Onde foi parar a honra da Horda?

Geral
Anterior 1 2 3 7 Próxima
Ainda assim mantenho a tradição de guerra:

    Enfrento Aliança sempre que encontro;
    Não mato low level (exceto na Arena Gurubashi, que lá é tudo liberado);
    Istrupo quem mata NPC da minha facção e por aí vai.


A guerra só é boa quando limpamos a sola da bota com sangue inimigo.
A Horda é apenas um meio p/ um fim (Sylvannas Mode on).
21/01/2013 17:30Citação de Darnel


Reportado como trolagem.


Reportado como HUEHUE BR. I REPORT U.


Isso me lembra de um clássico do cinema Brasileiro

http://www.youtube.com/watch?v=TPJzkiPLbos
Concordo apenas em parte com o tópico.

Pra quem conhece bem o lore, o que o Garrosh fez com a horda da época do Thrall é apenas 60% do que a horda realmente era.

Lembrando que o título "Horda" se dava ainda em Draenor (Outlands) Quando todos os clãs se juntavam e elegiam um Warchief, e uma dessas passagens (não a primeira) foi a invasão de azeroth quando a Horda era demoníaca, foi a primeira vez que Azeroth viu aquilo então podemos marcar como a primeira Horda de invasão, aquilo era brutal e sanguinário. Horda de Blackhand e Orgrimm Doomhammer.

E no World of Warcraft único que seguiu o que a horda realmente era é o Kargath Bladefist, vc encontra ele em Hellfire Cidadel, e pode matá-lo, incluse nos Quotes ele mesmo se da o título de Warchief que se a sua "horda" é a verdadeira

=)

Bom jogo a todos!
Vai ter que esperar sair a facção do Sargeras, amigo. Enquanto isso contente-se com Sylvanas.
21/01/2013 17:56Citação de Máxima
Vai ter que esperar sair a facção do Sargeras, amigo. Enquanto isso contente-se com Sylvanas.


E aquela bashe decrepita, faz merda nenhuma, Garrosh que é o puder
Eu faço parte do Greenpeace: só mato o que quer destruir o mundo :D
a dita "horda" ... nunca teve porcaria de honra em nada do que fez, faz ou fará
Garrosh é o único louco sanguinário que carrega o verdadeiro espírito da Horda.


Parei aqui.
Garrosh é o único louco sanguinário que carrega o verdadeiro espírito da Horda, trazendo aquela ambição e convicção que fez os Reinos do Leste tremer.

Quero jogar com a raça que bebia sangue de demônios. Quero a raça que assassina humanos para aumentar a fileira dos Renegados. Quero os Trolls que cultuavam o deus do sangue e dominaram todos os continentes.


http://besteiblog.files.wordpress.com/2012/04/1334907837124.jpg

Hitler approves.
21/01/2013 18:08Citação de Syegfryed
E aquela bashe decrepita, faz merda nenhuma, Garrosh que é o puder


"– Quem é você para contestar minhas ordens? – questionou Garrosh, esporeando o lobo de guerra para a frente. O enorme orc avançou sobre Sylvana, postando-se frente a frente e encarando-a, enfurecido.
– Eu era como você, Garrosh – respondeu Sylvana, sem se mover nem recuar, com a voz firme e baixa, para que apenas o Chefe Guerreiro a ouvisse. – Meus lacaios eram meras ferramentas. Flechas na minha aljava. – A Dama Sombria aproximou-se, retirou o capuz lentamente e encarou o rival com os olhos de azeviche vívidos e pupilas enormes que escondiam labaredas vermelhas e refletiam ódio.
Até então, ninguém havia ousado encará-la nos olhos. Ninguém, além de Garrosh Grito Infernal.
O Chefe Guerreiro viu neles um grande vazio negro, uma escuridão sem fim. Havia medo naqueles olhos, mas também algo mais. Algo que horrorizou até mesmo o poderoso orc. O lobo de guerra começou a recuar instintivamente.
– Garrosh Grito Infernal, eu caminhei pelo reino da morte. Testemunhei a treva infinita. Nada que você disser, nada que fizer, pode me assustar.
O exército de mortos-vivos que protegia a Dama Sombria ainda lhe era leal, de corpo e alma. Mas eles não eram mais flechas na aljava. Eram um baluarte contra o infinito. Deveriam ser tratados com sabedoria. Nenhum orc tolo tiraria proveito daquele exército levianamente enquanto ela caminhasse pelo mundo dos vivos.
Garrosh baixou o machado, enquanto o lobo de guerra afastava-se, assustado, do corcel espectral. Após um longo instante, o Chefe Guerreiro por fim desviou o olhar de Sylvana.
– Pois bem, Dama Sombria – anuiu Garrosh, alto o suficiente para que todos ouvissem. – Tomaremos Guilnéas... do seu jeito.
Garrosh cravou as esporas na montaria e trotou em direção às tropas órquicas. "Mas vou vigiar você de perto", disse a si mesmo.
'Os olhos do Grito Infernal estão sobre você, mais do que quaisquer outros.'". Extraído do conto "Fim da Noite".
A horda não é mais assim desde o W3. Se você começou a jogar wow com essa filosofia na cabeça, está jogando o jogo errado.
O problema da horda é que sempre teve e continua tento só gente melequenta com cara que caquí, e quem não gostar, que va comer mingau, com uma colher de pau!
22/01/2013 09:57Citação de Alispher
O problema da horda é que sempre teve e continua tento só gente melequenta com cara que caquí, e quem não gostar, que va comer mingau, com uma colher de pau!


Que isso filha?
Aqui na Horda todo mundo é pobre, alguns são verdes, azuis, tem chifres na boca e outros estão mortos. Mas é todo mundo bem limpinho!
Quero jogar com a raça que bebia sangue de demônios. Quero a raça que assassina humanos para aumentar a fileira dos Renegados. Quero os Trolls que cultuavam o deus do sangue e dominaram todos os continentes.

Isto é honra para a Horda e seus aliados: SUPREMACIA. Tudo para meu povo, nada aos nossos inimigos. Vitória ou morte!


Sim, sim, SIMMMMMMM!!!

Finalmente uma pessoa que enxerga a Horda da forma que eu gostaria que ela fosse, odeio o Garrosh não pelo vilão que ele se tornou mas sim porque ele xingou minha Rainha de V@dia.

Se que a moral de '' Não existe facção do bem e do mal, existe pessoas boas e más em ambos os lados. '' sempre foi a lore de WoW, mas eu estou adorando essa leve transformação da Horda em vilã graças aos atos do Garrosh.

Isso esta criando um clima de guerra bem legal pro jogo e não mais aquela velha lore do mundinho de vilões únicos e quase sozinhos.

'' Arthas e seus servos... e só isso ''
Sempre vi a horda como uma facção de criança, a ideia de achar a ally bunitinha e pegar um char com aspecto mais assustador me parece um argumento muito infantil, mas jogando percebi que na Horda tem ótimos jogadores mas continuo achando que é tipo 30% dos jogadores que presta.

Com esse negocio de Ally e Horda ficar lutando junto minha impressão é que a Horda perde um pouco a identidade mesmo (opinião de um jogador novo que naum conhece a fundo o lore)
A rivalidade entre Ally e Horda ao meu ver da mais personalidade para a Horda que para a Ally e isso não se vê ultimamente, lembro de quando fazia masmorra do cata que tinha que ajudar o thrall, eu achava mo ridículo ajudar um orc a impressão que dá era " que zuado esse otário precisar de mim se eu fosse um orc nunca pediria ajuda de um humano''

Podem me xingar avontade agora.
22/01/2013 10:46Citação de Urgathoa
Sim, sim, SIMMMMMMM!!!


...use sua raiva, tente me derrubar!

2 segundos dps: EXTINTO!!! UUUHAHAHHAHHAHHAAAAA!!!
21/01/2013 14:48Citação de Algoz
Quero jogar com a raça que bebia sangue de demônios. Quero a raça que assassina humanos para aumentar a fileira dos Renegados. Quero os Trolls que cultuavam o deus do sangue e dominaram todos os continentes.


Uma palavra pra você:

Me-do
Vou explicar a verdadeira historia da Horda:

Haviam uns orcs de pele vermelha que viviam felizes cuidado de seus campos de flores e fazenda de porquinhos falantes. Um belo dia enquanto estavam pastoreando seus porquinhos, viram um portal lindo e brilhante que surgiu diante de seus olhos.
Muitos ficaram com medo outros admirados, mas somente poucos foram destemidos e resolveram atravessar esse portal para conhecer o pais das maravilhas que ficava do outro lado.
Assim que passaram, foram recebidos com hostilidade por um monte de mal educados e preconceituosos, que os atacaram por confundi-los com índios americanos devido a pele vermelha. Foram obrigados a recuar, mas ficaram admirados com o pouco que viram. Aquele mundo novo tinham coelhinhos, jacarezinhos, aranhazinhas e muitos outros pokemons que eles poderiam capturar com seus caixotes mágicos.

Aconteceram outras tentativas frustradas e muitas batalhas, mas uma tática nova usada pelos peles-vermelhas mostrou-se eficaz e conseguiram se estabelecer em Azeroth, os orcs se pintaram de verde e fingiram ser planta para enganar os humanos que queriam expulsa-los.

Anos se passaram até que um belo dia um orc chamado Thrall, enquanto aproveitava uma viagem de sua ervinha favorita, teve alucinações onde deveria pegar um barquinho e procurar o Wilson no mar, foi o que fez. Thrall procurou a pequena bolinha a deriva no mar por muitos dias sem sucesso, ja estava sem erva e muito apertado para ir ao banheiro... então resolveu desembarcar numa praia em em Kalindor.
Thrall como não sabia mais como voltar resolveu invadir um terreno vazio do local e construir seu primeiro barraco, outros orcs que haviam aderido a #SearchforWilson resolveram construir barraquinhos também, surgindo assim a primeira favela de Kalindor (Orgrimmar).

O que aconteceu dai pra frente é outra historia.

Junte-se à conversa

Voltar ao fórum