Guildas RP

Recrutamento de Guildas
1 2 3 8 Próxima
Devido à dificuldade de encontrar guildas RP eu resolvi criar esse tópico para unir todas em um só lugar onde os interessados nessa modalidade de jogo possam encontrar uma guilda para ingressar. A proposta é a seguinte:

O Líder da guilda ou algum representante irá postar as informações a respeito de sua guilda seguindo o modelo abaixo.

[NOME DA GUILDA]
Reino: ---
Facção: ---
História: ---
Contatos: ---
Informações adicionais: ---
Data da ultima atualização: ---

Eu peço que seja feito apenas um post de cada guilda, seguindo esse modelo e que ninguém mais poste no tópico. Isso para que a informação seja clara e fácilmente vista, caso tenha alguma duvida a respeito de alguma das guildas você pode entrar em contato pelos meios fornecidos pela guilda. Além disso a pessoa que fizer o post deve frequentemente editar o seu post mudando a "data da ultima atualização", para que as pessoas saibam que a guilda ainda está ativa.

Se alguém tiver interesse, mas não sabe como jogar RP, tem um guia no seguinte tópico: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/4175422035

Caso queira encontrar outras pessoas interessadas em jogar RP sem precisar sair da sua guilda atual eu sugiro que você de uma olhada no seguinte tópico: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/6606901176

E por ultimo, caso tenha alguma duvida quanto à história você pode ler o resumo completo e atualizado que eu estou escrevendo no seguinte tópico: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/6489930571

E se ainda estiver com alguma duvida, sinta-se a vontade para perguntar no Pergunte ao Boi: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/4496519657
Bandoleiros
Reino: Tol'Barad
Facção: Horda
História: Os Bandoleiros foram inicialmente criados pelo orc sem clã Gran apos a sua saída das fileiras do exercito da Horda. Originalmente a guilda atuava como um grupo de mercenários sem lealdade a nada nem ninguém, trabalhando para quem quer que pagasse melhor. Mas depois da saída do fundador original o discípulo do Historiador Panon, Gren’Jin assumiu a liderança da organização, e agora os Bandoleiros atuam como uma força tarefa de elite dentro da Horda, lutando pelos interesses da facção.
Contatos: Grenjin, Krazzilick, Aniere, Urgathoa, Alquior, Zulkis, Evangellion.
Informações adicionais: A guilda é casual e faz eventos RP nos finais de semana (sem horario marcado). Caso alguém tenha alguma dúvida pode entrar em contato comigo pelo meu e-mail (panonstormcrow@hotmail.com).
Data da ultima atualização: 01/05/2013
A Corja
Reino: Tol'Barad
Facção: Aliança
História: A Corja é formada por todo tipo de individuos indesejados na sociedade. Bruxos, Cavaleiros da Morte, agentes da AVIN queimados, paladinos expulsos da Ordem, ex-detentos do Carcere, membros da Defias, ladrões procurados... Os Membros fundadores se reuniram sob a liderança do Cão Maior Haroldo Ferro Negro, mais conhecido como "Ferro Negrão", e fizeram um juramento de defender a Aliança, mesmo que está tenha voltado as suas costas a eles. Considerados uma escória, eles resolveram adotar o nome Corja para sua sociedade secreta.
Contatos: Ferronegrão e Fenharel
Informações adicionais: Uma guilda casual buscando players interessados em RP para poder começar a realizar eventos!
Data da ultima atualização: 01/05/2013
Cruzada Sangrenta

Reino: Tol'Barad
Facção: Horda

História: Com o fim de Kael'thas Sunstrider, os cavaleiros sangrentos cumpriram sua missão, entretanto, com Quel'thalas ainda desprotegida, alguns desses cavaleiros migraram de Shattrath até Silvermoon para poder reforçar as defesas da cidade enquanto é reconstruída, o nome Cruzada Sangrenta, foi dado em honra ao nome da raça de seu lider.
Poucos cavaleiros sangrentos abandonaram Liadrin e se uniram a causa da Cruzada, e esses poucos que abandonaram seus postos, resolveram abrir as portas do que na época era apenas um pequeno batalhão de soldados, para algumas raças da horda com as quais eles simpatizavam.
Hoje em dia a Cruzada encontra-se em conflito com os interesses da horda e as decisões do Chefe Guerreiro Garrosh Grito Infernal, e por isso acabou se afastando das capitais da horda, sendo abrigada pelos seus mais novos aliados, a Cruzada Argentea, na cidade de Amparo, que se situa nas terras pestilentas ocidentais.
Não se sabe qual o objetivo da cruzada em especifico, mas o lider afirma "as forças da cruzada serão necessárias para a proteção Quel'Thalas,e por isso estamos aqui."

Contato: Gilgamësh, Áries, Anatoole, Aziël.

Informações adicionais: Uma guilda com fogo em PVE e em RP, também praticamos o PVP porém não fazemos BGs com frequência.

Data da ultima atualização: 11/10/2012
Ordem da Lua Crescente
Reino: Goldrinn
Facção: Aliança

História:
A base da História (Lore) e do RP da Guilda tem origem em alguns Guardiões (Wardens), Vigilantes (Watchers) e Sentinelas dos Kaldoreis (Night Elfs), que após a destruição causada pela invasão da Legião Flamejante e a destruição da Nordrassil (Warcraft3) fazem um acordo que visa a proteção de Azeroth de qualquer ameaça interna ou externa. Esse acordo da origem à uma Ordem que se manteve em segredo, agindo discretamente, até o Despertar do Asa da Morte, momento no qual os Silldralyns (nome dados aos membros da Ordem) decidiram sair do anonimato e abrir suas fileiras para outros povos além dos Kaldorei.

“Silldralyns” e “Ordem da Lua Crescente”, são nomes adotados pela ordem em homenagem à sua primeira Líder, a Warden Silldralyn Lua-Crescente (personagem não existe na história do wow, é somente parte do lore da guilda)… a Lua-Crescente além de ser o sobrenome dessa warden também trata-se de uma metáfora da luz da Lua cravando suas garras na Escuridão.

Contatos: Alistrel e Iniari (Além disso, você pode entrar no nosso grupo de recrutamento na battle net: https://blizzard.com/invite/yZW0pZMuR7W )

Informações adicionais: Maiores informações sobre a guilda: https://us.battle.net/forums/pt/wow/topic/20767336634

Atualmente a Guilda passou por algumas mudanças em ON... Alistrel, a antiga Líder da Ordem faleceu após uma intensa campanha na qual enfrentamos um poderoso grupo inimigo. A Ordem ficou desativada por um tempo e agora está sendo reorganizada por Silf, Filha de Alistrel que quer retomar os valores Kaldoreis presentes na base da Ordem


  • Data da ultima atualização: 03/08/2018
  • Leões de Azeroth
    Reino: Gallywix
    Facção: Aliança
    História: Um grupo de aventureiros que se mete em toda sorte de aventuras apenas pela emoção de fazê-lo, pelos tesouros a conquistar e em como auxiliar os povos da Aliança - e de quem mais precisar.
    Contatos: Abdel, Heraclius ou Doomforge
    Informações adicionais: Temos interesse em todas as modalidades de jogo (Missões, Masmorras, Raides, JxJ e Interpretação). Sempre damos um foco interpretativo e na lore do jogo nestas atividades e todo e qualquer jogador que tenha essa mesma disposição, a de conhecer a lore do jogo, é muito bem vindo.
    Data da ultima atualização: 24/09/2012
    Scarlet Crusade

    Reino: Nêmesis
    Facção: Aliança / Scarlet Crusade

    --

    História (resumida):

    Em uma incursão em Naxxramas, na época que esta atacava a Terra das Pragas Orientais, um grupo de Cruzados Escarlates liderados pelo ex-Cavaleiro do Punho de Prata Aurius derrotam os quatro cavaleiros da morte: Zeliek , Mograine, Blaumeux e Korth'azz, e após libertar o espirito de Alexandros Mograine este entrega a sua espada corrompida¹, ao cavaleiro Aurius lhe informando que os sussuros da espada guiariam o paladino ao seu verdadeiro destino.

    Seguindo as vozes da espada, Aurius e o seu grupo, descobrem a corrupção dentro da Crusada Escarlate, passando a lutar pelo controle da Ordem com o intuíto de restitui-la aos seus nobres propósitos, a qualquer custo.

    Compreendendo que a nova Crusada Escarlate não poderia ficar isolada, o Alto Comando decide por recrutar todas raças e classes, desde que não sejam alinhadas com Sylvannas e a Horda, para assim erradicar o Flagelo e reconquistar Lordaeron.

    --

    Informações Adicionais: A Scarlet Crusade é uma guilda pequena e seleta; tem suas atividades voltadas para o RP, PVE e principalmente o PVP (realizamos BG com muita frenquencia e algumas invasões a cidades e vilas da horda). O Roleplay foi embrionário na criação da guilda, entretanto hoje acontece esporadicamente.

    Contatos: Aqueles que, independente de nível, desejem ingressar nos quadros da Scarlet Crusade deverão procurar os oficiais responsáveis pelo recrutamento: Aurius, Purity, Pury, Purityknight, Jackholy, Daennerys, Tindo, Tabris, Gasa e Affrodite.

    Banner de recrutamento: http://imageshack.us/f/259/scarletart02bcopy1.jpg/
    Link do fórum para recrutamento: http://us.battle.net/wow/pt/forum/topic/4079877471
    Informações para Lore: http://www.wowwiki.com/Scarlet_Crusade
    Grupo do Facebook: http://www.facebook.com/groups/106895019421503/

    Data da ultima atualização: 26/09/2012
    Adicionei o pessoal da Ordem da Lua Crescente pra entrar em contato com vocês! tenho bastante interesse em criar uma char Alt para fazer RP, nunca tive essa experiencia mais sempre tive vontade.

    Tem espaço pra uma humana ladina que é orfã desde pequena, cresceu nas ruas de SW, possui um ódio mortal por orcs dos quais os mesmos assassinaram seus pais e hoje quer a todo custo defender aqueles que passam pela mesma situação que ela, não é facil de fazer amizades e confiar em alguém, mais se alguém conseguir sua confiança a mesma será leal para o resto da vida. apesar da sua aparência de durona no fundo possui um coração mole, e seu desejo de vingança contra os orcs e a proteção da aliança principalmente de SW flui em suas veias!
    [Death Legion]

    Reino: Goldrinn

    Facção: Horda

    História: "A Legião da Morte era uma ordem tão antiga quanto a existência dos mortais. Seus poderes foram concedidos pelos Titãs em comunhão com os aspectos e sua ordem tem sido mantida em segredo pela família Von Roschmann desde tempos imemoriáveis. Sua função em Azeroth era prevenir a busca pela imortalidade, que desviaria as nações do caminho originalmente proposto. Para isso, uma dama sempre nasceria com o Toque Final, uma habilidade capaz de aniquilar vilas inteiras e dizimar toda a vida existente em um local. Essa dama deveria se casar com o líder da Legião, e perpetrar a morte em qualquer povo que ousasse interferir com a ordem da vida."

    Contatos: Siegrfried [TheImmortal#1193]

    Informações adicionais: A Guilda está em processo de reconstrução! Estamos selecionando novos players, com gosto pelo RP e pelo desenvolvimento PVE do jogo. Nosso Gchat não é poluído, e damos margem à interpretação no mesmo, conversas informais realizamos pelo Raid Call.

    Desenvolvemos nossa própria Lore no Blog da Guild.

    Data da ultima atualização: 18/10/2012
    <RP Aliança> e <RP Horda>Guildas de RP no servidor @Goldrinn, abrangendo ambas as facções, e buscando integrar interessados em RP de todos os gostos (e portanto, não há requisitos em lore, raça, classe ou experiência). Participe!
    Contato:E-mail: rpnowow@gmail.com
    Raidcall: 5868730
    Portal: rpnowow.wowlaunch.com
    Contato dentro do jogo:
    Aliança
    : Gorwal (Itomon#1428)
    Horda: Regthar (Shukkan#1847)
    História:Este ponto é livre. Os membros são encorajados a criar seus próprios motivos para envolver os colegas em RP, que vão desde bebedeiras na taverna até exploração de masmorras, de gincanas até grupos para RGB. Se você quiser criar uma guilda só de gnomos ladinos, você pode! A imaginação é o limite!

    Outras regras de conduta e especificidades devem ser elaborados e administrados pelos próprios participantes na hora em que forem jogar, com amplo amparo da gestão da Guilda e dos outos companheiros que estiverem comprometidos com a prática.
    Outras Informações:As Guildas <RP Aliança> e <RP Horda> estão intimamente ligadas ao Projeto RPnoWoW em busca de promover RP nos servidores brasileiros de maneira clara, convidativa e cooperativa. Venha fazer parte! Quanto mais unidos estivermos, mais força cada um de nós ganha.

    O que a <RP Aliança> / <RP Horda> faz é:
    funcionar como servidor RP emulado:
    onde cada integrante pode experimentar o RP no nível que desejar: RP Leve, Médio ou Denso, sem deixar de reconhecer os diferentes estilos
    um ponto de encontro de jogadores de RP:
    construindo um espaço-identidade para o RP brasileiro, favorecendo a divulgação de eventos e a formação de grupos e contatos RP
    um mérito de todos os envolvidos:
    evocando o respeito e o companheirismo em prol do RP, mostramos que somos capazes quando atuamos juntos de forma saudável

    - O que a <RP Aliança> / <RP Horda> NÃO é e nunca será:
    uma guilda em busca de perks, gold, achievs, etc.:
    com uma gestão livre de represálias, colaborativa e transparente cuja manutenção é feita por todos
    uma padronização do modo de se praticar RP:
    cada um escolhe o nível de imersão e elaboração de sua prática RP, cabendo ao grupo determinar seus limites durante a própria atividade
    uma ameaça a outras guildas RP:
    a intenção é colaborar com todo mundo para promover o RP, respeitando as diferenças e inspirando novas ideias
    Assim, convidamos todos os jogadores RP para que mantenham contato conosco e prestigiem atividades dentro, fora e inter-guilda (inter-reino, e inter-facção também), estendendo o espírito de companheirismo para além da atividade entre amigos e para todos os servidores brasileiros!
    Data da ultima atualização: 10/09/2014
    Somos 6 na guilda e chegados num RP casual. Se vir a ter: mavisaries#1153
    Ferronegrão e Magnánimus aqui


    A fim de protestar a inexistência de um servidor RP no Brasil, gostaria de sugerir o evento RP: Satyagraha do RP no Brasil = Marcha virtual pela criação de um Servidor RP.

    O evento seria uma "passeata" virtual onde deveríamos logar com um personagem e caminhar pelo cenário (NumLock off), protestando. A gente tira uns prints e envia para a Blizzard.

    Com os Cross Realm, dá para fazer um barulhão (juntar muita gente interessada) sem ter que sair de guilda ou de reino. Só precisaremos de uma boa data e hora.

    Por isso, solicito aos líderes de guildas RP que se manifestem a favor, organizando suas próprias guildas em busca de uma data adequada.


    Sinceramente, camarada, protesto é uma pésima ideia. Motivos:

    - Protesto é coisa séria. Eu já participei de protestos na vida real por motivos que realmente são necessários, já tomei borrachada da polícia, e sei do que estou falando.

    - Pra se fazer um protesto, é preciso antes de qualquer coisa ter uma causa justa. E partindo do princípio de que a Blizz não é obrigada a nos dar um servidor RP, protestar por causa disso está longe de ser justo.

    - Só se parte para um protesto quando outras alternativas, como o diálogo por exemplo, se esgotam. Neste caso, em nenhum momento a Blizzard disse que nunca vai fazer, portanto a possibilidade de diálogo ainda existe.

    - Não é um protesto que vai convencer a Blizz de que queremos e podemos ter um servidor RP. Se quisermos isso, o que a gente tem que fazer é continuar praticando e divulgando o RP.

    No mais, voltando ao assunto, guildas de RP de todos os servidores façam o favor de se manifestarem. Dessa forma, poderemos nos unir mais.
    To a procura de uma (desesperado)
    Cavaleiros Prateados

    - Reino: Gallywix
    - Facção: Aliança
    - Contatos: Alyane ou Battle Tag Said#1266


    - História: A história dos Cavaleiros Prateados se passa logo após alguns acontecimentos em Pandaria, quando a líder, Alyane, retorna para os Reinos do Leste e resolve fundar sua ordem de cavaleiros seguindo preceitos que lhe foram ensinados em sua jornada. A ordem dos Cavaleiros Prateados abriga a todas as raças e classes que gostariam de lutar por contra própria pelos seus objetivos, prezando o uso da diplomacia e o uso da não-violência quando lhes for cabível. Os Cavaleiros Prateados assumem um compromisso seguindo o pensamento de que guerra nunca levará a lugar algum senão perdas para qualquer um dos lados. Os Cavaleiros constituem um grupo meio-pacifista mas que lutam quando necessário.

    - Informações adicionais: Guilda focada principalmente em Interpretação, mas dando abertura para todos os outros aspectos do jogo. A Guilda não permite Bruxos. Cavaleiros da Morte só são aceitos em exceções.

    - Data da ultima atualização: 28/10/2012
    Sinceramente, camarada, protesto é uma pésima ideia. Motivos:

    - Protesto é coisa séria. Eu já participei de protestos na vida real por motivos que realmente são necessários, já tomei borrachada da polícia, e sei do que estou falando.

    Obrigado por pegar uma das palavras que utilizei para o "evento RP" e torná-lo algo inviável, repugnante até. Pesquise no google a palavra "Satyagraha" e se pergunte porquê a utilizei.

    24/10/2012 12:56Citação de Artedaguerra
    - Pra se fazer um protesto, é preciso antes de qualquer coisa ter uma causa justa. E partindo do princípio de que a Blizz não é obrigada a nos dar um servidor RP, protestar por causa disso está longe de ser justo.
    Considerar protestos injustos é a máxima da alienação, ou o mínimo do comodismo. Ninguém disse que o "protesto" acima mencionado tinha um embasamento "justo" para ser motivado - embora eu já justifiquei meu ponto de vista sobre a "injustiça" de não haver Servidor RP. Não é injustiça com os jogadores RP, mas com os jogadores PVP/PVE que tem que nos "aturar" em seus servidores cuja proposta é outra (é apenas outra forma de ver, mas no fundo, estamos todos no mesmo barco e, ao mesmo tempo, buscando experiências distintas. Divirta-se tentando achar a "justiça" no meio disso tudo).

    24/10/2012 12:56Citação de Artedaguerra
    - Só se parte para um protesto quando outras alternativas, como o diálogo por exemplo, se esgotam. Neste caso, em nenhum momento a Blizzard disse que nunca vai fazer, portanto a possibilidade de diálogo ainda existe.
    O diálogo ocorreu e sua última conclusão foi: "A Blizzard não vê viabilidade na criação do Servidor RP porque a 'demanda' é pequena demais para justificar a criação do mesmo". O "protesto" desejava por em cheque este argumento, e convidar a todos à reflexão de que, se atualmente os jogadores não apresentam números favoráveis, por outro lado muitos jogadores que desejam o RP e ficaram decepcionados com a posição acima abandonaram o jogo e eu sou prova concreta, se a Blizzard olhar meu histórico, desde que comprei o jogo (com o cataclysm + 3 meses gratuitos, quando os servers no brasil estavam nascendo) eu nunca adquiri mais tempo de jogo, exclusivamente proque minha diversão no jogo estava limitada por ausência de RP.

    24/10/2012 12:56Citação de Artedaguerra
    - Não é um protesto que vai convencer a Blizz de que queremos e podemos ter um servidor RP. Se quisermos isso, o que a gente tem que fazer é continuar praticando e divulgando o RP.
    Obrigado mais uma vez a reduzir o sugerido "evento RP" a algo quase anárquico. O que concebi com a ideia da marcha era apenas mais um evento RP, capaz de mobilizar jogadores RP de todos os servidores em prol de um servidor próprio. O que não pretendia "convencer" ninguém, apenas praticar o RP e divulgá-lo com mais um evento.

    Aliás, aqui cabe um adendo: muitas vezes vejo essa disparidade entre Jogador e Personagem quando se encara o RP. Independente da seriedade do RPlayer, ele ainda é um Player antes de mais nada. Não vejo motivos para que um Evento RP não possa pleitear algo "concreto aos Jogadores" (no caso, um servidor). Isso é um paralelo aos próprios eventos do Servidor, que fazem alusão a feriados reais (como este atualmente ocorrendo em função do "dia das bruxas").

    continua:
    24/10/2012 12:56Citação de Artedaguerra
    No mais, voltando ao assunto, guildas de RP de todos os servidores façam o favor de se manifestarem. Dessa forma, poderemos nos unir mais.
    Essa "unicidade" muito me interessa. Tenho rastejado aqui no fórum e dentro do jogo, em busca de jogadores com quem possa interagir com RP e, assim, divertir-me ainda mais com o jogo, da maneira que me interessa. Entrei, inclusive, para uma grande guilda RP. No entanto, a despeito de meus esforços, muitas coisas ainda me mantém "isolado" do RP no BR, com ou sem servidor próprio.

    Primeiro, a questão dos níveis: não dá para "upar" com os membros da minha guilda, porque os poucos que estão em nível próximo ao meu estão apenas de passagem (ou seja, upando desesperadamente para chegar no lvl 85).

    Segundo, a questão dos horários: meu expediente de trabalho é bastante incomum (14h - 23:30h) o que tem restringido ainda mais os contatos na Guilda (e no jogo, de modo geral).

    Ainda, a questão das afinidades: eu sou um jogador de RP casual, o que muitas vezes não satisfaz a organização da Guilda e acaba me deixando em uma posição desconfortável: ou eu me adapto às regras da Guilda, face às poucas opções de RP, ou eu prejudico a Guilda já existente por causa de meus caprichos particulares.

    No mais, ninguém precisa me "satisfazer", mas também não acho justo me impedir de "protestar". Eu ainda tenho a possibilidade de simplesmente deixar o jogo que me diverte parcialmente, mas não tenho a opção de jogá-lo ocasionalmente devido à assinatura mensal. Portanto, eu desejo SIM protestar, reclamar, opinar, solicitar, implorar... até que eu me encontre no jogo como parte dele - ou que ele, o jogo, deixe de fazer parte de minha vida (a do Jogador, não a do Gorwal).

    Atenciosamente,
    Gustavo Ito (que nunca participou de um protesto virtual, mas que certamente o julga bastante pacífico
    Acho que o colega ali levou muito a serio a palavra protesto, ate porque convenhamos nao eh exatamente um protesto mas um pedido ne? De toda forma. Estamos tentando centralizar o pessoal no Gallywix ja q o server nao tem tanta gente e precisa de uma força mesmo.

    Quem quiser me contacter no meu servidor de origem (espero que possa migrar brevemente) ai vai.

    Hero of the Horde
    Realm: Wyrmrest Accord

    Abcs

    Junte-se à conversa

    Voltar ao fórum