Porque a Sylvana queimou a árvore?

Geral
Eu não acompanhei a história do jogo no fim do Legion e início do bfa. Mas eu lembro que quando eu tinha parado, as quests de Argus seguiam para Silithus. Mas eu não entendi porque a Sylvana botou fogo em Teldrassil e nem como começou isso, já que antes tanto a Horda quanto a Aliança estavam combatendo a Legião Ardente.

Se alguém tiver um link de algo ai que possa esclarecer esse dúvida agradeço também.
Pq ela quis
Pq precisavam que alguém fizesse alguma cagada pra iniciar o conflito dessa expansão
Depois da derrota da Legião, a Syl começou a matutar na cabeça dela que a Horda ficou muito debilitada com a luta, e acreditou que em alguns anos a Ally iria tomar frente em uma guerra e devastar a Horda. Então, ela convenceu o Saurfang que eles precisavam adquirir o máximo de Azerita possível, pois ela acreditava que esse minério seria o fator decisivo nas guerras futuras contra a Ally.

Ela inicialmente elabora um plano e engana a Ally, fazendo a Costa Negra ficar sem métodos de defesas e corta suas comunicações. Iniciando assim um ataque por toda costa dos Kal'doreis.

Acontecimentos ocorrem, e no meu da luta, ela enfreta o Malfurion, onde o mesmo começa a vencer-la, mas o Saurfang em um ato convarde (ele mesmo reconhece) acaba acertando um golpe no elfo e o mesmo cai em batalha. Syl entao os deixa, ordenando que o orc acabasse com a vida dele e voltasse para a batalha. Mas o orc não consegue, e chega a Tyrande e o salva e poupa a vida do Saurfang.

No final, as defesas da Costa Negra caiem e eles estão prontos para entrar na arvore, e a Syl descobre que o orc não finalizou o Malfurion, e então ordena que queimassem a arvore, pois secretamente, o plano dela nao era tomar a Teldrassil como ponto estratégico, e sim matar o Malfurion e/ou a Tyrande, pois ela queria machucar a moral da Ally, se ela apenas tomasse a arvore como refém, não abalaria as alianças dos Elfos Noturno com o rei, mas se ela queimasse, ela acreditava que eles em pouco tempo poderiam até se desfazer da aliança, uma vez que os elfos iriam querer a vingança e o jovem rei não conseguiria administrar todas as ações.

Isso explica o por que do Saurfang estar tão bolado com ela, pois ele foi usado, e cometeu duas vezes ações desonradas.

Tentei resumir o máximo possível, recomendo que lei os livros lançados, tanto da Horda como da Ally. Mas é mais ou menos isso que ocorre.

Enfim, eu até entendo a Syl, ela realmente achou que abalaria a moral da Ally, e de certo modo, no path 8.1, veremos a Tyrande confrontando o rei, querendo sua vingança e ele dizendo ser impossível começar uma campanha para Costa Negra, pois todos os soldados já estão em fronts diversos. Mas, eu ainda acredito que desde a elaboração do ataque à arvore, ela já estava em influencia de algum ser mais poderoso. Esse tipo de planos, com personagem controlados mentalmente e bem típico dos Old Gods, eles sempre inciam seus planos controlando alguém, vide o Yogg-Saron corrompendo o deus Loki.
A principio a ideia é bem simplista, ela queria que a horda dominasse Kalindor e a fonte de azerita.
.
confesso que esperava que BFA fosse se desenrolar mais em kalindor e nos reinos do leste, quem sabe passar por nortundria e Pandaria, meio que uma volta as origens.
Depois da derrota da Legião, a Syl começou a matudar na cabeça dela que a Horda ficou muito debilitada com a luta, e acreditou que em alguns anos a Ally iria tomar frente em uma guerra e devastar a Horda. Então, ela convenceu o Saurfang que eles precisavam adquirir o máximo de Azerita possivel, pois ela acreditava que esse minério seria o fator desicivo nas guerras futuras contra a Ally.

Ela inicialmente elabora um plano e engana a Ally, fazendo a Costa Negra ficar sem métodos de defesas e corta suas comunicações. Inciando assim um ataque por toda costa dos Kal'doreis.

Acontecimentos ocorrem, e no meu da luta, ela enfreta o Malfurion, onde o mesmo começa a vencer-la, mas o Saurfang em um ato convarde (ele mesmo reconhece) acaba acertando um golpe no elfo e o mesmo cai em batalha. Syl entao os deixa ordenando que o orc acabasse com a vida dele e voltasse para a batalha. Mas o orc nao consegue, e chega a Tyrande e o salva e poupa a vida do Saurfang.

No final, as defesas da Costa Negra caiem e eles estão prontos para entrar na arvore, e a Syl descobre que o orc não finalizou o Malfurion, e então ordena que queimassem a arvore, pois secretamente, o plano dela nao era tomar a Teldrassil como ponto estratégico, e sim matar o Malfurion e/ou a Tyrande, pois ela queria machucar a moral da Ally, se ela apenas tomasse a arvore como refém, não abalaria as alianças dos Elfos Noturno com o rei, mas se ela queimasse, ela acreditava que eles em pouco tempo poderiam até se desfazer da aliança, uma vez que os elfos iriam querer a vingança e o jovem rei não conseguiria administrar todas as ações.

Isso explica o por que do Saurfang estar tão bolado com ela, pois ele foi usado, e cometeu duas vezes ações desonradas.

Tentei resumir o máximo possível, recomendo que lei os livros lançados, tanto da Horda como da Ally. Mas é mais ou menos isso que ocorre.


Tudo certo o que ele disse.
Resumindo, ela taco fogo pra manda um overkill pra cima da aliança e eles ficarem doidim pra retaliar e ela regaçar com o resto lá em undercity.
11/11/2018 12:04Citação de Feriado
confesso que esperava que BFA fosse se desenrolar mais em kalindor e nos reinos do leste, quem sabe passar por nortundria e Pandaria, meio que uma volta as origens.


Sim, bem que eu esperava isso. A Horda e a Aliança tentando dominar pontos estratégicos da inocente Pandária, da congelante Nortúndria, da calorenta Kalimdor e da determinada Reinos do Leste. Séria muito interessante retomamos a lugares abandonados pela batalha por Azeroth... Bom, a expansão não acabou ainda, quem sabe né...
11/11/2018 12:17Citação de Tósh
Sim, bem que eu esperava isso. A Horda e a Aliança tentando dominar pontos estratégicos da inocente Pandária, da congelante Nortúndria, da calorenta Kalimdor e da determinada Reinos do Leste. Séria muito interessante retomamos a lugares abandonados pela batalha por Azeroth... Bom, a expansão não acabou ainda, quem sabe né...


Eu acho que pode ter isso em uma futura expansão. Pois a horda e a aliança não ganharam raças do mesmo continente até agora.
Ela queimou porque deu birra ao ouvir a night elf falando umas verdades pra ela. O plano era tomar teldrassil pra aliança não poder enviar Azerita de kalimdor pra reinos do leste, mas quando ficou putinha com o que a night elf disse, ela resolveu deixar toda a estratégia de lado e queimou a árvore de birra... Isso é o morally grey dos escritores atuais do wow... Birra
pq ela é badass malvadona hahah do jeito q os fans dela gostam
11/11/2018 12:04Citação de Feriado
A principio a ideia é bem simplista, ela queria que a horda dominasse Kalindor e a fonte de azerita.
.
confesso que esperava que BFA fosse se desenrolar mais em kalindor e nos reinos do leste, quem sabe passar por nortundria e Pandaria, meio que uma volta as origens.


Isso tá acontecendo não com ações e sim nas diárias da mesa dos navios... Só que é sacal ficar lendo todas, enfim... O que era pra ser mostrando realmente com cutscenes e vc indo até o local com o mapa modificado, tá rolando quase despercebido por texto... O que no meu ver é ruim e ficou evidente com a sua crítica!
Um local inflamável cheio de elfos, por que alguém não colocaria fogo?
Tem também o fato que ela comenta de suspeitar um grande numero de azerita nas raízes da arvore...
Ela colocou fogo porque foi desafiada pela capitã dos elfos noturnos. Então para ter o deleite de ver a mesma sem esperanças, queima a ***** da arvorezinha e com satisfação mostra para a capitã.

E mais delicioso é ver depois esta mesma capitã revivida e se rebelando contra os elfinhos guti guti da madeira queimada, Tel_queimada_drassil.
Sylvannas é uma lich queen de tpm em estado de formação...

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum