O ladino é muito apelão mesmo!

Geral
Primeiro de tudo, o ladino fica invisel e pode nos deichar tonto continuando invisivel, é quase impossivel causar dano em um ladino, pois ele te deicha tonto o tempo todo, e isso é muito mau.

Acho que a bizzard deveria diminuir um pouco o poder dos ladinos.

Quem ja foi atacado por um ladino pelas costas sabe do que eu falo, não importa a classe, é quase impossivel matalo.
DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR

Parei de ler ai ^
Players rindo de você em 3... 2... 1...

DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR DEICHAR

Parei de ler ai ^

Também! HuehAUHEUAheuaHEUaheuAHEUaheuhaEUHauehAUEHAuehuAE!!!

Detalhe que foi mais de uma vez! xD

é quase impossivel matalo.

Verdade... é quase impossível mesmo né! =/

é quase impossivel matalo.

Ladino pra você é impossível matar, mais o Português Nem tanto, Lol.
Ah eu concordo. Realmente os Ladinos estão muito OP desde que chegou o MoP. Eu acho que a Blizzard deveria buffar as demais classes e nerfar logo nossa classe, porque realmente, tá muito desigual. A gente consegue hitar 200k em uma skill e vocês ficam em quanto ? 30k? 40k? Poxa blizzard, nerfa os ladinos!! Estão muito OP!!! ~risos~
Nossa, O cara ta Revoltado...
04/12/2012 14:10Citação de Guipala
invisel


O que seria INVISEL?!
Ocmo fas pra matalo ladino?

pu que vc fas içu?
Eu entendi apenas isso: MIMIMIMIMI..mimimimimim..mimi
mimimi

mimi
mi
DEICHA ECE TÓPICO PRAH LAH
mimimimimimimi, "para de me matar, pufavô, sô trabaiadô sinhô".
Primeiro aprende a digitar corretamente e depois faz um tópico que preste!
Língua Portuguesa diz:

NEEEEEERFA ESSE GURI. ESTOU MORRENDO O TEMPO TODO
SOCORRO D=.
AAAAAAAAAAAAAAA

Matar o português tu consegue, mas um ladino não....

Terça é dia de vim ver mimimi sem noção no fórum.
04/12/2012 14:26Citação de Balduram
invisel


O que seria INVISEL?!


VINDIESEL?

Caro amigo Paladino-do-Lay-on-Hand-e-da-Bolha, nós druidas também ficamos VINDIESEL. Os magos também ficam VINDIESEL. Você deveria rever seus conceitos, seu português, e sua jogabilidade.

Obrigado.
Tenha um bom jogo.
04/12/2012 14:26Citação de Balduram
invisel


O que seria INVISEL?!


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ocmo fas pra matalo ladino?

pu que vc fas içu?


Oh Meo Deos. Eu to chorando de rir desse tópico aqui.

Invisel, deichar, matalo...

Foi como o champs ali de cima disse: Deicha eçi trópico pa la
Adoro o fórum de mensagens em dia de manutenção dos servidores.
Acho que ele não matou o Português, afinal o cara está escrevendo em Tiopês.
Tira esse pano da cara Democracia... Isso tudo é vergonha do senado?
04/12/2012 14:10Citação de Guipala
Quem ja foi atacado por um ladino pelas costas sabe do que eu falo

Kick e o conto do Ladino Tauren

Eu estava perdida, não sabia sabia mais o que fazer naquele momento. Meu corpo rugia de ansiedade e excitação. O campo estava vazio, não ouvia nada... a não ser o úmido som das águas próximas, na quente costa de Stranglethorn Vale.

O suor escorria pelo meu corpo. Meu peito inflava e a respiração ofegante me fazia sentir um impeto de arrancar minha armadura e ser livre desse suplicio.

O calor, meu calor, era imbatível. Meu corpo que a muito deixara de vislumbrar o calor dos vivos, agora queimava com o poder de mil sois.

Eis que escuto um som. Um ínfimo som. E em um piscar de olhos já era tarde. Seu grande corpo já dominava o meu. Envelopava minha essência como um Oozeling consome sua presa.

Seu pelo escuro tocou primeiro minha armadura, que foi rapidamente retirada pelos seus dedos grandes, grossos e selvagens, logo em seguida minha pele sentia a dele, seu pelo acariciava meu ser, meu amago, tocava minha essência como nunca fui tocada antes.

Suas narinas grandes e avantajadas, ofegavam sobre mim. Eu me sentia possuída, controlada, submissa.

Sem perceber fui perfurada não uma, não duas, não três. Centenas, milhares, infinitas. Não importava. Sua habilidade na adaga era majestosa, surpreendente, intima e poderosa. Imaginava que nunca mais sangraria novamente, mas meu sangue tingiu sua adaga e o chão, deixando minha marca naquele solo como um testamento daquele momento.

O climáx estava chegando, estava tonta, quase desacordada, nada mais importava, somente aquele momento. Completamente dominada, a breve névoa que se formou em volta de nossos corpos se dissipava. Ele estava vermelho, ofegante, selvagem e voraz.

Rapidamente minha vida e morte passaram diante de meus olhos. Lembrei-me de momentos que imaginei nunca mais lembrar. E assim que ele acabou fui deixada jogada ao chão. Ele já estava satisfeito. Não me movia mais. Fui completamente possuída pela sua habilidade selvagem.

Tão rápido quanto apareceu, ele sumiu, deixando apenas o chão marcado com meu sangue, o mesmo sangue que enfeitava sua voraz adaga, levada como um troféu de seu triunfo majestoso.

E foi assim meu primeiro, e único, encontro com o ultimo Tauren rogue em Gurubashi Arena.

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum