Brasileiros têm reputação hated com o Português! (off-topic)

Geral
Anterior 1 3 4 5
Os piores erros são: o uso errado de 'mais' e 'mas', frases sem vírgula e o uso errado de palavras que terminam com 'ão' e 'm'. Eu concordo totalmente com o OP. Eu mesmo não sei todas as regras de gramática e essas coisas (ainda uso 'pq' por não saber a diferença dos por quês).

Algumas pessoas até falam: 'ah, mas essas regras de gramática são difíceis, e não vou precisar usar todas quando for conversar'. Sim, eu concordo. Eu por exemplo odeio com todas as forças estudar gramática, mas pelo menos o básico eu sei. E não é por causa da gramática que as pessoas escrevem tipo: infinitivos sem o R, como o cara citou na primeira página (compra, vende, mata, faze), substituição dos 'ãos' e 'ms' das palavras por 'AUM' (nAUM, entAUM) etc.
28/12/2012 20:44Citação de Gàrrosh
Algo está me incomodando de forma alarmante, ultimamente. De todos os povos que já joguei - joguei com americanos, canadenses e um ou outro de origem francesa, inclusive em skype e TS -, todos conversavam perfeitamente bem a sua língua de origem, ao menos, se comunicavam bem, mesmo quando às vezes faziam uso de algumas gírias ou de alguns jargões do jogo, como: “afk”, : “DC”, “lol” e outros para melhor se expressar.


Discordo em parte, primeiro que diversas vezes escrevemos demasiado apresado no chat do jogo por estarmos em luta e sai sim tudo errado mas quando vamos parar pra digitar em algum tópico escrevemos certo e até revemos o que escrevemos para corrigir um erro ou outro, quanto ao vocabulário no Rc nunca vi falarem errado eu apenas vejo sotaques diferentes.

E falando em americanos, vai me desculpar mas eu vejo em alguns lugares por ai em fóruns etc tantos erros no "ingrêis" que fica quase impossível entender e eu que já não manjo muito fico completamente perdido, certa vez em um fórum do jogo Dofus eu fui ler um tópico do USA e fiquei confuso eu não compreendia direito o que ele estava dizendo e eu traduzi no google e nem o google compreendeu eu entendo que o google tradutor sai errado mas não saiu errado saiu bisônho e logo no outro dia eu levei para um professor meu e perguntei e ele corrigiu tetando formar algo legível e ele marcou uns 50 erros no texto só de escrita fora as colocações erradas que fugiam do entendimento.


Não consegui ler por não conter virgulas.
Nessas horas tenho orgulho de lembrar do passado...

Quando eu passava a tarde lendo um bom livro (biblioteca da escola era um paraíso xD). Completar 9 fichas de registros em locações de livro, em 1 ano escolar, foi algo que me deixou impressionado e orgulhoso. Ler é bom demais!
Saudade dos meus professores de Língua Portuguesa, que sempre cobravam resumos literários, dissertação e tudo mais. Estudar usando a música "Eduardo e Mônica" como tema foi bom demais, aulas inesquecíveis.
Quantas folhas almaço amassadas, régua pra fazer "margem" pra tudo quanto era coisa, cheirinho de álcool na folha sulfite depois de usar o mimeógrafo... Geração Pokémon, Rá Tim Bum, TV Globinho, Tazo? \o/ Ach oque tive sorte em nascer em uma época boa! Hahaha!



Papo sério...
Comparado ao "péssimo aluno" antigo, o atual perde de loooooonge no quesito "escrita" e "leitura". Já não basta a decadência da educação, há de existir a decadência cultural pra piorar a situação. No final, é culpa do povo brasileiro, que, se não está acomodado com o estado atual da sociedade, ainda critica ou até difama quem ousa arriscar uma mudança no sistema. Decaindo, cada vez mais, indo "ao fundo do poço".

Como já foi dito em algum post, o próprio governo incentiva issso (repetência escolar não existe mais), a mídia também (vide "os últimos sucessos da música brasileira", os quais não vou citar, mas que são fáceis de adivinhar), e a própria sociedade, com seus rótulos banais (esqrever erado e legau / internetês ajuda d+ / vou ficar gostoso(a) pra aparecer na TV, o resto não importa) que acabam virando uma "imagem" a ser seguida pela geração jovem, como objetivo social para se tornar "popular", seguir o "caminho para o sucesso", "me dar bem na vida". Revolução? Um dia, talvez. Mas não vai depender apenas de meia dúzia de pessoas "diferentes" pra mudar o pensamento de milhões.

Bom... o resto da história é o mesmo de sempre... nenhuma novidade no conteúdo que digitei, e no que eu li nos posts anteriores. No final, isto vai acabar no "baú do esquecimento", e um saudosista até pode tentar ressucistar o assunto, mas o final vai ser o mesmo. Sempre.

Sou patriota, mas também sou honesto, com um bom tanto de sinceridade e coragem pra dizer a verdade: BRASIL: UM PAÍS DE TOLOS!

Nota: o conteúdo até pode parecer diferente do tema proposto pelo OP, mas é o mesmo, de um ponto de vista diferente.
29/12/2012 00:57Citação de Arathi
(ainda uso 'pq' por não saber a diferença dos por quês).


Bora fazer uma utilidadezinha pública aqui?

Os "pq" são quatro: dois separados e dois juntos, dois com acento e dois sem.
Por que, por quê, porque e porquê.

Os separados se usam nas perguntas.
O sem acento é quando ele aparece no começo, assim:

Por que eu tenho que botar pvp power se eu quero pve?


O com acento aparece diretamente antes do ponto de interrogação.

Cansou de ser dps e vai trocar a spec? Por quê?


O junto sem acento se usa na resposta:

Ah, eu vou transferir o reino porque eu acho o meu atual muito vazio.


E o junto com acento é sinônimo de motivo, razão. Também se usa quando você se refere à palavra "porquê" como um objeto. Tipo assim:

Eu queria saber o porquê desse menino ficar me whispando pra entrar no core, se o ilvl dele é 410.


Ficou simples pra entender? =)

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum