado, na Floresta de Pinhaprata até a Bastilha, localizada no Vilarejo de Lenhardente; -A Batalha será o evento final e o verdadeiro foco do evento num todo, a invasão à Bastilha e a batalha pelo controle da fortificação; -Os jogadores interessados deverão me enviar uma carta para o personagem Äzrael, ou podem me add pelo ID TuRc0w#1511; -Apenas jogadores entre o nível 20 e 30 poderão participar, para que os combates durem bastante, mas que não sejam perigosos demais a ponto de causar um whipe no grupo; -Não vamos usar itens de herança, para que tenhamos alguma emoção durante as lutas; -Interessante os jogadores já virem com um breve background de seu envolvimento com esta batalha, ou motivação para estar se voluntariando a esta missão; -Imprescindível que os jogadores tenham alguma experiência em RP, ou que tenham muito interesse em participar, para que o evento se torne o máximo divertido e imersivo; Estando de acordo com estas acima, creio que teremos um evento de qualidade, e divertido. Aguardo comentários, críticas e sugestões, bem como as cartas de apresentação dos soldados interessados em participar da nossa incursão. Até lá. Al Diel Shala.Äzrael7 11 ago 2015
11 ago 2015 Você tem uma história para sua arma/armadura? Citem ou façam agora a história de seus companheiros mais fiéis e honrados: Seus equipamentos. Minha armadura: Uma armadura de montagem simples de placa prateada clara, acompanhava-me desde a primeira guerra, sendo reformada após a subida dos meus cargos na hierarquia da Aliança, quando fui capturado pelo flagelo ela se perdeu e viajei até Nortúndria para recuperar parte por parte, sendo novamente reparada e sendo usada em toda minha trajetória do Cataclismo ao Pandaria. Minha arma: Um montante de guerra de tamanho até exagerado (Não para mim), ornado com simbolos e frivulias da aliança por toda a lâmina, diferente da Armadura esta foi obtida por bravura indômita em batalha contra a Horda, o desenho das runas contrasta com a lâmina, dando-lhe um aspecto sombrio mas mesmo assim imponente e respeitoso, dando a valer o leão encrustado na guarda, consegui-a depois de 3 dias em trincheira de guerra com Anões, entre fogo cruzado e disparo de arcabuzes e canhões, cavamos com uma máquina toupeira a abertura até a trincheira inímiga, onde o frio de Alterac recaia sobre os Lobo de gelo, recaia também a força de nosso esquadrão, que limpava a área. Histórias clichês, não são armas mágicas, tudo que passaram comigo seria uma longa história, agora contem as suas.Menothil5 11 ago 2015
8 ago 2015 É possível fazer RP Cross-Server? Uma pequena dúvida: É possível uma pessoa da horda do azralon fazer RP com alguém de um server US como Wyrmrest Accord?Broxaphy1 8 ago 2015
8 ago 2015 Pergunta à Pequenina (Sobre RP) Oi Gente Grande Como eu vi que teve muita gente no fórum, e até gente que eu conheci pelo jogo, que ficou em dúvida sobre como fazer um bom RP, eu tive a ideia de fazer um tópico onde eu tire quaisquer dúvidas que vocês tenham sobre este assunto. RP (RolePlay), para quem não sabe do que se trata, é definido como a arte de jogar seu jogo interpretando o teu personagem, agindo e falando como você fosse mesmo teu personagem, e criando uma história por trás de seu personagem, igual a um RPG de mesa. E claro, junto de amigos que também tem seus personagens com suas histórias, pois eu pelo menos acho bem mais legal quando se faz essas coisas entre amigos. Lembrando que eu não sou a única pessoinha que pode responder as dúvidas que a galera tiver sobre o assunto. Tem camaradas meus das antigas aqui, inclusive, que manjam do assunto mil vezes melhor que eu. Já aproveito e deixo aqui os links de alguns tópicos muito bons que amigos meus fizeram sobre o assunto. São tópicos antigos, podem estar desatualizados (e alguns realmente estão), mas ainda assim são válidos e podem ajudar muita gente que queira fazer RP mas não sabe por onde começar. - Guia Básico de RolePlay (que por sinal o amigo que escreveu o tópico, por algum motivo não conseguiu finalizá-lo, o que é uma pena) http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/4175422035 - Eventos RP (tópico que a galera já usou, e a meu ver poderia voltar a usar, para avisar sempre que tiver eventos RP e quiser convidar as pessoas do fórum a participar, e também serve como base pra galera mais nova ter uma noção do que já foi feito de bom de RP por aqui) http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/6606901176 - Guia RolePlay Aliança e Guia RolePlay Horda (tem uma coisinha aqui e ali que eu tiraria ou acrescentaria, mas de forma geral tá excelente) http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/10138144291 http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/7350355250 - Digite "/join RP" no teu chat (um tópico que na época foi altamente positivado, mas que infelizmente nunca foi fixado, e a meu ver se fosse fixado teria ajudado ainda mais a alavancar o RP na comunidade brasileira) http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/8521562682 - Resumo da História de WarCraft, Linha do Tempo - Guerras e Vídeos da Campanha do WarCraft 3 (excelentes tópicos pra quem quiser ter uma noção da história do jogo, e quiser usar isso como base pra criar seus RolePlays) http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/6489930571 http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/11040484178 http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/7004405038 - Pergunte ao Boi (tópico que me inspirou a fazer este aqui) http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/4496519657 No mais, estou aqui à disposição pra vocês perguntarem o que quiserem, e na medida do possível eu tentarei responder. Vou deixar o próximo comentário reservado para copiar perguntas que vocês fizerem que eu queira dar algum destaque. Um Abração ;)Guitarrinha22 8 ago 2015
7 ago 2015 Blizzcon Ingressos virtuais Pessoal a Blizzcon ta vindo ai e eu quero saber direitinho como é o negocio do Ingresso virtual! Quando eu comprar vou ter direito de do meu pc aqui em casa assistir tudo que rola na blizzcon? Como esses youtubers q gravam a BGS? E eu vou receber meu codigo de itens no game (Brinde) pelo meu e-mail ou a conta que meu e-mail possuir ja ganha os itens? Respondam por favor eu preciso de ajuda sobre issoLowplane1 7 ago 2015
6 ago 2015 CASTELOS DE GUILD Á meses venho percebendo a falta de importância de ter uma guild. E a falta de senso de grupo de alguns jogadores. Por exemplo: a troca de guild não zera mais a reputação do individuo. Guild não tem mais level, patentes de guild são dadas por lideres de maneira altruísta sem muitas vezes sem demérito do jogador. Por isso passou a ser considerada só uma maneira de ressuscitar a raid. Nada mais que isso... Não á mais competitividade entre as guild, a não ser em fóruns externos de jogadores. Por isso é tão difícil saber em que ranque no servidor alguém esta, e muito menos o ranque de guild. Não a mais competitividade entre os jogadores e muito menos entre as guild. Semana passada vi 5 jogadores sair da guild em que estou, e jogo já a 8 meses na guild. E nunca vi se quer um deles falar alguma coisa no chat ou pedir informação ou coisa parecida, de certa forma não e exigir que o jogador seja útil para a guild. Ou fale com qualquer um da guild, a pessoas que não gostão de contato. Mas não e este o problema. O fato e que a saída destes jogadores não teve efeito nenhum, eram apenas fantasmas que não acrescenta em nada só em numero. Minha ideia e esta em uma próxima expansão. Dar a todas as guild um castelo em que tenha quadro de missões. Onde jogadores poção pegar missões em grupo ou solo para matar um boss especifico de raid ou ganhar um cb em nome da guild. Contando pontos para guild e para eles mesmos para adquirir uma patente mais alta na guild. Revitalizar o sistema de parcela de guild onde uma pequena parte do gold das missões vá para a guild. Mas que os lideres não poção retirar o gold para outros fins a não ser a compra de lojas para a guild e itens de estéticas para o castelo. Colocar estes castelos em uma cidade. [cada jogador já tem sua própria guarnição e fazenda feliz, um castelo de guild será bem mais fácil fazer]. Que nesta cidade tenha um placar onde as 20 melhores guilds do servidor estejam escritas nele, e que atualize diariamente as pontuações. E em frente ou próximo para quem quiser resolver algum perrengue. Uma arena para que jogadores poção duelar sem restrições de 1 a 5 jogadores da mesma guild x guild onde todos posam ver quem perdeu ou ganhou o duelo de guild. Acho que jogadores com este tipo de sistema, terão motivos pra jogar mais com os companheiros de guild. E se não quiser que faça por ele mesmo, cumpra missões solo em nome da guild que pertença e deiche de ser um fantasma um numero a mais na guild. E caso queira sair da guild sua patente sera retira e ele terá de começar tudo de novo em outra guild. Lideres poderão so dar o titulo de conselheiro de guild, patente só por meio de missões em nome da guild. As missões poderia dar ouro, itens de níveis variados para uso ou cosméticos ajudantes de Hunter e mascotes diferentes, ações diferentes estéticas ou brinquedos, montarias armaduras com os símbolos da guild. Uma nova montaria claro com uma armadura com a cor da guild. [nosso leão e lindo mas já esta batido] :( Poderiam também colocar sistemas de escolha de cores para a armadura da guild novas missões e claro títulos de patente de guild. Escolher a cor dos castelos da guild. fica ai aideia desculpa os errinho s tenho preguissa de corrigir tudo...Roha3 6 ago 2015
5 ago 2015 Ingressos da Blizzcon 2015 Forma de pagamento Eu to vendo aqui o site que vende os ingressos virtuais mas a categoria de Ingresso virtual não está habilitada (Não dá para clicar) http://us.battle.net/blizzcon/pt/ Qual é o motivo disso? Os ingressos virtuais já acabaram? Serio isso? Estou facinado no murloc que daram esse ano que é um Murloc+Grommash mas é realmente possivel que os ingressos ja tenham acabado? por que o evento será no começo de novembro e é realmente ridiculo acabar tão rapido assim...Lowplane0 5 ago 2015
5 ago 2015 Guilda RP : A Armada Descrição da Guilda: Como se unir: Falar com qualquer membro para entrar em OOC e receber /ginvite, depois deve se comunicar em off com lideres ou pessoas com cargos acima de exército para poder ter um evento de inicialização adequado para a classe e nível . Contato com o líder: Saalok#1256 ou falar com Leeláh-Goldrinn ingame. Objetivos: Criar um mundo melhor para as pessoas diferentes, não se importando com sua raça, classe ou facção. Também como objetivo queremos aprimorar nosso poder, ganhar glória e riquezas pelos nossos atos. Postos: *Líder-Comandante: O líder do exército, comanda todas as tropas, cria eventos e inicializa novos membros, responsável por manter o grupo sem brigas, impõe as regras e é responsável por cumpri-las, sua voz é altamente importante e não deve ser ignorada. *Regente- Em resumo faz as mesmas coisas que o líder e é responsável por assumir seu posto caso o líder tenha que se ausentar, tem mesmos poderes. *Alto Conselho: Responsáveis por sugerir eventos, encontrar pessoas para o fortalecimento do grupo, verificar se membros recrutas são uteis e zelar pelo bem do grupo. *Recrutador- Como o nome diz este cargo é exclusivamente para a(s) pessoa(s) que vão recrutar novos membros , fazer sua inicialização e verificar se são dignos de entrar no grupo.(Atuais: Cargo não preenchido) *Exército: Membros do grupo que servem exclusivamente para batalhar em nome do sangue e honra da Armada, responsáveis por lutar e responder caso forem convocados em guerras. *Iniciante: Membros que já foram aceitos, foram considerados dignos mas são novos no grupo, após cinco eventos OU uma semana de tempo (em off) na guilda são considerados dignos e confiáveis o suficiente para serem do exército. *Recruta: Membro(s) novos que ainda estão em fase de observação e não cumpriram um desafio adequado para serem considerados dignos de entrar na Armada. *Neutro: Qualquer pessoa fora do grupo e sem importancia para ele. Informações Adicionais: -Capital do grupo: Templo de Sha'nar -Montaria da facção: Dracos do crepúsculo Grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1682362971986920/?fref=nf História: Em um mundo de guerra nem todos são bem aceitos, alguns aceitam o preconceito e vivem entre os que os fazem , evitando essas pessoas que fazem ele , outras tomam iniciativas, Leelah tomou uma, juntou dois heróis de mais alto poder e confiança dela e então começou a avançar com investidas secretas com eles, Thilidor e Ravena são seus nomes, junto os três derrotaram criaturas de poder incompreensível e aprimoraram seus poderes usando a energia das criaturas mortas, reforjados e com grande força foram liderados por Leelah para tomar a decisão que mudaria suas alianças e facções para sempre. Quebrando com a Aliança , Leelah com seu exército de mortos vivos recentemente ressuscitados tomou o Templo de Sha'nar na Península Fogo do Inferno, lá eles montaram uma base e abrigaram os degradados do local, com força grande eles formara uma terceira facção, formada por mortos-vivos, degradados, dracos do crepúsculo e outros, mas juntos eles praticam a justiça pelo seu próprio ponto de vista, mesmo nas sombras eles ajudam os que precisam de algum lar e são úteis. A Armada possui acordos de paz com a Aliança e a Horda, respeitando ambas facções mas deixando claro que em seu território em Sha'nar não será disputa entre as facções.Leeláh2 5 ago 2015